Resenha - Por que Amamos Cachorros, Comemos Porcos e Vestimos Vacas


Por que Amamos Cachorros, Comemos Porcos e Vestimos Vacas
Autora: Melanie Joy 
Editora: Cultrix
Gênero: Ciências Humanas e Sociais / Sociologia
Páginas: 198
Sinopse: Skoob

Avaliação

Olá, tudo bem com você? 

Antes que você ache estranho eu trazer uma resenha desse livro, eu explico que sou vegetariana e gostaria muito de trazer esse assunto aqui para o blog mas não encontrava uma oportunidade boa para isso, então ao ler esse livro em parceria com a editora resolvi o problema. 

Sou vegetariana já tem alguns anos, e resolvi parar de comer carne vermelha e carne branca de uma vez só, comecei a questionar como a carne chegava até mim e foi bem assustador saber de tanta crueldade feita com os animais. 

Este livro é uma iniciação a quem está pensando em parar de comer carne e traz diversos assuntos sobre o tema.

Logo no inicio a autora nos faz refletir que se você estivesse em um jantar de uma amiga especial e comesse um guisado de carne muito gostoso e quando ela falasse para você que a carne é de um         Gold Retriever você talvez iria se assustar e pararia de comer.

Se ela voltasse a falar que não era uma carne de cachorro e sim de vaca ou de boi, mesmo impressionado ainda pelo susto você talvez respiraria mais aliviado por não ter comido uma carne de cachorro.

Então ela aborda como a carne de vaca, de boi e de  porco chega até o seu prato, ela aborda como as pessoas matam os animais, como eles são criados somente para serem mortos, e fala que por termos maior convivência com gatos e cachorros não nos imaginamos comendo esses animais.

Mas a vaca, o boi e o porco são iguais aos cachorros e gatos e ela mostra que todos sentem afeto com humanos quando se convive juntos, muitas vezes porcos e vacas são até mais carinhosos com os humanos do que cachorro e gato. 

Página 31
Em grande parte do mundo industrializado, comemos carne não porque tenhamos de comer, comemos carne porque optamos por isso. Não precisamos de carne para sobreviver ou mesmo para sermos saudáveis, milhões de vegetarianos saudáveis, que tiveram uma vida longa, provaram esse ponto.
Comemos animais simplesmente porque é o que sempre fizemos e porque gostamos do sabor que têm. A maioria das pessoas come animais porque as coisas são assim mesmo.

A autora fala de uma maneira bem fácil de entender que a partir do momento que paramos para pensar como vem a carne em nossa mesa, e porque comemos carne a opinião de muita gente pode mudar em relação a isso.

É muito mais fácil comer carne sem questionar, afinal o gosto é bom e não precisamos saber de que maneira os animais morrem.

O livro é bem pesado nos relatos sobre os maus tratos que os animais sofrem para morrer, principalmente com os porcos. 

O livro aborda a opinião sobre vários aspectos e a leitura flui rápida , os números de animais mortos por dia assustam, talvez muitos de vocês que comem carne acha desnecessário saber quantos animais são mortos e como eles chegam no prato, mas lendo mais sobre o assunto percebemos que não precisamos da carne para nos sustentar.

Página 39
O agronegócio americano abate dez bilhões de animais por ano, neste número não estão incluídos os estimados dez bilhões de peixes e outros animais que são mortos anualmente. São 19.011 animais por minuto ou 317 animais por segundo No tempo que você levou para ler esses parágrafos, aproximadamente 60 mil animais foram mortos.

Se a população parar de comer carne o número de animais que vão para o abate acaba diminuindo e uma pessoa que deixa de comer carne já faz uma diferença. 

Uma coisa importante que se fala no livro é que a carne contém muitas bactérias, e pela maneira como é feita em vários testes realizados trazem doenças para quem consome.

Comer animais é uma maldade contra todos eles e também contra o mundo.

Página 139
A produção de carne em grande escala é uma das principais causas de destruição ambiental. O gás metano emitidos de milhares de depósito de esterco esgotam a camada de ozônio.

O livro é bom, mas acho que deve ter sequência, se for volume único ainda acho que faltou mais explicações sobre o tema, principalmente para quem ainda não é vegetariano, mas a leitura é recomendada sim e com certeza vale a pena repensar o que se come. 

A edição do livro está simples, as letras estão de bom tamanho, e as páginas são brancas, achei que faltou abordar mais o titulo do livro na parte de "vestimos vacas" essa parte acabou não sendo muito abordada, mas nada que atrapalhe a leitura.

Sei que é um livro diferente, nem todos vão se sentir a vontade de ler, por isso quis resenhar e trazer aqui para o blog, caso não sintam vontade de ler pelo menos trouxe o assunto em questão e quem sabe faça você repensar no que você come.

