Resenha - Mulheres que não sabem Chorar

Mulheres que não sabem Chorar
Autora: Lilian Farias 
Editora: Literata
Gênero: Literatura Brasileira / Romance/ Drama
Páginas: 161
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Olá, tudo bem com você?

"Mulheres que não sabem Chorar" é um livro que choca, seja lendo sua sinopse ou o livro, então confesso que fazer essa resenha está sendo muito difícil.

O livro é narrado em terceira pessoa e narra a história de duas mulheres muito diferentes:

Marisa uma mulher com mais de 40 anos, que tem uma floricultura, fica viúva muito cedo e cria seus dois filhos sozinha, ela é uma pessoa muito forte, faz os filhos estudarem para tirar boas notas, acha ruim seus funcionários fazendo corpo mole e se sente bem fazendo sua vizinha Olga sofrer humilhações.

Olga já tem mais de 50 anos apesar de aparentar  ter muito mais devido ao seu vicio com o álcool, há muitos anos seu marido lhe abandonou devido ao vicio e sua única filha morre muito cedo que em seu leito de morte pede para Olga prometer tentar parar de beber.

Olga e Marisa moram na mesma rua e vivem trocando farpas, uma não suporta a outra, até que Olga é violentada por um homem que mora nas redondezas do bairro e Marisa resolve ajuda-la após identificar de onde está vindo os gritos.

A atração que as duas sentem uma pela outra é imediata e as duas acabam tento um relacionamento mais carnal do que amoroso, porém Marisa tem pavor de ser descoberta, ela se importa  muito com a opinião dos vizinhos.

Enquanto Olga tenta seguir sua vida com uma nova perspectiva, afinal está com um novo amor, tentando parar de beber e se reerguer, Marisa está em busca de vingança com o homem que fez a maldade com Olga.

Marisa marca de se encontrar com parentes do agressor para montar uma emboscada e acaba descobrindo coisas muito sujas pelo qual o agressor fez em toda sua vida, e exatamente nessa hora que eu digo que o livro choca.

O relato das agressões que ele faz com outras mulheres é muito forte o que me deixou pensando por algumas horas nas cenas descritas e isso de certa forma me incomodou, o que também não consegui gostar foi o relacionamento das duas mulheres, não que seja contra esse tipo de relacionamento, mas a autora não conseguiu fazer com que eu criasse uma afeição por elas, principalmente porque é relatado que Olga vive nas ruas, despenteada, tem piolho, fica dias sem tomar banho e depois de Marisa ajuda-la em uma situação de violência o envolvimento das duas acontece de forma muito rápida e acabei me sentindo mal em ver aquele relacionamento, é complicado imaginar tendo relações com uma pessoa que não tem uma boa higiene, também fiquei sem entender o final do livro e isso me deixou com um ponto de interrogação.

 O livro contém capítulos curtos, letras em ótimo tamanho,  cada capítulo é o nome de uma flor que no final podemos saber o significado de cada flor o que tem haver com a vida das duas mulheres, a escrita da autora é muito boa, fluiu muito fácil.

Para quem gosta de se aventurar em leituras diferentes fica a dica de mais um livro nacional onde a autora foi muito corajosa em abordar dois temas bem fortes: relacionamento homossexual e a violência contra a mulher, na minha opinião o livro deixou muito a desejar, não entendi a mensagem que o livro quis passar e fiquei sem entender o final do livro totalmente inusitado.

Mas convido você a ler o livro e tirar suas próprias conclusões, se ficou com vontade de ler, preencha abaixo o formulário e concorra a um exemplar:





Beijos

Até mais...








23 comentários :

  1. Eu tinha ficado com muita curiosidade por esse livro, pois é bem inovador. Aborda temas bem chocantes mesmo. Mas os pontos negativos ressaltados me deixou receosa. Principalmente sobre a questão de higiene. Fiquei meio assim! kkk Mas ainda tenho curiosidade, mas não é um livro super, mega desejado. rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com vontade de ler, mesmo você tendo dado 2 estrelinhas!
    Não se preocupe, valeu a experiência e leituras melhores virão!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Dressa, oie!!!

    Amiga qualquer livro se o autor não consegue que o leitor crie empatia com os personagens, o leitor dificilmente vai gostar do livro. Eu entendi seu ponto de vista, e acho que você conseguiu deixar bem clara a sua opinião.

    Bjks

    Patty Santos

    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    A premissa do livro é muito boa, mas parece que a autora não conseguiu desenvolver muito bem. Por o livro tratar de temas tão polêmicos e sérios eu fiquei muito curiosa, mas seus pontos negativos me deixaram na dúvida. Quem sabe um dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa!
    Eu estou com o meu exemplar aqui e pretendo começar a lê-lo ainda esse final de semana. Confesso que estou bem curiosa sobre a história, mesmo com os pontos negativos que você ressaltou.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Realmente os temas tratados são bem raros em livros,pelo menos que eu tenha visto.
    Gosto de leituras diferentes,quem sabe acabo me aventurando com este.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Realmente é um livro muito diferente dos que costumo ler.
    Sinceramente não sei se o curtiria. Mas gostaria de lê-lo mesmo assim. Quem sabe eu mude minha opinião?!

    ResponderExcluir
  8. Oi Dressa..
    Gosto do tema que o livro aborda e tenho vontade de lê-lo.
    Murchei um pouquinho com sua nota..rs
    Mas ainda sim quero ler ele um dia.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Fiquei bastante interessada em ler o livro por causa dos temas abordados, relacionamento homossexual e violência contra a mulher, apesar da sua nota baixa ter me desanimado um pouco pretendo ler.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Andressa.

