Literatura Nacional - Vamos Conhecer?


Olá, tudo bem com você? 

Estou de volta com essa coluna que adoro e vim apresentar uma nova autora nacional para você, Lilian Farias, vamos conferir seus livros já lançados e depois o bate papo com a autora? 





A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora crua, ora poética, a trama nos obriga a enfrentar o espelho e se ver como nunca imaginou antes. Pois ao mergulhar neste romance, o que fará você pensar não é a forma como vê o amor, mas sim a forma com que ele se volta em sua direção. Esteja preparado. (Danilo Barbosa - Autor de Arma de Vingança)



O céu é logo ali” se desenvolve em um turbilhão de sentimentos, em facetas representadas por duas personagens e o que as cercam, com desejos, sonhos, lembranças, descobertas e inquietações marcando um encontro em que histórias paralelas se unem pelo mesmo ideal: liberdade! Mas, o que é a liberdade? O que aprisionava Dolores e Clarice para que o encontro pudesse salvar suas almas encarceradas? Ao adentrarmos nos mundos distintos dessas duas jovens, mergulhamos numa profusa miscigenação de anseios, lutas, estratégias de sobrevivência. A história de duas mulheres que unidas pelo destino resolvem aflorar todo fluxo de sobrevivência do "ser", do corpo, da alma, da mente, que advém quando se é permitido ser livre. Liberdade, essa, assemelhada a quem saboreia o vôo das borboletas.

Vamos conhecer quem escreve?


Qual seu nome completo?

Lilian de Souza Farias

Cidade onde Mora ?

Aracaju - SE

Quando surgiu a vontade de escrever um livro?

Na Faculdade. Sempre escrevi e jogava o que escrevia no lixo. Uma professora de Teoria Literária me apoiou muito!

Qual é seu autor ou autora favorito? 

A Simone de Beauvoir; Clarissa Pinkola Estes; Clarice Lispector; Virginia Woolf; Florbela Espanca; Hilda Hilst; Cassandra Rios etc.
"Fico perplexa com o fato de as mulheres hoje em dia chorarem tão pouco e, quando o fazem procuram justificativas. Fico preocupada quando a vergonha ou desabito começam a eliminar uma função natural. Ser uma árvore florida e estar cheia de seiva é essencial, senão você pode se quebrar. Chorar faz bem, e é certo. Chorar não cura o dilema, mas permite que o processo continue em vez de entrar em colapso." (Clarissa Pinkola Estes)

Qual a maior dificuldade hoje no Brasil para se lançar um livro?

Não tive dificuldade com editoras. Mas divulgação e distribuição são bem complicadas. O que existe é uma panelinha das grandes editoras com as livrarias, infelizmente. Minha sorte são o trabalho de Blogueiros literários, como o seu!

Qual seu estilo de leitura favorito?

Gosto de tudo, mas, às vezes, barro com Terror, pois me dá dor de barriga. Sério gente, não riam de mim!

O que o Leitor pode esperar de "Mulheres que Não Sabem Chorar" ?

Um livro forte, intenso. Cheio de relatos de mulheres reais, com dramas, sonhos e carências. Apesar de as histórias serem reais, foram centradas apenas em três personagens fictícias e eu romanceei tudo. Um amigo disse que consegui poetizar a homofobia sem tirar seu ônus da crueldade. Mas isso cada leitor que tem que decidir.

Qual é a sensação de ter o seu livro publicado? Quanto tempo demorou para escrevê-lo?


O tempo de escrever é rápido, as vezes, mas as pesquisas demoram muito. Quando entrevistei uma mulher vítima de violência, passei dias depressiva. Mas houveram outras entrevistas que deram fôlego, alegria, vontade de mudar o mundo. Comecei Mulheres que não sabem chorar em 2010. Esses 4 anos, eu entrevistei centenas de mulheres.

Quando vi o livro impresso, a sensação foi a mesma que as mães que seguram seus filhos pela primeira vez, descrevem.

Você escolheu um tema bem polêmico para tratar no seu livro o amor entre duas mulheres, você espera atingir públicos diversos com o seu livro ou ele é mais voltado para o público que se identifica com esse amor?

O livro é voltado para todos aqueles que estejam de coração aberto. Apesar de ser um romance homoafetivo, transcende tudo isso. É um romance que trata da essência da mulher.

Algum personagem do seu livro têm haver com você?

