Resenha - Proibido


Proibido
Autora: Tabitha Suzuma
Editora: Valentina
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Páginas: 302
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Você pode fechar os olhos para as coisas que não quer ver, mas não pode fechar o coração para as coisas que não quer sentir. 

Olá, tudo bem com você? 

Sabem por que avaliei 2 vezes  com 5 xícaras de chocolate quente? - Pois é... Minha nota dada ao livro é  10: infinitas xícaras de chocolate quente!  Neste ano,  foi  o melhor que já li - diria até que o melhor livro da minha vida!


Confesso que logo que saiu o lançamento e li a sinopse fiquei extremamente curiosa para ler, depois que vi duas avaliações no Skoob uma falando que era ótimo e outra falando que era péssimo isso só me ajudou a comprar logo o livro e esse foi uma das compras que fiz na bienal e ainda com desconto :) 

O livro narra a vida de uma família diferente, destruída mas unida ao mesmo tempo, os capítulos são narrados em primeira pessoa pelos dois personagens principais da história, Lochan e Maya dois jovens que precisam carregar todo o fardo de manter a família em pé e fazer todas as responsabilidades como irmãos mais velhos tem a fazer. 

A mãe de Lochan e Maya é viciada em Alcoól e raras são as vezes que fica em casa com seus filhos, ela os abandonou depois que seu marido a largou por outra mulher, o pai sabendo do problema da mãe em relação a bebida ao invés de ajudar as crianças se afastou totalmente deixando todos sozinhos. 

Página 35
É horrivel você sentir vergonha de alguém que você ama; é uma coisa que te rói por dentro. E, se você deixar que te afete, se desistir da luta e se entregar, a vergonha acaba por se transformar em ódio.

Desde então Lochan assumiu o papel de irmão mais velho e age como um verdadeiro pai para as crianças, além de Maya que é apenas 1 ano mais nova que ele, temos Kit que tem 13 anos, Willa que tem 5 anos e Tiffin que tem cerca de 7 anos. 

Maya e Lochan por serem mais velhos se revezam em buscar as crianças na escola, limpar a casa, fazer comida e ainda brincar com as crianças, a mãe trabalha em um bar e tem um caso com o dono do bar e aproveita para nunca ficar em casa. 

Lochan está no último ano escolar e tem toda pressão dos estudos em sua cabeça, mas nada pesa mais do que se tornar um exemplo para seus irmãos, Lochan sofre muitas vezes calado, ele tem pavor de falar em público, morre de vergonha de ser o centro das atenções e esse comportamento só o fez se afastar ainda mais de seus colegas na escola.

Maya é muito amorosa com seus irmãos e sabe se socializar mais, por ser mais amavél chama muito a atenção de vários garotos na escola, e sua amiga até faz ela sair com um garoto, porém ela percebe que não consegue ficar com ninguém. 

Lochan ao saber do encontro que Maya teve com um rapaz de sua sala fica com muito ciúmes e a partir daí que toda a história começa , os dois acabam se envolvendo e percebendo que se amam. 

Apesar de ser chocante saber que eles são irmãos de sangue do mesmo pai, da mesma mãe a autora soube conduzir toda a história de maneira singular e eu estava tão envolvida na história que não consegui sentir nenhum tipo de repulsa por esse relacionamento que floresceu e apareceu. 

É como se eu descobrisse ao mesmo tempo que os personagens que esse sentimento era o que estava escondido neles e acabou sendo necessário colocar para fora. 

Página 130
É um sentimento tão imenso que às vezes acho que vai me engolir. É tão forte que sinto que poderia me matar. E não para de crescer, e eu não posso... não sei o que fazer para estancá-lo. Mas... nós não podemos fazer isso... nos amar assim!

O livro não é hot, não mostra de jeito nenhum coisas que nos façam sentir envergonhados, muito pelo contrário me fez torcer para ver eles juntos, não porque estava a favor do incesto e sim porque Tabitha Suzuma a autora de Proibido me fez perceber como é o amor no sentido real da palavra. 

