Resenha - Pulmão de Aço


Autor: Eliana Zagui
Editora: Bela Letra
Categoria: Literatura Brasileira / Biografia
Sinopse: Skoob
Páginas: 240

Classificação:
Ótimo!!

Olá, tudo bem com você?

Já estava com vontade de ler esse livro a muito tempo, desde que vi uma entrevista com a protagonista da história Eliana Zagui no programa do Jô Soares.

O livro sempre estava muito caro, então quando vi na biblioteca não exitei em pegar para ler e começar no mesmo dia.

O livro é uma biografia de leitura rápida, li em apenas 2 dias e conta a história de Eliana que chegou ao hospital por volta dos dois anos de idade já com paralisia infantil do pescoço para baixo e passa sua vida até hoje dentro do hospital das Clinicas aqui em São Paulo.

Como não ir as lágrimas, parar para pensar na vida, e dar valor aos minimos gestos que fazemos diariamente e por ser rotineiro não damos o devido valor?

Amo livros que relatam histórias de superação e por isso só tenho elogios a esse livro, Eliana conta toda sua vida dentro do hospital e infelizmente uma dura realidade que até então eu desconhecia, muitas crianças ao passar a morar no hospital devido aos cuidados necessários para com sua saúde são abandonadas pelos pais, passando a viver sozinha no hospital.

As situações que ela passa mesmo que seja com sua condição limitada e dentro de um hospital se assemelha muito aos problemas de quem vive normalmente, ela é roubada, ludibriada e principalmente sempre acaba sendo abandonada.

Impossível ela não sentir vontade de viver como uma pessoa normal e sair do hospital, passar por momentos de tristeza é o mais comum nesses casos.

Página 76
Queria fazer as coisas sem depender de ninguém. Tenho vontade de andar. De cuidar de mim mesmo. Não queria viver aqui, neste leito de hospital.

Mas o diferencial é não se entregar a tristeza por mais dificil que o momento esteja vivendo sempre seguir em frente e tentar ajudar ao próximo.

Logo no começo da narrativa do livro, ela mostra que o único contato que ela tinha com as pessoas dentro do hospital era através de um espelho pois as máquinas chamadas de pulmão de aço era como uma espécie de cubadora onde eles ficam dentro dela o tempo todo para conseguir respirar.

Os momentos de solidão, falta de um abraço ou palavras carinhosas fizeram a diferença na vida de Eliana.

Página 85
Ele entrou no quarto e perguntou o que estava acontecendo. Eu não sabia explicar solidão, tristeza, falta de carinho, dor. Tudo junto.
Tentou me consolar, mas eu chorava cada vez mais. Adalberto então enfiou um dos braços por trás das minhas costas, me ergueu um pouquinho e me enlaçou com força. Foi uma sensação maravilhosa.
Jamais havia ganhado um abraço. Até hoje, nem mesmo meus pais jamais me abraçaram.
O livro para alguns pode parecer triste, mas para mim trouxe muitos ensinamentos e da mesma forma que sofremos com um problema em nossas vidas ela trambém sofreu e ai bate aquele pensamento se o nosso problema é de fato tão ruim assim ou estamos sendo um pouco egoístas.
Página 151
Mais devastadora do que todas as sequelas fisicas de uma vida condenada a imobilidade são as consequências psicológicas.
É dificil alguém passar por uma situação dessas sem enfrentar fases de depressão, tristeza e revolta.

Leitura mais que recomendada e com certeza traz muitos ensinamentos.

Beijos

Até mais...





25 comentários :

  1. Olá, Andressa
    Gostei muito da sua resenha. Esse livro deve ser muito emocionante, uma história de superação. É muito triste ver uma criança sofrendo tanto em um hospital.

    ResponderExcluir
  2. legal a resenha, mas não me empolguei pra ler o livro.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  3. Oi Drê, tudo bem?

    Eu adoro uma biografia. Normalmente elas são bem emocionantes mesmo!!! Não tem como não se sentir fazendo parte da vida daquela personalidade.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa.

    Pulmões de alço parece ser uma biografia bem triste, mas faz os leitores refletir sobre as dificuldades (abandono, tristeza, falta de contato humano etc) pelo qual a Eliana passou e como nós enfrentaríamos isso.
    Fiquei interessada em ler esse livro! =) Vou ver se encontro o ebook dele ou se compro na livraria.

    ResponderExcluir
  5. Oii Andressa, lembro que a Nanda já leu este livro, ela publicou a resenha no blog, este livro parece ser lindo e fiquei emocionada só de ler sua resenha..

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Andressa :)
    Não conhecia a história dessa mulher, mas que exemplo de vida hein!?
    Fiquei emocionada com essa superação, e imagino o quão lindo e triste deve ser o livro dela.
    Ainda não li nenhuma biografia, mas esse eu gostei bastante. Fiquei com vontade de ler o livro todo, além do mais, eu adoro esses livros que nos fazem refletir sobre nós mesmos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Acho um exemplo de vida danado, muito intrigante e incrível quanto aos ensinamentos. Porém eu não leria. Eu sei que o mundo vive com sofrimento, e eu detesto ver/ler sobre isso, prefiro tentar reverter. Me dá tristeza junto com as pessoas que a sofrem.

