Resenha - Os Defensores


Os Defensores - Museu de Ladrões 
Autor: Lian Tanner
Editora: Farol Literário
Gênero:  Literatura Juvenil
Páginas: 341
Sinopse:Skoob

Classificação:


Olá, tudo bem com você? 

Esse livro é o infanto juvenil que eu mais gostei de ler esse ano, o livro é lindo e a história muito original e divertida.

Se não misturasse fantasia eu diria que o livro tem tudo haver com uma distopia, e das boas pois do  momento que se começa a ler é impossivel parar.

Jewel é uma cidade diferente, existem leis severas para as crianças, todas elas ficam presas em correntes de ferro juntos aos seus pais e aos guardiões até completarem dezesseis anos. 

A cidade também não tem nenhum animal pois todos acreditam que animal transmite doenças, porém a Protetora que é quem comanda essa cidade de Jewel reduziu a idade para o dia da libertação dessas correntes de dezesseis anos para doze anos.

                                                                

E nossa protagonista fofa tem exatamente doze anos, está mega ansiosa para ser liberta das correntes e poder viver livre. 

Porém bem no dia que ela seria liberta das correntes uma bomba explode em algum lugar de Jewel e acaba matando uma das crianças, fazendo com que todos que comandam a cidade largem o evento da libertção para irem até o lugar do acidente.

Goldie fica a ver navios pois ser solta das correntes em definitivo era o que ela mais queria na vida e então sem pensar muito ela resolve fugir e furgir em Jewel é um crime gravíssimo e você não tem muitos lugares onde se abrigar.

E caso a criança seja um fugitiva quem paga são os pais pois eles sempre são culpados pelo que seus filhos possam fazer.

  Página 67
- Ser fugitiva - o Guardião Consolo disse em seu tom de voz mais pesaroso - já é um ato criminoso em si. Os pais dela vão se apresentar perante o Tribunal das Sete Bênçãos hoje pela manhã. Vão ser julgados e sentenciados por terem criado uma filha assim. Não há dúvida a respeito da culpa deles. Seus bens serão confiscados e eles serão enviados para a Casa de Arrependimento.

Goldie então acaba fugindo e sentindo fome e sede e assim como num passe de mágica surge na sua frente uma casa com bolo em cima da mesa e suco a vontade.

Ela morrendo de fome não resiste e manda ver nos alimentos, até guarda um pouco para si do alimento pensando em comer mais tarde, ela resolve explorar melhor o lugar e se depara com algumas moedas a vista e então decide pegar as moedas para tentar fugir de Jewel.


Quando Goldie pega essas moedas um pássaro começa a gritar que existe uma ladra dentro do museu e Sinew o dono da casa vai em seu encontro e acaba conversando com Goldie e dando um esconderijo em sua casa para que ela não seja capiturada e levada para o castigo.

A partir daí começa toda a aventura do livro,  e percebemos o quanto Goldie não gosta desse sistema fechado que existe na cidade de Jewel.

Página 131
- Não foi coragem - ela respondeu. - Eu simplesmente não podia mais aguentar. A maneira como eles tentam esmagar todo o mundo até ficarem todos iguais. A maneira como todo mundo fala com tanta submissão perto deles e nunca ousa dizer o que pensa. Eu os odeio.

Depois que Goldie está abrigada no museu pois Senew liberou sua entrada ela conhece Olga Ciavlolga que  é uma senhora muito simpática que além de cozinhar muito bem dá sábios conselhos a Goldie.



Página 133
Ouça o que eu tenho a dizer, criança. Você foi tratada como bebê a vida toda. Agora, precisa crescer rápido. Você é corajosa, e isso é bom, mas também precisa ser prudente. Pense com cuidado antes de tomar decisões. 

Olga é muito corajosa e resolve enfrentar várias coisas para salvar Jewel de toda essa repressão que existe na cidade, esse museu em que eles vivem tem tudo que praticamente não pode ter na cidade de Jewel, inclusive um cachorro fofo que se chama Bro e ajuda Goldie e Toadspit.


Toadspit também é um menino de doze anos e já vive no museu a algum tempo e então ensina vários truques para Goldie inclusive a fazer mágicas e abrir fechaduras.

O livro é muito legal, uma história muito original e diferente, impossível não se apegar aos personagens e mesmo se trantando de uma série esse livro tem final, muito provavelmente teremos outros livros com outras histórias mas com os mesmos personagens.

A edição da Farol Literário está de parabéns a única coisa que deixou a desejar é que não venho com orelha mas isso é apenas um detalhe.

Todos os capítulos tem a foto do personagem em questão , e quem quiser conhecer melhor todos os personagens Clique Aqui  para ver um post que a Farol Literário liberou contando todos os detalhes.

O livro é infanto juvenil mas pode ser lido por todos, passa uma mensagem muito legal para todos e com certeza ao ler esse livro terá horas de muitas alegrias e descontração.

Página 214/215
Eles tentaram paralisar a vida. Eles queriam estar completamente seguros e serem felizes o tempo todo. O problema é que o mundo náo é assim. Não é possível que montanhas altas existam sem vales profundos. Não é possível ter grandes alegrias sem grandes tristezas. 

Esse é o segundo livro que li na Maratona de Férias #EusouDoidera e como combinado depois da leitura é necessário escolher uma música, então escolhi uma que gosto de escutar as vezes para relaxar.




Beijos

Até mais ...