O livro traz dicas do que se pode substituir no lugar da carne, traz lojas e sites com opções vegetarianas e com certeza uma leitura indicada para quem pretende saber mais sobre o assunto.

"A questão não é se os animais podem raciocinar ou falar e sim, eles podem sofrer?" 

Beijos 

Até mais...


16 comentários :

  1. Muito legal a resenha, acho que é um livro bacana de se indicar para as pessoas conhecerem mais sobre o que consomem e como os animais são tratados. Eu não sou vegetariana, mas respeito/admiro quem seja, pois é uma escolha de cada um. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa.
    Bom, não sou vegetariana, mas uma das minhas melhores amigas é (e ela vive tentando me convencer kk). Super respeito, porque é uma escolha de cada um e tudo mais, acho que para quem tem essa pretensão de parar de comer carne esse livro deve ser realmente muito interessante.

    Beijos,

    http://julianamoreire.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito legal a iniciativa do livro, e é verdade mesmo, super protegemos cães e gatos e não nos importamos com outro animais, isso faz a gente pensar. Não sou vegetariana mas tenho uma amiga que é e admiro muito quem é, acho uma escolha muito bonita; infelizmente não consigo ser por questão de gosto meu mesmo, gostaria de ser mais forte pra isso. Enfim, bela resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. o titulo e simplesmente legal kkk beijos amei a resenha otina e cheia de atitude kkk
    Blog: livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa..
    Eu sou estudante de Biologia, sou até suspeita para falar. A verdade é que tentei virar vegetariana duas vezes e não consegui..e todos que comem carne na minha sala são criticados pelos veganos..rs Mas eu ainda vou conseguir, tudo tem seu tempo né.
    Acho que este livro é perfeito para o momento que estou vivendo. Adorei sua resenha e a ideia do livro. Não tenho dúvidas que leria ele. Quem sabe ele me dá o empurrãozinho que preciso para virar vegetariana.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia muito sobre esse livro, curti a resenha.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não sou vegetariana,mas já li esse livro e me senti muito culpada em comer carne.
    É muito brutal a maneira como esses animais são mortos.
    É um assunto muito polêmico e difícil de opinar.

    ResponderExcluir
  8. Muito legal o tema do livro. Não sou vegetariana , mas não como carne porque sinto que animais não deveriam servir de refeição. beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Dressa achei muito interessante o trocadilho do titulo do livro, mas esse tema é muito importante e tenho muita dúvidas, eu como mais carne vermelha mais por hábito mesmo do que necessidade eu acho que fico bem sem ela. As crianças adoram peixes e todos os tipos de verduras, e mesmo que não gostem eu os obrigo a conhecer e comer mesmo assim! Adorei sua resenha!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  10. Olá Andressa, tudo bem?
    A premissa do livro e a sua resenha parece ser um livro bem forte, principalmente por lemos situações em que os animais são mortos. Parece ser bastante forte, e realmente bem difícil de opinar sobre ele. Tenho muita vontade de parar de comer carne, mas infelizmente não consigo. Espero que eu mude isso,e consiga pelo menos comer no início carne branca.
    Gostei bastante da resenha e do modo que você descreveu o livro. Muito verdadeira!
    Beijos,e muito sucesso!
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Meu, que interessante, eu nem sabia que existia livros que falavam sobre isso. Gostei que tenha um livro relatando sobre essas coisas.

    ResponderExcluir
  12. O título desse livro é muito bom, chama a atenção. Gostei muito do assunto. O abuso contra os animais é um asdunto sério. Gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia este livro, mas ele parece ser interessante. O título é bem chamativo.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Achei legal você trazer uma resenha de um livro que não vemos em outros blogs literários. As questões abordadas nesse livro são bem interessantes mesmo. Acho que as pessoas que pensam em ser vegetarianos e/ou veganos vão adorar. Confesso que esse livro não meu estilo, então esse eu passo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Concordo com você em diversos sentidos, virei vegetariana por um tempo, mas passei mau e minha família ligou isso ao vegetarianismo. Voltei a comer carne, mas faço com um certo desgosto e sei que quando não tiver de prestar contas sobre o que como, procurarei um nutricionista e me tornarei vegetariana de novo. Acho a premissa do livro totalmente relevante, é importante que as pessoas passem a conhecer os bastidores desse mundo, que muitas vezes fingimos não ver. E quem sabe até se conscientizar e mudar de vida? Lerei com certeza!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Uau bem interessante o nome desse livro mas não curti a parte dos relatos pesados em relação aos animais :(.Já tentei por um curto tempo ser vegetariana mas sempre acabava me esquecendo desse fato e comendo carne até que desisti.Muito bom ficar sabendo desse livro.

    ResponderExcluir