Resenha - Minhas Lembranças de Leminski


Minhas Lembranças de Leminski
Autor: Domingos Pellegrini
Gênero: Literatura Nacional / Biografia
Páginas: 198
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Página 13
"Toda jóia já foi pedra um dia." 
Olá, tudo bem com você? 

Estava para ler esse livro a bastante tempo, porém sempre vinha postergando esse momento por achar que o livro seria cansativo de ler, até que em dia que perdi o sono na madrugada resolvi iniciar a leitura, afinal se achasse cansativo o sono viria não é mesmo? 

Mas tive um grata surpresa ao me deparar lendo o livro praticamente inteiro em apenas algumas horas, o livro apesar do genêro Biografia, ela é bem diferente da convencional e não aborda a vida inteira do poeta e escritor  Leminski, apenas alguns momentos marcantes na vida dos dois amigos. 

Quem escreve o livro é o amigo Domingos Pellegrini mais conhecido como Pé Vermelho, e Lemisnski muitas vezes é mencionado como Polaco, os dois foram muito amigos e Pé Vermelho relata muitos desses momentos. 

Em alguns capítulos é o próprio Leminski que escreve e em outros nos deparamos com a opinião ou apenas lembranças de Pé Vermelho.

Leminski sempre gostou de fazer poemas e expressar seus sentimentos.

Página 19/20
Poeta, para ser bom, tem de sofrer, escreveu Vinicius, mas sofrimento na vida a gente não precisa pedir nem esperar, vem e acontece como chuva chove, enquanto alegria é roupa que se veste como se despe por querer. 

Leminski sempre se interessou por Francês, Latim e Inglês e claro o Português e trabalhava com traduções, porém por ser poeta sempre colocava um pouco dessa poesia nas suas traduções dando um toque de originalidade.

Página 32
Tudo que eu poderia querer na vida parecia estar ali, nos livros, embarcações para epopeias, ônibus onde cabem todas as palavras, as eruditas sentadinhas em ordem alfabética, enquanto vão em pé ou mesmo encarapitadas as gírias e até os palavrões, e você viaja passando por todas, do ananás ao zenite.
Os dois amigos sempre que se viam perguntavam o que o outro estava lendo e falavam sobre, os assuntos mudavam naturalmente como em qualquer conversa com amigos, então ao ler o livro os assuntos não seguem uma ordem exata muda-se igual a uma conversa, e isso deixou a leitura fluir muito rápido.

O livro me surpreendeu bastante e fiquei com vontade de ler os livros que o próprio Leminski escreveu para conhecer um pouco mais sobre seus pensamentos. 

Ele era uma pessoa que falava sempre muito alto, casou e descasou mas sempre manteve uma rotina a de beber e de fumar sem parar. 

Esse livro foi publicado primeiramente na internet, e Pé Vermelho sonhou com seu amigo sobre isso, o livro acabou fazendo mais sucesso do que o esperado e por falar de algumas intimidades de Leminski como bebidas e muita sujeira onde morava a ex mulher de Leminski se sentiu ofendida e não quis que o livro fosse publicado. 

Inclusive o autor deixa uma resposta para isso no livro, o livro tem assuntos diversos fluiu muito rápido e fala um pouco sobre essa pessoa que apesar de se expressar muito bem escrevendo seus livros e poemas, tinha um problema muito sério com a bebida alcoólica , Leminski adorava tomar vodca e cerveja o dia todo, e logo de manhã tinha a coragem de misturar café com conhaque. 

Com tantas misturas e vivendo até os 44 anos seu fígado não aguentou e acabou morrendo de cirrose. 

O bigode pelo qual sempre foi sua marca registrada era em homenagem a Lech Walesa que liderou o primeiro movimento organizado contra o império soviético. 

Como sempre é muito comum acontecer, o livro que Leminski escreveu "Toda Poesia" acabou virando best-seller porém somente quando ele morreu. 

O livro como já disse foi uma leitura diferente e que me surpreendeu positivamente e a dica que dou é uma frase que ele mesmo usou em uma conversa com seu amigo Pé Vermelho.

Página 54
é só ler sem preconceito que você entra na festa, se quiser entrar para dançar e se divertir com as palavras; mas, se quiser entrar para sair casado com uma ideologia ou uma visão de mundo, tiao! Leve meu livro para um sebo. 

Beijos 

Até mais...







10 comentários :

  1. Esse parece ser um livro que gostaria de ler. Sou fã dos escritos de Leminski e é sempre bom saber mais sobre os autores que gostamos :D
    Beijos,

    Amanda
    www.divaliterario.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não é muito o tipo de livro que costumo ler,mas fiquei bem tentada lendo sua resenha super positiva.
    Sem contar que ficarei sabendo mais sobre a história de Leminski.

    ResponderExcluir
  3. ei Dressa,
    eu realmente não dou certo com biografias, já tentei várias e a leitura não rende, rs. Que bom que você gostou.
    Eu nunca li nada de Leminski, mas fiquei curiosa, pela forma que você falou do jeito dele escrever, nas passagens do livro que ele fez.

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii
    Confesso que não sou muito de ler biografias, mas já vi resenhas positivas deste livro.
    Já melhorou sabendo que não aborda a vida inteira do autor e tem algo mais.
    Quem sabe um dia eu leio. Bela resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Dressa achei interessante lendo a sua resenha, mas biografia é uma coisa que não rola, mas tenho vc que lê assim posso acompanhar um pouco né <3
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  6. Eu não sou muito adepta a biografias. Já tive umas experiências frustantes e não pretendo me arriscar em outra tão cedo. Podem me julgar, mas eu não gosto de poesia, talvez pelo fato da minha capacidade de interpretação ser baixíssima rs o que me leva diretamente a não me interessar pela vida de um autor que escreve poesia. Mesmo tendo diversos pontos positivos que cativam o leitor, sei que não funcionaria comigo.

    ResponderExcluir
  7. Oieee
    Eu nunca cogitaria a ideia de ler esse livro olhando apenas a capa ou o título.
    Pra inicio de conversa eu nem sabia que era Lemiski,sou uma sem cultura!
    Eu adoro biografias mas só daqueles de quem realmente sou fã,então não leria essa.
    Mas que bom que você se surpreendeu com a leitura e gostou dela :)
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Nunca li uma biografia, mas segundo sua resenha ele parece ser interessante e também nada entediante. Acho que já ta na hora de ler algumas biografias.

    ResponderExcluir
  9. Gosto de ler biografias. Esse livro parece ser interessante por mostrar a vida de um poeta brasileiro, que pelos seus excessos, morreu tão jovem.

    ResponderExcluir
  10. de cara o livro não me atraiu, primeiro pq nao sou muito chegado a biografias, e acho que nao ia gostar do livro, mas quando li a última coisa que vc escreveu da pág 54 do livro eu até fiquei curioso pra ler.. hahahaha

    ResponderExcluir