    Mas tenho certeza que as pessoas que o ler vai tirar um proveito legal do livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Pessoas assim são exemplos de vida, pois muita gente por aí, que tem saúde, não tem capacidade de querer correr atrás de seus sonhos e ser independente!
    Como você mesmo disse: Amo livros que relatam histórias de superação!
    ACHO QUE TODO MUNDO DEVERIA TER UM DO GÊNERO EM ALGUM CANTINHO, POIS É LENDO SOBRE A VIDA ALHEIA, QUE A GENTE PARA PRA PENSAR NA NOSSA VIDA, E O QUE PRECISA SER MUDADO!

    ResponderExcluir
  9. Raramente leio biografias e não tive vontade de l3r Pulmão de Aço, estou evitando livros que eu sei que me farão chorar.

    ResponderExcluir
  10. Uau, que livro interessante! Não conhecia a história e nem a protagonista dele, vou pesquisar, saber mais do que se trata o livro, parece muito emocionante.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog

    ResponderExcluir
  11. ain, que história comovente )):
    deve ser uma leitura muito interessante e com certeza muito auto-reflexiva. Leria com certeza. Mesmo que ela não veja, deixo aqui meu apoio para a Eliana. Que Deus te abençoe, moça !
    bj, dréa

    ResponderExcluir
  12. Apesar de ser um livro onde com certeza aprenderia muitas coisas, não me interessou no momento.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Eu acho esse livro muito bonito e espero poder ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa!
    Gosto de histórias de superação mas essa me pareceu bem triste e não estou no clima no momento, não despertou muito meu interesse. Talvez leia futuramente! ;)

    ResponderExcluir
  15. Andressa que livro legal, eu gosto de livros assim tbm, esses dias vi um filme assim, ele da pra gente um up e faz a gente parar de reclamar!
    bjkas

    ResponderExcluir
  16. a historia dela de superaçao deve realmente ser incrivel, mas eu gosto de conehcer essas historias ouvindo alguem me contar :/ nao curto muito ler sobre esses asssuntos, nao curto ler biografias :/

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de livros que mostram histórias de superação, pois podemos tirar lições grandiosas para nossas vidas.
    Vou colocar o livro na minha lista de possíveis leituras.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Abril

    ResponderExcluir
  18. Não gosto de biografias mas essa me chamou muito a atenção. É um pecado sem tamanho acontecer isso com uma criança tão inocente e ela passar a vida inteira assim, isso com certeza não pode ser chamado de vida. Parece ser bem triste mas é um livro que eu leria, sem dúvidas.

    Beijos, http://lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Não tenho o costume de ler biografias (não que eu não goste, mas...) Mas esse livro parece ser mesmo muito emocionante - quase chorei lendo sua resenha... Com certeza, quando eu tiver oportunidade, lerei o livro!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Nossa, só lendo a resenha, já me fez parar pra refletir sobre minha vida, ás vezes reclamamos por tão pouco, enquanto outros não tem muito e desejam apenas um abraço.
    Gosto de biografias, e essa eu preciso ler urgentemente.

    ResponderExcluir
  21. Uau. Just uau.
    Não sou muito de ler biografias, mas essa me chamou bastante atenção. A história dela deve mesmo ser muito linda e a leitura do livro deve mesmo trazer vários ensinamentos.
    O livro pode ate não ser triste, mas deve ser intenso e ter uma carga emocional significativa, e no momento estou fugindo de livros assim. Mas em um futuro não muito distante, vou procurar esse livro para ler. Quem sabe também não consiga encontrar na biblioteca da minha cidade?

    ResponderExcluir
  22. Acho que assisti a mesma entrevista que você, também fiquei com muita vontade de ler justamente por ter toda essa superação e luta pela vida que você disse, uma lição que nos leva a refletir sobre a nossa própria vida e assim dar mais valor a aquilo que nem prestamos atenção.

    ResponderExcluir
  23. Oi Dressa, tudo bom?
    Que história bonita. Eu também adoro livros que deixam uma lição durante a leitura e que são importantes e marcantes. Vou anotar o nome desse livro para pesquisar depois porque fiquei bem curiosa para ler. Acho que vou chorar durante a leitura porque apenas sua resenha me deixou pensativa sobre o assunto.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Adorei a capa, mas não gosto de livros que envolvam hospitais e doenças por isso não leria.

    ResponderExcluir
  25. Pela capa já dá pra ver que o livro é marcante
    mais ele fala de criança e doença aí meu deus meu coração fica bem pequeno
    deve ser choro na certa esse livro

    ResponderExcluir