Sim. Nossa, quando terminei o livro, chorei muito, senti alívio e me vi tanto em Marisa como em Olga. Também me vi em Ana, pois tive a oportunidade de começar.

Deixe uma mensagem para nossos leitores:
Deixo beijinhos literários para todas e todos e uma perguntinha que sempre faço e me faço:

“A cada uma hora e meia, uma mulher morre vítima de violência masculina no Brasil...”

O que nós fazemos para mudar essa realidade?


Adorei ter conhecido um pouco mais sobre a autora e seu livro, quem ficou com curiosidade sobre o tema do livro, estarei lendo em breve então aguardem resenhas e outras surpresas :)

Quero agradecer a Lilian, que foi super simpática comigo e desejo todo o sucesso do mundo para você Lilian , sempre que tiver novidades as portas do blog estarão abertas para você!

Beijos

Até mais ...

30 comentários :

  1. Muito legal esse bate papo, ainda não li nenhum livro dessa autora, curto muito Literatura Nacional, os dois livros parecem serem ótimo, fiquei bastante interessada me ler!

    ResponderExcluir
  2. Eu leio bastante livro nacional e gosto muito, ainda não tive oportunidade de ler nada da autora mas quem sabe em breve
    ⋙ Um beijo, te espero no blog
    blog Livros com café

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha visto o livro Mulheres que não sabem chorar, que tem uma capa linda, mas não li. E nem conhecia a autora, foi bacana conhecer um pouco mais dela. Quero muito ler os livros dela. Fiquei bastante interessada, parecem ser ótimas leituras.

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler Mulheres que não sabem chorar, por trazer um tema não comum á leituras que vemos por ai.
    Esse nacional já está na minha lista e espero lê-lo em breve.
    Adorei o bate-papo com a autora.
    Beijos
    Construindo Estante

    ResponderExcluir
  5. Uau! Amei as sinopses, os livros parecem ser super bem escritos e bem interessantes, além de tudo é nacional (o que eu amo!). Vou dar uma olhada nas livrarias pra ver se eu acho! Amei o bate-papo, é uma forma de agente poder conhecer um pouquinho dessas divas da literatura.

    ResponderExcluir
  6. Amei as sinopses! Fiquei curiosíssima para ler os trabalhos da autora.
    Ela foi uma mulher muito corajosa por abordar um tema tão difícil e frequente nos dias de hoje.
    Fico muito feliz quando vejo que os autores nacionais estão sendo reconhecidos como merecem, aqui no Brasil.
    Adorei conhecer a autora e o bate-papo
    Beijos

    http://entrelinhaslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia os livros mas as sinopses são boas. Gostei da entrevista, é sempre bom conhecer os autores!

    ResponderExcluir
  8. O livro O Céu é logo Ali, parece ser muito bom.
    Gostei bastante da sinopse. E a capa é lindinha!

    ResponderExcluir
  9. Mas a Lilian é super fofa mesmo, e amei o trabalho dela, tô super curiosa pra descobrir o que ela colocou em seu livro Mulheres que não sabem Chorar, onde lhe causou um pouco depressiva por ouvir relatos, eu também ficaria do mesmo jeito...

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  10. Olááá!
    aaaah que bacana sua iniciativa!
    que a mais blogueiros entrem nessa onda!
    eu já li algumas resenhas do "As mulheres que não sabem chorar" e parece super interessante!
    adorei o bate papo!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  11. Oi Andressa!

    Adorei a entrevista! A autora parece ser muito querida! Achei lindas as capas dos livros, parecem ser histórias bem marcantes, gostei. Tive que rir quando ela disse que terror dá dor de barriga, tenho a mesma sensação, muito ruim... Desejo muito sucesso à escritora! :)

    Bjs!
    CarinaPilar.com | Conheça o movimento "Literatura Nacional Eu Apoio!"

