Resenha - Ciquenta Tons Mais Escuros

Autor: E L James
Editora: Intríseca
Categoria: Literatura Estrangeira / Romance 

Sinopse:
Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.


Por incrível que pareça consegui gostar do segundo livro, me deu mais vontade de ler a história e não achei tão repetitivo como no primeiro, pois tem alguns momento de emoção e suspense o que fez prender bastante minha atenção, mas ainda não está na minha lista do melhores livros para se ler... 



Anastasia e Christian estão separados pois Anastasia não aceitou apanhar dele na última vez e se sentiu muito pressionada com a situação nova.
Anastasia começa a trabalhar em uma editora de livros e sofre muito com a separação de Christian.
Ela recebe um e-mail de Christian lembrando ela de ir visitar seu amigo José que fará uma exposição e se convida a levar ela já que é em outra cidade e então começam a sentir falta um do outro e Christian fala para ela o quanto ela fez falta na vida dele e que ele esta disposto a esquecer o contrato feito anteriormente e fazer somente as coisas em que Anastasia goste.
Nesse livro aparece uma ex submissa de Christian que começa a perseguir Anastasia perguntando o que ela tem que a outra não tem.
A partir daí Christian com seu ciúme e controle impede Anastasia de  sair sozinha e contrata até seguranças para levar e buscar no seu emprego e Anastasia também começa a ficar na casa de Christian quase que definitivamente pois sua amiga está de férias e Christian não se sente bem em deixar ela sozinha em seu apartamento.
Apesar do pouco tempo que os dois se conhecem o relacionamento dos dois é muito forte e nos passa isso o tempo todo no livro.
Anastasia ainda permanece insegura em alguns momentos pois acha que seu namorado não  irá aguentar um relacionamento sexual sem o sadomasoquismo que ele tanto gosta, mas essa insegurança dura pouco pois ela começa a descobrir muitas coisas do passado de Christian que envolve muito sofrimento e me deixou bastante curiosa com o decorrer da história.
Depois que Anastasia conhece o lado mais fragilizado e meloso de Mr. Grey ela se mostra mais madura e faz valer suas vontades com respeito.
Até consegui achar trechos do livro para compartilhar aqui, e de acordo com outras resenhas que eu li realmente a maioria elogia esse segundo volume.

Trecho do livro :

Página 251/252

- Você tem que me deixar lutar minhas próprias batalhas. Não pode ficar constantemente tentando adivinhar tudo o que vai me acontecer e me proteger o tempo todo. É sufocante, Christian. Nunca vou evoluir com essa interferência incessante. Preciso de um pouco de liberdade. Eu jamais sonharia em interferir no seus assuntos.
Ele pisca para mim.
- Só quero que você fique segura, Anastasia. Se alguma coisa acontecesse com você, eu... - Ele para.
- Eu sei, e entendo porque você sente tanta necessidade de me proteger. E parte de mim adora isso. Sei que se precisar de você, você vai estar lá, da mesma forma como eu vou estar lá por você. Mas, se quisermos alguma esperança de um futuro juntos, você tem que confiar em mim e no meu julgamento. Sim eu vou me enganar de vez em quando, vou cometer alguns erros, mas tenho que aprender.


Página 328

Posso desistir dele? Quero desistir dele? É como se ele estivesse ligado um interruptor e me acendido por dentro. Conhecê-lo tem sido um aprendizado. Descobri mais sobre mim nas últimas semanas do que jamais soube em toda minha vida.
Aprendi sobre o meu corpo, meus limites rígidos, meus limites brandos, minha tolerância, minha paciência, minha compaixão e minha capacidade de amar.


Para quem não sabe o motivo do livro se chamar assim é devido aos olhos de Christian serem cinzas e Anastasia sempre chamar ele de "Cinquenta tons" pois o humor dele também muda muito mas tudo isso decorre de muitos traumas de infância.
Que Anastasia esta disposta a ajuda-lo a enfrentar pois os dois anunciam a todos que irão se casar.
Eu gostei do segundo volume mas ainda não me convenci que o terceiro vá me surpreender vamos aguardar próxima resenha do último volume da série.


 Beijos                                  

                                                                           

2 comentários :

  1. Esse livro até parece ser melhor que o primeiro.
    Gostei da sua resenha: curta e direta.

    Beijos.
    Páginas na Estante
    @pginasnaestante

    ResponderExcluir
  2. Olá Alyne, realmente esse é bem melhor que o primeiro .... obrigada pelo comentário!

    Beijos

    ResponderExcluir