    Pela sua resenha eu não me imagino lendo este livro. Achei o tema bem pesado e fiquei pensando aqui na hora que tu disse em ter um relacionamento com uma pessoa que não se cuida muito.
    Nunca li um livro como tema central um relacionamento homossexual e não sei se este me agradaria. No mais as suas duas estrelinhas me desmotivaram a leitura.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Até mais.

    ResponderExcluir
  11. Oii Andressa :}
    Sabe, tinha ficado realmente curiosa pra saber do que se tratava o livro, e de longe imaginava que o assunto seria esse. Também não tenho nada contra um envolvimento homossexual, mas achei que ficou meio "nada a ver" logo a Olga e a Marisa terem esse tipo de relacionamento. E concordo com você, realmente choca; já li outros livros com esse tema, mas eram escritos de uma forma mais leve. Gostei da capa, e acho que ela representou bem a história .. :)
    Bj :*

    ResponderExcluir
  12. Oi Dressa, tudo bem? Quando eu li a sinopse eu tinha até me interessado bastante. Gosto de histórias que abordam o relacionamento homossexual e quanto a violência contra a mulher também acho interessante quando é abordado, apesar de ser terrível e chocar, mas gosto de narrativas mais intensas. Entretanto, o que me incomodou é esse relacionamento ocorrer de forma tão abrupta.

    Bom, vou participar sim do sorteio. Pretendo ler e tirar minha próprias conclusões.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  13. Oi Dre, tudo bem?

    Sinceramente, o livro não chama a minha atenção. Leio livros com temática homossexual e tudo o mais, mas pelas resenhas que tenho visto desse livro, a impressão que fica eh que a autora quis chocar., mas esqueceu de amarrar alguns detalhes. Claro que isso eh só a minha opinião pelo que eu leio nas resenhas. Conheço uma amiga que gostou bastante do livro, mas as outras resenhas tem sido medianas. A autora veio aqui no Rio para um Mochila Literária e comentou a respeito do preconceito que estava sofrendo por causa do livro, o que eh horrível, mas não curti o fato dela ter generalizado falando que isso era coisa de religiosos. Preconceito e religião não estão interligados.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oiee.
    No começa da sua resenha eu estava tipo, uhuu um livro "massa", quero ler. Mas depois, com os que você falou dos problemas deste livro me desanimei. O tema realmente é bem forte e o livro tinha tudo para dar certo, pena que não deu.
    Infelizmente não quero ler não.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Gostei da sua resenha, como sempre vc consegue expor bem as suas impressões sobre o livro. Porém eu não senti muita vontade de ler, pq quando se trata de violência, abuso e essas coisas não me sinto bem lendo =/

    ResponderExcluir
  16. Realmente, duas vizinhas que se odeiam de repente tão metendo por aí, não faz sentido (desculpa a palavra). E uma delas tudo suja ainda? Ah não da né?! Meio nojento. A autora quis abordar dois temas polêmicos mas pelo jeito se perdeu no caminho.

    ResponderExcluir
  17. Oi Dressa tudo bem, bom com certeza foi um desafio vc resenhar esse livro pelo seu conteúdo denso e pesado, talvez a autora tenha sido forte demais para trazer um assunto ainda muito polemico, eu não tenho nada contra mas eu acho que as condições que viva Olga me chocaria em muito ao ler o livro! Mas está valendo quem saber na próxima o desenvolvimento do enredo seja mais aceitável!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  18. Gostei do tema que a história abrange mas não tenho 100% vontade de ler.E se certas cenas de violencia fez você ficar pensativa imagina eu então.E é horrível mesmo quando não compreendemos o final de um livro ou a mensagem que a escritora quis nos passar,porém ainda tenho uma pontinha de curiosidade.

    ResponderExcluir
  19. Oiii
    Nossa, vc tem razão quando disse que o livro choca; e isso porque eu só li a sinopse hein :O
    Nos primeiros parágrafos da sua resenha fiquei interessada na leitura, mas depois fui totalmente ficando na dúvida sobre isso.
    Pelo que percebi, o leitor tem que ter muito estômago para esse livro.
    Vou ficar em cima do muro sobre ele, por enquanto heheh
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Os temas abordados pela autora são bem fortes mesmo. Pena que não houve essa total identificação entre você e o livro. A autora se mostrou bastante ousada ao trabalhar essas temáticas, e isso é louvável. Eu quero ler, sim!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  21. O livro já etá na minha list de desejados há algum tempo. O que me interessou nele foi exatamente por ser um tema diferente de tudo que costumo ler.
    Uma pena que deixou muito a desejar para você, mas ainda sim quero lê-lo, afinal nossas opiniões podem ser diferentes né?
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  22. Ganhei!!!! Uhuuuuu!!! Muito feliz aqui!!!
    Já enviei meus dados!!!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  23. Oiee, então eu li o livro e curti bastante.
    Achei que você se confundiu nessa ênfase do fato de uma das mulheres viverem na rua e com o fato da falta de higiene, mas no livro fica bem claro que quando elas se envolveram ela não estava mais sobre influência de álcool e já completamente restabelecida. Na verdade a história enfatiza exatamente a boa influencia que a Mariza tem sob a Olga que a faz voltar a ser uma mulher normal.
    Não acho que "a autora quis chocar" e sim quis expressar a realidade, porque essa na maioria das vezes é sim chocante. Não podemos generalizar o mundo como um paraíso pelo que nos vivemos, na maior parte do tempo a realidade do mundo é chocante mesmo. Por isso é bom sempre que possível tomar um choque de realidade.

    ResponderExcluir