Ela poderia muito bem mostrar o mesmo sentimento entre duas pessoas do mesmo sexo, ou médico e paciente, professor e aluno, primos, irmãos sem saber que eram, enfim relacionamentos que são considerados "proibidos" pela sociedade, mas ela quis chocar fazer com que fosse uma coisa realmente inaceitável, afinal os dois sempre conviveram juntos, e assim ela me fez enxergar a vida e a forma das pessoas se amarem independente do que sejam totalmente diferente. 

Respeitar o próximo e os sentimentos alheios é a única mensagem que podemos tirar desse livro que é um aprendizado para a sociedade, eu diria que esse livro é aquele tipo de livro que recomendo de olhos fechados, que quero fazer todo mundo que eu conheço ler e se identifcar também com tudo que é relatado na historia. 

Página 131
-Nós não fizemos nada de errado! Como o nosso amor pode ser considerado horrível, quando não estamos fazendo mal a ninguém?
Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?

Impossível não se sentir tocado com tudo que é relatado e não se emocionar com várias situações emocionates e as indagações dos personagens, Maya se questiona também como pode amar Lochan e se imagina como seria amar Kit que também é seu irmão e a reação é a mesma que a minha ou a sua caso tenha um irmão e isso dá o verdadeiro realismo a história.

Página 137
Ter um relacionamento com o próprio irmão? Ninguém faz isso, é nojento, seria o mesmo que namorar Kit. Chega me dar um arrepio. Eu amo Kit, mas a idéia de beijá-lo é asquerosa em último grau. Porque então é diferente com Lochan? Porque Lochan nunca pareceu com um irmão. Nem um caçula chato, nem um irmão mais velho mandão. Eu e ele sempre nos relacionamos de igual para igual. Fomos os melhores amigos desde que nos entendemos por gente. Carregamos um fardo inexplicável diante aos olhos do mundo, sempre nos amamos, e agora queremos poder nos amar fisicamente também.

A relação dois dois é tão forte que mesmo sendo proibido e eles sabendo disso eles tentam se afastar mas a vontade que eu tinha quando li esse livro era de ver os dois juntos mesmo sabendo o quão errado é , quer dizer depois de terminar de ler esse livro eu não sei mais definir o que pode ser errado em ver duas pessoas que se amam e simplesmente assumem esse amor, afinal não escolhemos e nem controlamos quem iremos gostar não é verdade? 

Pagina 154
No fim das contas, o que importa mesmo é o quanto você pode suportar, o quanto pode resisitir. Juntos, não fazemos mal a ninguém ; separados, nós definhamos.

A edição do livro está impecável, letras em bom tamanho, capítulos curtos e separados, páginas amareladas, cada capítulo tem um coração com espinhos e nome de quem narra, e nas outras páginas temos desenhos no inicio da página como podem ver abaixo: 




A leitura fluiu muito rápida e nunca pensei que fosse torcer para o casal ficar junto, mas já adianto para você,  esteja preparado para fortes emoções, eu não costumo chorar lendo livros e esse foi um dos que me fizeram chorar muito, e também coloquei uma quantidade consideravél de post it :


 O final eu achei previsivél e com certeza amei pois faria a mesma coisa, então termino aqui essa resenha mas antes com um pedido:  "Que você leia esse livro e depois julgue, mas primeiro dê uma chance a leitura!" 

Página 248
Vejo tantas relações superficiais ao meu redor, tantos caras que só estão interessados em sexo, em mais um troféu para sua coleção de conquistas, antes de passar para a próxima. É dificil de entender por que alguém entra num relacionamento sem qualquer sentimento verdadeiro, substancial, e no entanto ninguém os julga por isso. Eles são "jovens"; estão "só se divertindo" e, é claro, se é o que querem, por que não fariam isso? Mas nesse caso, por que é tão terrível assim que eu fique com a mulher que eu amo? Todo mundo tem o direito de fazer o que quiser, de expressar seu amor como bem entender, sem medo de assédio, ostracismo, perseguição ou mesmo a lei. Até relacionamentos emocionalmentes violentos e adúlteros costumam ser tolerados, apesar do mal que causam aos outros. Na nossa sociedade progressiva e permissiva, todos esses tipos de "amor" daninhos e doentios são permitidos - mas não o nosso. Não consigo pensar em nenhum outro tipo de amor que seja tão unanimente rejeitado, embora o nosso seja profundo, apaixonado, generoso e forte a tal ponto que uma separação forçada nos causaria uma dor intolerável. Estamos sendo punidos pelo mundo por um única e simples razão: o fato de termos sido gerados pela mesma mulher.


Beijos

Até mais...




44 comentários :

  1. que resenha linda!! me animei pra ler agora :)
    http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Incesto é tema bastante polêmico, estou doida pra ler esse livro e conferi como a autora aborda isso, que pelas várias resenhas que li é de forma muito emocionante.

    ResponderExcluir
  3. Você não imagina Andressa,o grande desejo que tenho em ler esse livro!
    Quando soube do que a história tratava,fiquei bem curiosa em como a autora conduziria a trama.
    Essa é a segunda resenha que leio.E diria que praticamente foi a mesma opinião: super positiva!

    Vou esperar o preço diminuir um pouco,para adquirir. rs

    ResponderExcluir
  4. Nossa!!! #supercuriosapraler, já tirei foto dele e vou correndo na Saraiva comprar rsrsrs, bela resenha, beijos

    http://www.angelimcosmeticos.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Andressa, bem já falamos muito sobre o livro mas vamos lá.

    Tenho que concordar o livro me mudou, a maneira que penso é diferente pois Thabita fez com que eu olhasse tudo de outra forma.

    Este ultimo quote é uma provinha da quantidade de fatos que ela joga na nossa cara e o pior, que realmente estamos acostumado a "aceitar", o quote (neste pequeno pedaço) e não só este como muitas outras passagens incríveis do livro mostra a grandeza que ele representa.

    Sim, Proibido foi até hoje a melhor leitura que fiz, que me tocou intensamente sem precisar ser agressivo, a autora tem uma sutileza sem igual, e consegue fazer que baixemos a guarda diante de um assunto tão polemico.

    Enfim, é difícil colocar em palavras né? nem sei se consegui fazer isso na minha resenha, o sentimento propriamente dito adquirido sobre o livro só consegue sentir quem realmente leu. Então assim como você indico a leitura a todos, deixem os ditos pré conceitos de lado e leiam Proibido, você vai se dar conta que mais do que valeu a pena, se fará necessário para suas vidas.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Eu estou curiosa desde que li a sinopse e apesar de já saber o final :( eu ainda quero ler... sua resenha só mostrou que preciso conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Todo mundo está MEGA falando bem desse livro e estão me deixando louca de vontade de comprar *-*
    Sua resenha só aumentou essa vontade em mim, mas meu tempo pra leituras está super curto ):
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Dessa! Eu mooorro de vontade de ler esse livro desde o lançamento dele. Achei muito ousado a autora escrever um livro com esse assunto, mas um ousado bom! Não tenho irmãos então não sei se eu sou a favor ou contra, nunca vi uma situação dessas perto de mim também, mas eu quero ler esse livro e então poder "escolher um lado".
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Eu nem tenho muito o que falar desse livro. Ele é prioridade na minha lista de desejados e já está inserido nas compras que farei mês que vem. Sobre a sua resenha: fantástica. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nem vou falar muito pra não parecer aquelas avós chatas que vivem dizendo que no tempo delas não tinha nada disso. Concordo com os quotes e com o que você disse, sobre a mensagem que o livro tem a passar, mas no meu ver, tem um limite pra tudo. Me refiro até mesmo a qualquer tipo de casal; temos de respeitar, mas não significa que tenho obrigação de concordar com tal escolha, e não que isso faça diferença também, porque a vida é de cada um e não temos o que meter o dedo pra ficar julgando né. Não sei se o livro cita isso, mas o pior problema de uma relação entre irmãos, não é achar nojento, e sim as sequelas óbvias que trará caso eles decidam ter filhos (porque né, se eles se amam de tal forma avassaladora, eles pretendem passar o resto da vida juntos), e isso sim acho que poderia ser evitado ao escolher uma pessoa que não tenha nenhuma conexão com sua família dentre tantas nesse mundo.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "O Doador de Memórias" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se pudesse ser evitado não se chamaria "Amor" não conseguimos escolher por quem vamos nos apaixonar, e quem dera fosse possível então vale a pena ler o livro pois só assim vai entender o que digo ;)

      Beijos

      Excluir
  11. Amei a sua resenha, e achei a capa do livro uma das mas bonitas que eu já vi, mas o tema "amor entre irmãos" não me fez gostar tanto, mas já o próprio titulo diz né. Acho super legal a autora colocar temas como esse, mas eu não vou ler, não pelo fato de não ter gostado da resenha e tal, mas pelo fato do tema mesmo...

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  12. Oiiii Dre!!

    Confesso que gosto de livros mais leves e, ao saber que o livro tratava de incesto, não fiquei muito animada a ler. Mas, pelo o que vi na sua resenha a autora soube tratar um tema polêmico de uma forma não muito pesada. As 10 xícaras de chocolate quente me fizeram ficar curiosa quanto à história e a forma de escrita da autora!

    Beijos

    Mari
    Cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ai ai, diante de uma resenha tão empolgada, quem não teria curiosidade em ler?
    Deve ser realmente bom por toda sua descrição e saber que coce chorou ainda.
    Adoro livros que me fazem chorar de emoção.
    Leria com certeza.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Dressa tudo bem, esse livro Proibido é muito intenso, e as pessoas acaba julgando o diferente e o desconhecido. Foi igual qdo li Adultério e todo mundo falou mal sem entender ou ler, eu tenho muita curiosidade de ler esse livro, e pela sua resenha que ficou ótima nos dá uma outra atmosfera para a leitura do livro! Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bom?
    Dressa fiquei curiosa para ler esse livro depois do que você falou e após ter lido a resenha do Estante Diagonal. Eu acho que a autora deve ter escrito uma baita história para conseguir inserir o leitor no universo desses irmãos. Acho que só podemos julgar qualquer coisa depois que fizermos a leitura. Enfim, sua resenha ficou sensacional e espero ler o livro em breve para que a gente possa fofocar sobre ele.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. adorei a resenha...
    me surpreendi com o livro...
    em breve estarei lendo esse livro...
    obrigada pela dica...

    ResponderExcluir
  17. Eu preciso ler esse livro, apesar da gente sempre ter um pré-conceito a respeito do encesto, achei bem bacana o enredo do livro. E pelo visto a autora soube abordar bem o tema, de forma que nos faz refletir e até talvez rever certos conceitos do que é "totalmente errado" pela sociedade. E isso foi um dos pontos que me despertaram bastante curiosidade. E já de antemão fiquei "p" da vida com os pais, pra quê tem filho se é pra "abandoná-los" dessa forma? Sinceramente viu. Mas enfim, espero ter oportunidade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  18. Oii
    Nossa, eu morro de vontade de ler esse livro, já faz tempo, antes mesmo de ser lançado aqui no Brasil, principalmente pelas críticas positivas. Mas confesso que fico receosa, porque o tema parece ser tão forte que eu não sei como me sentiria, é muito complicado explicar.
    Sua resenha me fez querer ler mais do que eu já queria. Estou realmente muito curiosa, mas não sei como vou reagir durante a leitura.
    Não gosto de chorar muito em livros, mas já sei que vou desidratar pelo que li da sua resenha :'(
    Beijos

    http://entrelinhaslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi tudo bom?
    Nossa, esse livro parece um livro forte. Eu to correndo de romances, mas as resenhas cada vez me deixam mais curiosos sobre ele, vou ter de conferir

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Esse livro me deixou deprimida! É uma história linda, uma história de amor verdadeiro e proibido, mas é uma história trágica. Durante a leitura eu mantive a cabeça aberta e realmente entendi os personagens, claro que eu ainda não acho nem um pouco saudável um relacionamento desses, mas eu realmente compreendi os personagens e isso me deu uma nova perspectiva da vida.
    Eu não vou dizer que é o meu livro favorito e que eu amei, porque teve muitas coisas que aconteceram no livro que não me agradaram ( o que não é nada em relação ao relacionamento da Maya e do Lochan) e que eu fiquei pensando e não me convenceu. Mas, no fim, eu acho que esse é o tipo de livro que todos deveriam ler, porque nós sabemos que existe relacionamento assim em todo mundo ( existe muito mais do que agente sabe) e esse livro ensina a compreender e não julgar as pessoas que passam por isso.

    ResponderExcluir
  21. Nossa, Dressa, 10 xícaras?! Agora sim estou desesperada para ler esse livro. Amei a resenha, é mais uma que leio elogiando e falando da sensibilidade da escrita da autora. O tema realmente é polêmico, e dependendo da forma como fosse abordado, tinha tudo para ser até repulsivo aos leitores.

    Esse livro sem dúvida está no top da minha lista de desejos, rs

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Não fui muito com a capa do livro e conforme fui lendo a resenha... WOW! Que livro POLÊMICO! Estou num misto de curiosidade e tensão, não sei se estou preparada para a leitura de algo tão forte assim.

    ResponderExcluir
  23. Por um momento eu achei que estava com problema de vista e estava vendo duas vezes as xícaras de chocolate quente, mas depois quando você explicou eu fiquei mais tranquila kkkk.

    Ainda não li o livro e confesso que não estava muito interessada, mas depois de ler que essa foi a sua melhor leitura do ano eu fiquei bem curiosa para conhecer essa história.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Eu liiiii.... Achei incrível.
    Comecei a ler com um certo pré conceito... mas a autora soube desenvolver muito bem a história. Sem contar a capa, achei linda!

    ResponderExcluir
  25. Andressa!
    Chocante! acho que essa é a palavra que define o livro.
    Como diz a música: "Toda maneira de amor vale a pena".
    Fomos criados carregados e preconceitos e isso nos causa uma certa indignação a princípio, mas quem pode julgar o amor?
    Não li ainda, mas fiquei bem intrigada e curiosa para saber a abordagem da autora.
    A capa é linda!
    Bom domingo!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Nossa! Desde a primeira vez que vi a capa desse livro já achei impecável, e seria uma daquelas compras que a gente compra só pela capa, rs. Mas depois dessa resenha, eu preciso desse livro pra ontem, você disse que a leitura flui muito rápido, mas quando eu quer tanto ler um livro, leio tão de vagar, porque não quero perder nenhum detalhe.
    Acho esse assunto tão instigante e espero que não seja muito caro, porque quero MUITO mesmo. Parabéns pelo resenha!!! <33

    ResponderExcluir
  27. Oi Andressa. Eu não sei o que pensar sobre essa história, é totalmente diferente de todos os livros que já tinha ouvido falar. É realmente chocante, no entanto passa uma mensagem, por essa mensagem eu queria ler, mas ainda não tenho certeza. Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Andressa.. Esse livro esta na minha wishlist ha um tempão. Fiquei bem feliz pq finalmente resolveram lançar aqui. Mas confesso q compraria em inglês mesmo pq nao gostei da capa q fizeram.
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "...os dois acabam se envolvendo e percebendo que se amam."
      Para tudo pq eu to chocada!!!
      É primeira vez que vejo o livro e nunca tinha lido nada do tipo... já até vi em Game of Thrones, mas nada na sua resenha lembra o tipo de relacionamento que há na série.
      Quero ler!

      Excluir
    2. Leia o tipo de amor deles e totalmente diferente do q os dos lanister e puro inocente cativante ..

      Excluir
  30. Esse livro é, no mínimo, polêmico. Em alguns países esse tipo de relação é proibido, mas não sei se aqui no Brasil é. Sabemos apenas que é moralmente proibido. Confesso que quando li a sinopse, já criei uma certa torcida contra essa relação, mas fiquei muito surpreso ao ler muitas resenhas (inclusive essa) a favor desse relacionamento. Enfim, se já queria ler, agora quero mais ainda. Preciso saber qual será minha reação ao ler esse livro.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  31. Andressa realmente esse foi um dos melhores q ja li simplesmente amei amei amei lindaa a história dos dois eu cheguei ate a esqucer q eram irmaos e tao lindo tao forte o amor deles q vc seja a si questionar si realmente e tao errado assim .chorei horrores acabei de ler lindo demais. Recomendo a leitura e deixem o préconceito de lado no fim das contas p q realmente importa e o amor e respeito.

    ResponderExcluir
  32. Esse livro é um dos meus Top! <3
    Amo demais ele!
    Só falta comprar heheheh
    Li faz tempo em ebook, e lembro que na época era impossível achar traduzido, e meu sonho era publicarem por aqui, se realizou hehehe
    <3
    Bjus

    ResponderExcluir
  33. Este livro tem um linda historia!
    Dizem que proibido as coisas sao mais gostosas ahha!
    Sinceramente quero muuito este livro estou participando ate top
    comentarista pra talvez finalmente pode ter ele minha maos

    BLOG- http://b-maluco.tk/
    INSTAGRAM-> http://instagram.com/blog_maluco
    WEHEART- http://weheartit.com/Gikura_Viey

    Ficarei feliz em receber sua visita em meu Blog. Obrigada

    ResponderExcluir
  34. Sabe um livro que você quer ler muito mas tem medo de ler?
    É isso que eu passo com esse livro, eu tenho uma grande curiosidade para saber o desenvolver da estoria, eu quero saber como vai ser esse relacionamento, mas no fundo eu sei que esse livro vai me fazer chorar e o final dele é triste.
    Curiosidade e medo isso me define essa relação que eu tenho com essa livro.
    Obrigada pela resenha
    Beijos
    http://cabecasdeveento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oiii
    Amei a resenha, está mais do que linda!!! Não tinha visto nenhuma tão completa assim. Eu também fiquei louca para ler esse livro quando vi a sinopse, fiquei maravilhada com a coragem da autora! Ainda não o li (nem sei porquê), mas com certeza farei! Acho a capa linda, e agora percebo que toda a diagramação está incrível. Eu tenho uma mente aberta, e sempre tento respeitar as diferenças e as escolhas dos outros, todos nós temos esse direito e dever. Sei que vou chorar descontroladamente com essa leitura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Oie...
    Esse livro parece ser muito emocionante e envolvente!
    Quando fiquei sabendo do que se tratava, fiquei com um pouco de preconceito e nem dei bola!
    Lendo algumas resenhas, pude perceber que estava errada e que ele parece ser um excelente livro!

    ResponderExcluir
  37. Estou bastante curiosa para ler esse livro.
    Um assunto que nunca li e bastante complicado e chocante.
    Acho que para ler esse livro e gostar da história tem que estar preparado e com a mente aberta, pois isso é um tabu.
    Adorei a resenha,me deixou mais curiosa ainda.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  38. Já estou com os lencinhos em mãos,quero muito esse livro desde que a editora anuncio a capa e agora que já foi lançado não vejo a hora de comprar e me emocionar com a história.Tinha visto um vídeo da escritora um tempo atrás e isso só me deixou ainda mais curiosa com o modo em que ela desenvolveu a trama.Sem duvidas um livro marcante.

    ResponderExcluir
  39. Oi Dre, tudo bem?

    Bem, você pediu e eu vim. Não nego que a leitura deve ser muito boa. Pelo jeito, a autora tem uma escrita maravilhosa e tenho visto resenhas muito boas a respeito desse livro. Mas ainda não me convenci a ler e ainda acho que ele não faz o meu estilo, apesar de adorar um drama e um bom romance. Espero que a editora traga mais livros da autora para o Brasil.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  40. Caraca além de ser um livro mega polêmico essa resenha me deu vontade de ler esse livro
    Só para vcs terem uma noção eu já chorei lendo só a resenha aqui imagina o livro

    ResponderExcluir
  41. Caraca além de ser um livro mega polêmico essa resenha me deu vontade de ler esse livro
    Só para vcs terem uma noção eu já chorei lendo só a resenha aqui imagina o livro

    ResponderExcluir