Resenha - Uma Longa Queda


Uma Longa Queda

Autor: Nick Hornby
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Páginas: 336
Sinopse: Skoob

Classificação:

Olá, tudo bem com você:

Logo que vi a sinopse desse livro fiquei morrendo de vontade de ler, talvez até tenha criado muitas expectativas, mas pelo livro não ter capítulos a leitura me incomodou muito pois era tudo contado de uma vez, sem pausas e sem dialógos o que sempre torna a leitura mais demorada.

Mas até que me surpreendi lendo esse livro em apenas dois dias, nele conhecemos quatro pessoas, Martin um apresentador de um programa sem muita audiência em Londres, ele era casado e tinha dua filhas acabou saindo com uma garota de quinze anos e agora responde a um processo de pedofilia, se vendo em um beco sem saída ele decide subir no prédio mais alto de Londres e se jogar de lá para acabar com sua vida.

Página 14
A vida inteira nos dizem que, ao morrer, vamos para um lugar maravilhoso. E a única coisa que se pode fazer para chegar lá mais rápido é algo que fecha, definitivamente, as portas desse mesmo lugar para quem o faz. Ah, sim, entendo que é meio como furar a fila.

Maureen é uma senhora de 50 anos que em uma única relação sexual ficou grávida e seu filho infelizmente nasceu sem andar, falar ou escutar, ele vive como um vegetal a expressão usada no livro, ela cansada de viver em função de seu filho e sem obter nenhum retorno também tem a idéia de subir no prédio mais alto de londres e se matar.

Jess uma garota de apenas 18 anos é considerada maluca pelos amigos, não consegue viver em harmonia com seus pais, e sua irmã está desaparecida a muito tempo, ela se envolve rapidamente com um rapaz e ele termina com ela de uma hora para outra sem dar nenhuma satisfação, Jess não consegue suportar isso e também resolve se matar, indo para o prédio mais alto de Londres e acabar com sua breve vida.

Página 30
Por que vocês dois podem se matar e eu não? E ele: Porque você é muto jovem. A gente já fodeu com as nossas vidas. Você ainda não.

JJ é entregador de pizza e antes de fazer a sua última entrega no dia 31 de dezembro começa a pensar que sua vida não tem mais sentido, ele tinha uma banda de rock que amava fazer shows mas a banda acabou não dando certo, e quem ele namorava resolveu terminar com ele, então ele decide também se jogar do prédio mais alto de Londres.

Página 47
"Porque é mais fácil, saca, se atirar no vazio do que encarar as consequências do que você fez"? "Estar aqui é encarar as conquências." 

Essas quatro pessoas se encontram no mesmo dia e acabam evitando que o outro se jogue do prédio, resolvem fazer um pacto para aguentarem mais um pouco e ver o que pode acontecer, acontece que essa história acaba sendo publicada em um jornal e os quatro amigos se tornam famosos por um tempo.

A premissa do livro é muito boa eu adoro livros que abordam esse tema do suicídio mas achei que no decorrer da história o autor acabou se perdendo um pouco, e o fato de não ter capitulos mas cada parte da história ser narrada por uma pessoa acabou confundindo algumas coisas.

O livro virou filme que foi lançado mês passado nos cinemas e fiquei com vontade de assistir, a história é boa mas deixou um pouco a desejar.

A edição do livro está ótima, página amareladas, letras de bom tamanho e gostei muito da capa, espero poder assisitir o filme em breve.

Página 243
Quando se trata de suicídio, não ter ninguém pesa mais do que ter alguém, não sei se vocês me entendem. A pessoa não tem uma corda para impedir a queda.                    
Apesar do tema ser polêmico, em nenhum momento senti tristeza ou achei pesado a forma como o autor narrou os fatos, muito pelo contrário ele abordou um tema sério mas de maneira bem leve, o que faz refletir sobre os problemas da vida, e se realmente o seu problema é uma coisa tão grave que mereça tirar a vida? Ao conhecer outras pessoas com outros problemas os quatro amigos se dão conta que nem sempre o seu problema é o pior, e encarar isso de maneira leve e com amigos pode se tornar muito mais fáci.

Como esse é o terceiro livro da maratona literária #eusoudoidera e o combinado é comparar com uma música eu deixo Good Charlotte uma banda americana a música Hold On que fala exatamente sobre suicídio.




Beijos 

Até mais...






22 comentários :

  1. Oi
    Não me deu nenhuma vontade de ler, me pareceu bastante entediante.
    Livros com temática suicídio não me atraem mto.. bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro e achei bastante interessante pela resenha,. mas acho que eu também ia ter um pouco de dificuldades por essa falta da divisão em capítulos e por cada parte ser narrada por uma pessoa. Deve ter ficado bem confuso.