    ResponderExcluir
  12. Oi Dressa, tudo bom?
    É muito bom ter esse espaço para divulgar a literatura nacional. Conhecia a autora por meio de outros blogs e fiquei interessada no último livro dela porque a temática é bem difícil. Eu também não sou muito fã de livros de terror.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu sou parceira da Lilian e amei o Mulheres que não sabem chorar.
    A conheci o Mochila Literari no rj e fiquei impressionada com o que estava enfrentando para lança-lo.
    Nos tornamos amigas e hoje a admiro mais ainda!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  14. Muito simpática a Lilian e interessante o tema do livro também. Infelizmente eu li algumas resenhas negativas do primeiro livro apresentado que me tiraram um pouco a vontade de ler mas quem sabe no futuro. beijos

    ResponderExcluir
  15. Esta aí dois livros que quero muito ler. Já ouvi muitos elogios.
    Gostei de conhecer um pouquinho mais da autora. Acredito que os blogs literários trazem muito retorno para autores nacionais. Mas a trajetória nunca é fácil totalmente.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. adorei a entrevista...
    ainda não tive oportinidade de ler esse livro, mas tenho lido criticas positivas a respeito...
    com certeza será uma leitura futura

    ResponderExcluir
  17. Que capas bonitas e sinopses interessantes. Achei bem interessante.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Não li nada dessa autora. Vou pesquisar. Muito boa a divulgação de livros nacionais.

    ResponderExcluir
  19. Confesso que não tenho por costume ler livros nacionais. Quero muito mudar isto, mas sempre acho as sinopses chatas ou bobas. Mas é sempre bom conhecer autores novos e isto não deixa de ser um incentivo.

    ResponderExcluir
  20. Andressa!
    Fico sempre muito feliz em ver autores nacionais se destacando.
    No caso da Larissa tão nova e já com dois livros e daqui bem pertinho, fico ainda mais feliz em ver uma nordestina se destacando.
    Gosto das entrevistas porque podemos conhecer um pouco mais sobre como tudo começou e da biografia da autora.
    Muito bom!
    Sucesso Larissa!
    Bom domingo!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Fico feliz que a literatura nacional esteja se expandindo cada vez mais. Quando ao livro da autora, parece ser bem interessante, é um assunto polêmico mas talvez abra os olhos de muita gente por aí! ;)

    ResponderExcluir
  22. Fiquei com muita vontade de ler O céu é logo ali, gosto muito de ler livros que me façam refletir, acho que vou chorar um pouco também rsrs. Que bom que existem blogueiros literários que apoiam autores nacionais. Eu também não gosto de terror, rsrs. Beijos

    ResponderExcluir
  23. Gostei bastante da entrevista. Pelo que deu pra perceber, a Lilian adora trabalhar com temas mais polêmicos e/ou densos. Gosto dessa ousadia.
    Desejo muito sucesso a ela.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  24. A capa deste livro é lindaa!
    É legal saber q a autora se viu em algumas personagens, isso dá uma personalidade a mais p a história!
    Com certeza irei l^-lo

    ResponderExcluir
  25. Eu sou uma pessoa que julga pela capa e amei essas capas, com certeza eu vou comprar quando achar ^^
    Adorei as sinopses e principalmente pelos livros serem nacionais <3

    ResponderExcluir
  26. Jovem e talentosa isso define esta autora!
    Adooorei ambos livros ! Espero que tenha muuuito sucesso bom o livro
    que sinceramente tem otimas historias

    BLOG- http://b-maluco.tk/
    INSTAGRAM-> http://instagram.com/blog_maluco
    WEHEART- http://weheartit.com/Gikura_Viey

    Ficarei feliz em receber sua visita em meu Blog. Obrigada

    ResponderExcluir
  27. Oiii
    Gente, que pessoa mais amor! Eu já ouvi falar do livro dela!!!! Não acredito que ela mora em Aracaju! Eu sempre que posso vou lá, é bem perto da minha cidade, tô morta! kkk Será que algum dia ainda posso me encontrar com ela? kkk Então, me emocionei com a entrevista dela, ela fez um trabalho incrível para o livro dela e fiquei louca pra ler. Me interesso bastante por livros que abordam o homossexualismo, porque é mais uma forma de abrir nossa mente e possuir embasamento para defender essa causa, o fim do preconceito! Quero esse livroooo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oie..
    Desconhecia a autora, mas adorei saber um pouco mais sobre ela!
    Ela parece ser muito simpática e meiga!!
    O livro tem uma premissa bem interessante e o título chamou bastante minha atenção!

    ResponderExcluir
  29. Simpatizei muito com a Lilian e não sabia que podia se esperar tudo isso do seu livro.Gostei do tema por ser algo meio novo pra mim por li quase nada de livros assim.
    E que ela continue fazendo todo esse sucesso.

    ResponderExcluir