25 comentários :

  1. Oi Andressa :)

    Tenho muita vontade de ler esse livro e graças a sua resenha já adicionei ele a lista de desejados. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dressa, tudo bom?
    Adoro livros do gênero infanto-juvenil e esse parece ter uma premissa muito bacana. Fiquei curiosa para conhecer melhor esse universo e entender o que acontece com as crianças.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha lido nada sobre o livro,mas fiquei empolgada lendo sua resenha.
    Também gosto de leituras infanto juvenil por se tratar geralmente de histórias leves.
    Pretendo conferir . ;)

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conhecia esse livro, mas achei a resenha bem interessante. Adorei os personagens e gostaria muito de conhecer o que acontece nessa fantasia que parece ser muito boa.

    Bjok

    ResponderExcluir
  5. Poxa, adoro ler livros infanto-juvenis para dar aquela relaxada depois de uma série de livros de suspense ou policiais.
    A história desse livro parece ser bem interessante. Gostei da tua resenha e vou adicionar ele a minha listinha de desejados!

    Beijokas,
    http://minhacontracapa.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Simplesmente ameii!
    Adoro livros desse tipo,queria que mais livros tivessem figuras das personagens!
    Já me simpatizei com a senhorinha Olga! Haha com certeza vou comprar! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Adorei a trama de Os Defensores.
    Não consigo imaginar como seria viver acorrentada com com o seu guardião até os 12 anos =/
    Parece que a narrativa é bem envolvente, cheio de ação e aventura.
    Adorei as ilustrações e a capa.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Adoro esse tipo de livros, acho super simpático. E mesmo sendo para crianças eu gosto de ler. Já li vários desse estilo como a Invenção de Hugo Cabret e As Cronicas de Nárnia, mas na verdade esse livro me lembrou bastante o Desventuras em Série, até mesmo pelos desenhos.
    beijos,
    Isabela Marcos

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece bem legal. Pelo menos eu adorei as ilustrações :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Andressa
    Adoro livros infanto-juvenil. É sempre uma boa diversão. Acho a capa desse livro muito bonita. Gostei muito do enredo desse livro, lembra um pouco uma distopia. A descrição que você fez dos personagens é bem interessante.

    ResponderExcluir
  12. Não gosto de livros infanto juvenis, de fantasia.Minha praia é mais romance srsrs
    Mais vou indicar a minha sobrinha ;)

    ResponderExcluir
  13. fique bem curiosa para ler me parece otimo

    da uma olhadinha no meu blog tem sempre uma resenha nova
    Livros com café

    ResponderExcluir
  14. Eu adoro livros infanto-juvenis. A história desse é bem original. Fiquei curiosa em saber mais sobre a Goldie e o que acontece aos pais dela.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Oii, adorei a resenha. Ainda não tinha lido nenhuma, e confesso que não estava muito animada para ler o livro, mas agora me interessei.
    Gosto de livros de séries que tem final. Aquele gostinho de quero mais é bom, mas ter um final decente supera isso, rs.
    E os desenhos são super fofos! Amei, rs
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Eu adoro livros infanto-juvenis... Os defensores é um livro que vem me cativando a bastante tempo e to com tanta vontade de ler a serie... fiquei um dia desses namorando os livros na fnac por um bom tempo.... como tava sem dinheiro tive que ir embora trsite.

    ResponderExcluir
  17. Oi Andressa!
    Mesmo com sua resenha super positiva o livro não conseguiu despertar meu interesse. Acho que não estou para o clima de leitura infanto-juvenil no momento. A Farol sempre capricha nas edições dos livros, que pena que esse não tem orelhas! :(

    ResponderExcluir
  18. Dizem que sou uma criança grande, adoro histórias infanto-juvenil, me faz lembrar da minha adolescência em que eu me perdia em meio as histórias de Pedro Bandeira. rsrs

    Esse livro parece ser maravilhoso, e o fato de vc ter dito que passa uma mensagem positiva, por sermos adultos, talvez até ajude a absorver essa mensagem pois já temos uma cabeça mais formada, já passamos por muita coisa.

    Outra dica de livro que vou anotar para ler.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  19. Não tenho interesse em ler esta série pois os personagens são juvenis e não tenho muita paciência com esse tipo de personagem. Não conhecia a música que você escolheu para este livro, mas curti. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Essa premissa dela se esconder no Museu, de verdade me lembrou o filme Uma Noite no Museu, mesmo que talvez não tenha nada a ver um com o outro, um detalhe a parte são os personagens muito bem desenvolvidos, a história também parece ser bem dinâmica e com muita ação e claro diversão, achei as ilustrações muito bem feitas e dando um toque muito legal a edição do livro, sobre a música para mim é ouvida a qualquer hora, uma das favoritas da vida.

    ResponderExcluir
  21. Não gosto muito de livro infanto-juvenil mas às vezes um ou outro foge a regra e me cativa, talvez eu poderia até ler este livro. E a música é muito boa, tem uma vibe incrível, ótima escolha !

    ResponderExcluir
  22. Já li muitas resenhas sobre o livro, confesso que de primeira o livro não me agradou em nada, mas depois fui lendo tantos comentários positivos que fiquei curiosa sobre ele.

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia o livro, mas gostei bastante do enredo, e se vc for ver por um lado realmente parece uma distopia, é claro que eu leria esse livro, parece muito bom *----------*

    ResponderExcluir
  24. É uma série? quantos livros são ?
    gosto de livros que tem imagens, e deve ser lindo a cada capitulo ter uma foto de um personagem. *-*

    ResponderExcluir