Resenha - Cruzando o caminho do sol

Editora: Novo Conceito
Autor: Corban Addison
Categoria: Literatura Estrangeira / Romance 

Sinopse: 


Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.




Mais um livro que entra para minha lista de favoritos, dessa vez superou todas as expectativas um livro que faz pensarmos muito no tratamento dos seres humanos e como a mulher ainda é tão submissa em muitos países.
Sita e Ahayla são irmãs e sofrem com a perda de todos seus familiares no tão comentado Tsunami ao tentar pedir ajuda a um amigo de seu pai acabam se envolvendo no tráfico de meninas e se tornam escravas valendo milhões para tiraram sua virgindade e depois cair no mundo da prostituição.
Thomas Clarke um advogado passando por situações emocionais complicadas no EUA decide fazer um trabalho voluntário na Índia e acaba cruzando com a história dessas meninas.
Ao entrar para esse trabalho voluntário ele se depara com muitas situações embaraçosas como trafico humano, corrupção, prostituição e pedofilia.
Ao tentar invadir o local onde Sita e Ahayla se encontram apenas consegue resgatar Ahayla que o faz prometer buscar sua irmã onde quer que esteja.
Então Thomas Clarke segue sua promessa de buscar Sita por diversos lugares, o livro é bem narrado, nos envolve totalmente na história e faz muita gente pensar em como existe até hoje a tão comentada escravidão pois o sequestro de meninas nada mais é do que uma escrevidão de sua identidade, pureza e inocência fazendo-a escravas do azar.
Cenas fortes e emocionantes acompanham essa linda história.

Trecho do Livro:

"— Você não está aqui porque eu sinto prazer no comércio sexual. Você está aqui porque existem homens que gostam de pagar por sexo. Eu sou apenas o intermediário. Alguns homens de negócios vendem objetos. Outros vendem conhecimento. Eu vendo fantasias. É tudo a mesma coisa."
Pág.: 394


2 comentários :

  1. eu acho essa capa bem legal sabe
    espero ler ele um dia.
    mas nao sei quando e eu gostei muito da sua resenha ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá, Alice !!!

    Que bom que gostou ... esse livro já esta na minha lista de troca no skoob caso tenha interesse acessa lá http://skoob.com.br/usuario/612863 .

    Beijos e obrigada pelo seu comentário.

    ResponderExcluir