    Bjok

    ResponderExcluir
  3. Olá Andressa!
    Não consegui terminar o terceiro livro da maratona ainda, rs. Mas espero terminar logo! rs.
    Adorei a resenha, apesar de achar que o livro não me agradaria muito...
    Amei a música <3 rs
    Beijos,
    Ana M.
    http://www.vicioemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, imagino que o livro seja um pouco pesado, não? Até pelo tema proposto. Confesso que gosto de livros mais densos, mas depende do meu dia =P

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa.
    Não conhecia esse livro e acha a trama bem interesse. Porém, o fato de não ter capítulos separados, nem diálogos, isso prejudicaria muito a leitura =/
    Vou ver se vejo o filme e então decido se leio o livro ou não.

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro bem trágico, não é mesmo?
    A história não faz o meu gênero.Só leria se fosse emprestado ou algo assim.Mas comprar, não!

    ResponderExcluir
  7. esse livro tá na minha lista de desejos porque a temática de suicídio me interessa muito... tive ótimas referencias dele, mas não sabia que era um livro sem capítulos... não curto tanto livro assim, mas quando a história é boa, esqueço desse detalhe ^^
    bjs
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei a premissa do livro!
    É uma pena que o autor tenha se perdido. E acredito que um livro como este realmente devesse ser dividido em capítulos, justamente pra diferenciar as histórias de cada um.
    Fiquei muito curiosa pra ver isto com meus próprios olhos. haha
    Vou ver o filme :D

    ps: adoro essa música ;D

    Bjss :*
    Lu
    Blog Sem Spoiler

    ResponderExcluir
  9. Fico feliz por você estar conseguindo cumprir a sua meta da maratona :)

    Eu gostei da resenha, mas não sei se leria o livro.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Achei muito interessante a premissa desse livro. A união de quatro pessoas tentando o suicídio é bem diferente. Gostaria de ler.
    Gostei muito da música.

    ResponderExcluir
  11. Acaba tendo muitas expectativas no livro da nisso mesmo ,aí quer sempre mais do livro e não acha.Não conhecia o livro , a capa tbm não me chamou atenção.Não sabia que tinha filme.Vou ver se vejo tbm :D

    ResponderExcluir
  12. A premissa realmente parece legal, mas enfim o que você falou sobre os capítulos eu nunca vi em nenhum outro livro...

    ResponderExcluir
  13. Nossa, que livro instigante! Fiquei imaginando a cena, rs, quatro pessoas que acham que não vale a pena viver, tentando convencer os outros de que vale sim, rs.
    Não sabia do filme, vou procurar o trailer, rs
    Esquisito isso de não ter capítulos. Acho que não curtiria isso também, rs
    beijos

    ResponderExcluir
  14. A falta de capitulos no livro não me desistimula.. temos tantos livvros com capitulos já. a premissa me deixou interessado.... espero gostar da escrita do autor.

    ResponderExcluir
  15. Achei muito interessante e diferente a história do livro, quatro pessoas no mesmo lugar e na mesma hora para tentar o suicídio chega a ser engraçado... Fiquei curiosa em saber o final da história. Não sei se leria o livro, mas vou procurar o filme para assistir.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Fiquei até com medo desse prédio em Londres kkkk...
    O filme eu até assistiria, mas o livre não me despertou nenhuma vontade de ler.

    A frase da página 30 me fez dar risada, não pela menina estar querendo se matar, mas pq pensei nela chegando lá no prédio e outras pessoas contra a decisão dela, foi quase um bulling com a idade dela. kkkkk... É chato, mas dei risada disso, de ficar imaginando a cara da menina. kkkkk

    Beijinho

    ResponderExcluir
  17. Com uma classificação como essa...eu passo o livro. Vou assistir o filme que é melhor. Perco menos tempo do que se eu fosse ler o livro.
    Como eu disse em um comentário anterior, eu já tenho muitos livros sensacionais para ler (como a série A Seleção que comentei no outro post). Por que eu perderia meu tempo lendo um livro com uma classificação menor do que sensacional? Tô fora!

    ResponderExcluir
  18. Gosto dessa temática, mas o fato de ser um pouco confuso pode atrapalhar a leitura, mas quem sabe algum dia eu leia ele...

    ResponderExcluir
  19. Esse é outro livro que eu nunca tinha ouvido falar, a sinopse me pareceu muito boa, porém ainda ficou faltando algo em especial. Vou procurar saber um pouco mais sobre o livro e quem sabe eu não o compre.

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro, mas gostei bastante do enredo, acho que leria, apesar de não ter gostado muito de não ter capítulos, mas talvez por causa disse eu acabe lendo mais rápido ^-^

    Ps- eu não veria o filme, pois acho que perderia um pouco da "graça" na adaptação "/

    ResponderExcluir
  21. Primeira vez que vejo sobre esse livro, como assim nao tem capitulo O.o
    gente que estranho, ler o livro todo contado de uma vez sem nenhum capitulo, muito estanho.. kkkkkkkk
    Adoro essa música do Good Charlotte *-* tempasso que nao escutava ela, tive que escutar aqui

    ResponderExcluir
  22. Oi Dressa, tudo bom?
    Nossa, a premissa desse livro é instigante e apreensiva ao mesmo tempo. Fico imaginando o que se passa na cabeça da pessoa para tomar uma medida tão drástica. Uma pena que a narrativa não tenha facilitado a leitura.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir