Resenha - Azar o Seu !

Azar o Seu! 
Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada
Gênero: Literatura Brasileira / Chick-Lit
Páginas: 367
Sinopse: Skoob
Onde Comprar: Saraiva

Avaliação:

Olá, tudo bem com você? 

Quem foi que disse que o gênero Chick-Lit não pode ser brasileiro, é porque na certa ainda não leu o livro da Carol Sabar. 

Azar o Seu! tem tudo que um Chick-Lit precisa , humor, romance e claro confusões e quem narra em primeira pessoa é a menina mais maluca que conheci em um livro até hoje.

Bia uma moça de 25 anos, morava no Rio de Janeiro mas por intriga dos invejosos acabou sendo demitida por justa causa injustamente devido a uma falsa denúncia de assédio sexual com seu estagiário. 

O livro começa relatando um fato engraçado pois Bia vai a um velório de uma tia distante e acaba ficando com seu primo de segundo grau em um cemitério olha só que situação mais inusitada, ela morrendo de vergonha dessa situação, volta para Belo Horizonte com a perua da empresa que seu pai tem, uma floricultura chamada "Quatro Estações" onde ela agora está trabalhando temporariamente até resolver sua vida profissional. 

Bia nutre uma paixão secreta pelo irmão da sua ex melhor amiga Raíssa onde ela já nem lembra mais o motivo pelo qual pararam de se falar, Bia deu seu primeiro beijo em um carinha nada haver e na festa de 15 anos de Raissa acabou desabafando para Gustavo o irmão dela o quanto o primeiro beijo tinha sido ruim e Gustavo acaba beijando Bia e fazendo ela sonhar que está no céu.

Porém depois desse beijo Gustavo viajou para Londres e vive lá por 8 anos, nunca mais voltou e nem deu notícias. 

Bia acaba voltando para Belo Horizonte pelo Rio de Janeiro e acaba ficando parada no trânsito em meio a um tiroteio e esbarra com um cara lindo, alto, moreno, com um violão nas costas, sem pensar e nem olhar para o bonitão acaba falando que não quer morrer pois antes de morrer desejaria dar mais um beijo e outras cosas mais em seu verdadeiro amor, Gustavo. 

Página 28/29
Sempre tive um sonho secreto em que ele voltava para o Brasil e me mostrava a explosão sexual do prazer.
-Explosão sexual do prazer?
-É eu disse. - Aquela de que falam os romances das bancas, as novelas, os filmes como Titanic, quando Jack brinca de chofer e pergunta "Para onde, senhorita?" e a Rose responde " Para as estrelas", e depois desliza a mãozinha pelo vidro suado do carro! Eu nunca deslizei a minha mãozinha pelo vidro suado de um carro, a não ser para desembaçar o para-brisa!

A partir daí que toda a história começa, pois Bia nem imagina quem é o tal cara que ela encontrou em meio ao tiroteio e já no outro dia está na floricultura Quatro Estações com filmes e guloseimas para comer e passar uma noite super agradável e romântica. 

O livro cumpre o que promete, diversão e romance para uma tarde de leitura sem grandes pretensões, em alguns momentos até tem frases para se pensar um pouco em algumas atitudes.

Página 77
Eu não veria nada disso porque tinha sido corajosa ao dizer palavras tão duras, mas covarde ao me calar quando tudo o que mais queria era abrir a boca e pedir perdão.

A edição do livro está simples, páginas amareladas, letras em bom tamanho, capítulos curtos e separados, a leitura narrada em primeira pessoa flui muito rápido e com certeza lhe renderá boas risadas e boas lembranças. 

O nome do livro tem haver com a maré de azar que a vida de Bia se encontra no momento, afinal ela foi demitida por justa causa, está devendo no banco mais de 20 mil reais, e fora outras situações que acabam acontecendo no decorrer da leitura. 

Página 139
Para finalizar a ilustração de minha feliz desgraça , no ponto de ônibus da saída do shopping pisei num cocô mole, o que levou um grupinho de adolescentes a dobrar seus corpos púberes de tanto rir. 

Raíssa sua ex melhor amiga está de casamento marcado e depois que Bia se encontra com o tal "Cara" que a está deixando encantada ela fica sabendo que Gustavo está de volta para o casamento da irmã. 

Em meio a sorrisos, tristezas, alegrias e a teimosia de Bia  a leitura me fez muito bem e acabei de ler com um belo sorriso no rosto desejando um amor igual ao da Bia. 

A única coisa que me irritou um pouco foi que a Bia é muito desligada e teimosa, em vários momentos ela não percebia nada do que acontecia e quando acontecia ela dava o braço a torcer e saia fora da situação, 

Mas com certeza é um livro muito bom que recomendo , eu amei a escrita da autora,  ela conseguiu fazer a leitura ser divertida, se você não ler "Azar o Seu!" porque vai perder um ótimo livro brasileiro.

Beijos 

Até mais...






24 comentários :

  1. Olá!!
    Eu não sou muito de ler Chick-lit, mas me encantei por esse, parece ser muito leve e gostoso. Adoro quando o livro me faz gargalhar ou até mesmo sentir raiva da protagonista, isso mostra que eu estou mesmo conectada com o livro.
    Vai pra minha wish list e na primeira oportunidade vou comprar ele hahah
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu já li o livro e amei. Sou apaixonada pelo Guga, tinha que dizer isso! hahaha A Bia é uma onda, e eu não achei ela muito desligada. Acho que porque eu sou, aí me conectei um pouco mais com a personagem. XD A escrita da Carol Sabar é ótima mesmo. Viciante e gostosa.
    Beijos
    As minhas leituras - Lendo e Apreciando

    ResponderExcluir
  3. Eu tbm li e fiz resenha desse livro. Achei super divertido e um leitura leve e descontraida
    ótima resenha

    www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Adorei a descrição da história e da Bia, que menina avoada! Deve ser muito engraçado esse livro, gostaria muito de ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá Andressa,
    já me diverti bastante lendo a resenha,imagina quando ler o livro.
    Estou ansiosa para conhecer a louquinha da Bia.

    Com toda certeza vou me divertir lendo o livro. :)

    ResponderExcluir
  6. Oi Andressa!
    Sou fã de carteirinha de chik-lit e adorei a premissa desse livro. Com certeza irei lê-lo.

    Beijos
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Parece ser tão divertido!
    Gostei bastante da dica e quero ler logo!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Eu sempre fui louca para ler esse livro!Sério,eu adoro um chick-lit,e brasileiro ainda,me fez desejar em dobro.
    Mas acho o preço desse livro bem salgadinho,nunca vi ele por menos de $30,00.Fico sempre aguardando os sites fazerem um promoção,mas tá difícil kkkk
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Oiee.
    Chick-lit não é um gênero que eu leio muito, gosto de livros mais intensos sabe. Mas esse até que me agradou, acho que pra passar o tempo ou aliviar a tensão de uma leitura pesada esse é uma ótima pedida. Eu já tinha ouvido falarem dele, mas nunca tinha lido nenhuma resenha sobre.
    Resumindo eu gostei, se tiver a oportunidade vou ler com certeza.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  10. Oi Dressa eu acho mega divertido esse genero, e tenho na minha lista esse livro, que com certeza vou ler só para saber mais sobre as atrapalhadas da Bia kkkk
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  11. Diversão e romance duas coisas que tão certo juntas!
    Sinceramente eu curto muito este genero,
    este livro e tão perfeito de ser ler, pois e gostoso de acompanhar
    pois iremos ser diverti lendo a historia

    ResponderExcluir
  12. Eu também gostei muito desse livro e a única coisa que me irritou um pouco foi a Bia, sério eu gostei muito de todos os personagens, achei bem criados e etc, mas a Bia como personagem principal só me irritou com suas atitudes.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Dressa, tudo bem? Nossa, adoroo esse livro... é um excelente chick-lit que não deve nada aos estrangeiros. A Carol Sabar soube escrever um livro engraçado, romântico e que nos faz refletir em certas questões. Ah, a Bia e o Guga são lindos e perfeitos um para o outro, e realmente as vezes ela dá um pouco de raiva por ser tão teimosa e desligada, mas eu adorei ela e as suas confusões. Sério, morri de rir com ela falando com o Gustavo no meio do tiroteio e achando que falava com seu guia espiritual.

    Adorei a resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  14. Oi, Andressa.

    Esses dias tenho me ariscado a ler chick-lit e já li dois e amei. Fiquei bem curiosa com a leitura desse livro. Bia parece ser uma pessoa muito engraçada. o//
    Curti muito saber que a autora é nacional, venho tentando ler mais livros brasileiros, espero que consiga em breve conferir esse.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Dressa, tudo bom?
    Esse livro é uma delícia mesmo. Eu lembro que li durante uma madrugada e me diverti muito com a Bia e o Guga. Ela é um pouco desligada, mas eu relevei porque adorei a narrativa da Carol Sabar. É aquele tipo de livor que você torce pra dar certo e o Guga é uma fofura!!
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Dre, tudo bem?

    Sou doida pra ler esse livro da Carol. Parece ser delicioso mesmo de ler e, claro, ainda é um livro nacional. Quero mt conhecer a Carol pessoalmente para autografar meu livro. Quem sabe na Bienal do ano que vem

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Dre, quero muito conhecer os livros da Carol é uma das autoras nacionais que mais tenho curiosidade, mas acho que se fosse começar hj escolheria aquela "Como me namorei Robert Pattinson" Acho que é isso né!?

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  18. Oiee
    Adoro Chick-lit e eu nunca li um brasileiro.Gosto bastante desses livros ótimos para passar o tempo onde os personagens são engraçadinhos e passam por essas situaçoês inusitadas.Não é de hoje que tenho curiosidade em conhecer a escrita da Carol mas até agora não tive tempo,mas pretendo ler os livros dela logo.

    ResponderExcluir
  19. Oii
    Vejo que esse gênero é super querido pelas leitoras, mas li pouquíssimos até hoje (nem me lembro quantos ou quais rs)
    Adoro quando um livro traz diversão, deixa a leitura muito mais fácil e gostosa.
    Acho que esse livro pode ser uma boa aposta para eu me entregar ao gênero; ainda mais por ser de uma autora nacional
    Vai para minha lista de desejados!
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Dressa...
    Apesar da resenha positiva eu tenho pouca vontade de ler o livro.
    Mas pelo menos todos elogiam, quem sabe eu me anime depois.
    E o bom é que é nacional né

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Amei esse livro, história leve e super divertida, é mesmo um ótimo Chick-Lit brasileiro.

    ResponderExcluir
  22. A trama é bem aquela típica de um chick lit. Leve, divertida, inusitada e agradável. Não nos faz ficar refletindo sobre a vida, mas tem seu charme por cumprir ao que se pretende, que é divertir. E o melhor de tudo, é nacional.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  23. Já li esse livro e adorei!
    Dei muitas risadas com Bia e todo o seu "azar". Realmente ela é muito teimosa e deligada, mas não foi nada que me tirasse o prazer da leitura.
    Ser um livro nacional deu um toque a mais á leitura.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook Tem promoção de Halloween lá no blog. Não fique fora dessa, hoje é o último dia!

    ResponderExcluir
  24. Dressa :}
    E eu aqui esperando que fosse só um livro que nos fizesse sorrir de vez em quando Amei a resenha .. <3 A vida da Bia pura confusão, e olha, precisei ler de novo pra ter certeza de que ela tinha vinte e cinco anos e não era uma adolescente em fase rebelde, rsrs !! Se já dei algumas risadas com a resenha, imagine com o livro! Nunca li nada da Editora Jangada, mas fiquei doidinha por esse livro, e com certeza vou comprar assim que puder ! <3
    Bj, bj :*

    ResponderExcluir