Resenha - O Colecionar de Lágrimas


Autor: Augusto Cury
Editora: Planeta
Categoria: Literatura Brasileira 
Sinopse: Skoob

Muito Bom!


Olá, tudo bem com vocês?

Hoje trago uma resenha de um livro que eu daria tudo para ler na época em que eu ainda era adolescente e precisava ler por obrigação, se tivesse esse livro em minhas mãos eu teria pegado gosto pela leitura ainda mais cedo.

Todos sabem que eu amo Augusto Cury e dessa vez não foi diferente, mas para quem conhece os livros dele e tem um certo preconceito, garanto que ao ler esse livro não tem como não gostar, pois traz história e ficção ao mesmo tempo e nos deixa fascinados para saber o desenrolar dos acontecimentos.

Quem nunca parou para pensar sobre as guerras que tivemos no mundo e mais ainda sobre o massacre que os judeus sofreram com tanto ódio pelos nazistas?

Esse livro traz exatamente a história da guerra, o ataque dos nazistas para com os judeus e faz várias perguntas sobre quem era Hitler.

Júlio Verne é um professor de ensino superior de história e tem passado suas noites com  pesadelos terríveis, vivenciando situações da segunda guerra mundial e o sofrimento dos judeus como se estivesse naquela época.

Sua esposa Katherine já não sabe mais o que fazer com Júlio Verne que além dos pesadelos que ele vem tendo, esta também recebendo cartas misteriosas com material e tinta de épocas passadas.

Júlio Verne inquieto com seus pensamentos e pesadelos se tornando um só resolve compartilhar seus conhecimentos e aliviar seus pensamentos com os alunos e contar a história de Hitler e todas as maldades que o mesmo cometeu, com o intuito de fazer seus alunos pensarem sobre isso e refletirem, para criar pensadores e não apenas repetidores.

O autor soube mesclar a ficção com a história real o mesmo tempo e isso foi me deixando fascinada pela história que abalou o mundo com dados impressionantes.

Página 28
Os números são a tal ponto gritantes que, se assassinassem um judeu por minuto, a máquina de destruição humana montada pelos nazistas demoraria dez anos trabalhando 24 horas por dia.

Alguns alunos se rebelam contra o professor e pedem a reitoria da faculdade que retirem ele da sala de aula, já outros alunos o adoram e criam um grupo de estudos para tentarem decifrar a mente mais complexa do ser humano que já existiu no mundo, Hitler.

Como uma pessoa conseguiu convencer um país inteiro a exterminar pessoas inocentes? Como os nazistas não sentiam remorso e nem pena ao destruir crianças, idosos e acabar com famílias inteiras?

Júlio Verne é alvo de várias sabotagens e precisa andar escoltado pois todos temem sua segurança, o mesmo foi infectado por uma carta que recebeu com o mesmo pesticida que foi usado nas câmeras de Aushwitz.

Querem acabar com ele de qualquer maneira, será que é uma mistura de passado contra o presente ou Julio Verne está ficando louco?

O livro tem uma riqueza de detalhes que me deixou de boca aberta, super recomendo esse livro para todos que queiram saber mais sobre Hitler e também para quem esta estudando esse assunto na escola.

O livro tem referências de todos os livros pesquisados e cada frase que é colocada no livro em relação a Hitler tem detalhado no livro em que foi pesquisado

A diagramação está ótima e o tamanho da letra me agradou muito pois ela é maior e isso facilita muito, a leitura flui muito fácil.





Porém, as aventuras de Julio Verne estão apenas começando, existe o outro livro que dá sequência a esse que é:





Para quem deseja saber mais sobre esse tipo de história, leitura mais que recomendada!

Beijos

Até mais...



Participe do Top Comentarista:



24 comentários :

  1. Olá Dessa.... não vou mentir, não gosto do Cury, li algumas coisas e o estilo de escrita não me agrada... mas ele acho que está tentando me conquistar, amo de paixão a história do nazismo, tudo que se diz questão a Hitler... tenho muita curiosidade, acredito que ele foi alguém que lutou pelo que queria, friamente, não que ele estava certo, nem de longe, mas eu acreditei sempre que ele é a prova que o mal existe entre as pessoas. Realmente me interessei pela história, vou pensar seriamente em ler (;
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa

    Olha, eu nunca li nada do autor e já pela resenha percebi que os livros dele não fazem meu estilo. Não é nem preconceito, mas eu simplesmente não me identifiquem em nada com o autor.

    Beijos
    meupequenomundodeblablabla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu adoraria saber mais sobre a segunda guerra, então fiquei bastante interessada pelo livro, mas ainda não li nada do autor...
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já ouvir falar do autor e vi outros livros não ligado a história nazista,estou vendo agora pela primeira vez!

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Nunca me interessei por nenhum livro do August Cury, acho que foi porque nunca ouvi ni.guem falando dos livros dele. Confesso que fiquei bastante curiosa com essa historia, Hitler sempre foi um ser humano misterioso e eu adoraria saber as respostas do porque ele é assim. Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhuma obra deste autor, mas este livro me chamou bastante a atenção! Parece ser muito bom, a sinopse é fascinante e achei muito diferente o fato de mesclar história com ficção, muito inovador e realmente desperta nossa curiosidade sobre a estória, parece ser mesmo um ótimo livro, fiquei com vontade de ler! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Confesso que tenho um preconceito em relação aos livros deste autor desde "A cabana", mas lendo sua resenha e vendo do que se trata o livro fiquei mega curiosa a respeito dessa obra. Adoro livros que abordem temas históricos, histórias de guerra que abalaram o mundo, principalmente sobre a segunda guerra mundial. E tipo, não só como Hitler conseguiu convencer um país inteiro, mas também coo conseguiu aliados em outros países, pois não era apenas a Alemanha que "caçava" judeus, ele conseguiu influenciar até outros governos.
    É fascinante, sim, mas não deixa de ser apavorante e revoltante.
    Fiquei interessada no livro, e agora sei que da proxima vez que for a Americanas e o encontrar, o levarei com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Cabana não é do Augusto Cury e sim do William P. Young. Os livros do Cury são ótimos, já li o Colecionador de Lágrimas e estou lendo Em Busca do Sentido da Vida.

      Excluir
  8. Nunca li nada do autor, mas gosto desse estilo de livro, só não sei se vou querer começara ler outra série /o\
    xx
    Flávia - http://hangoverat16.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada do autor, talvez porque eu não costume ler esse tipo de livro. Não gosto muito, e talvez tenha até se tornado um preconceito. O único que já quis ler desse autor foi O vendedor de sonhos, que depois de conversar com uma menina que leu, me deu uma vontade de ler. Mas fora ele, não tenho vontade de ler nada dele. Mas quem sabe quando eu ler esse não me dê vontade de conhecer as outras obras desse autor?

    Beijos
    http://www.romanceseleituras.com/

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não conhecia nada do autor.
    Não me interessei por esse livro,pois não leio muito esse tipo de leitura :/ e não sei se lerei um dia quem sabe né.

    ResponderExcluir
  11. Oi Dressa, tudo bom?
    Você sabe que eu também gosto muito dos livros do Augusto Cury e não li O Colecionador de Lágrimas ainda. Gostei muito da premissa desse livro por causa do cunho histórico que ele tem. Acho essa capa tão impactante.
    Se você curtiu, acho que vou gostar também.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Não conheço o trabalho do Augusto Cury, mas tem alguns título deles que eu tenho interesse. Este eu ainda não conhecia.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  13. Já li os dois livros. São sensacionais. A proposta do Augusto Cury é fenomenal e nos faz refletir sobre nossas atitudes e também sobre como nos comportamos em situações de extremo conflito. Vale muito a pena!

    ResponderExcluir
  14. Li os dois livros."Em busca do sentido da vida" foi muito melhor escrito e planejado do que o"Colecionador de lágrimas"Embora o primeiro livro seja muito bom,alguns pedaços dele eu li "á força"
    Mas enfim,aprendi muito com os dois livros,não só de história, mas de como reagir diante os problemas

    ResponderExcluir
  15. Nunca li nenhum livro do autor mais depois dessa resenha perfeita acho que tenho que comprar um livro dele IMEDIATAMENTE

    ResponderExcluir
  16. Confesso que não sou fã do autor, mas esse livro - pela sua resenha - me chamou bastante a atenção! Sem contar que a capa é bem impactante!
    Quem sabe não dou uma chance a ele?!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Não gosto de Cury, não gosto dos livros dele, não faz o meu gênero... seilá. Já tentei de todas as formas, li vários livros dele (ou tentei, pelo menos!), mas não me entra,.
    Porém , achei linda a forma como defendeu a história desse livro, e desse autor. Para quem tem dúvida, com certeza vai ler depois dessa resenha.

    Foi lindo , parabéns.
    beijos ♥
    http://pausaparaum-livro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nunca li nada do Cury, sempre fiquei com um pé atrás ,sei lá!
    Mas lendo sua resenha fiquei curiosa, vou dar uma chance , quem sabe eu goste!

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Eu não consigo gostar do Augusto Cury.. já tentei mas não rola.
    Esse livro até parece interessante (e eu tenho ele em casa) nãs já sei que vou desistir fácil fácil haha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  20. Devo confessar que sempre passei
    longe de Augusto Cury, mas com
    certeza não deixarei de ler este livro.
    Como sou apaixonada por história,
    será um prato cheio para mim!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Dressa, esse livro tem a cara do meu irmão, é bem diferente do que eu estou acostumada a ler, deve ser por isso que nunca li nada do autor.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir