Resenha - Os Cães Nunca Deixam de Amar

Os cães Nunca deixam de Amar 
Autora: Teresa J. Rhyne
Gênero: Literatura Estrangeira / Drama / Biografia 
Páginas: 311 
Sinopse: Skoob
Onde Comprar: Saraiva

Avaliação:

Olá, tudo bem com você?

Eu adoro livros tristes e emocionantes esperava me emocionar muito com esse livro, porém a  autora levou todo seu sofrimento e do cachorro com muito bom humor e leveza o que torna a leitura desse livro muito mais agradável do que se imagina.

Com uma escrita leve, narrado em primeira pessoa, capítulos curtos, é muito fácil  deixar-se  levar pela leitura que te envolve desde o começo.

Teresa têm 40 anos, um namoro que não leva muito a sério, Chris que é praticamente 10 anos mais novo, Teresa gosta muito de conversar com ele e ter um relacionamento apenas casual, mas as circunstâncias acabam deixando o casal muito mais próximo e mais íntimo. 

Teresa  perde dois cachorros, se separa duas vezes e segue sua vida tranquilamente cuidando do seu escritório de advocacia e fazendo seus trabalhos voluntários em uma ONG para cachorros abandonados, até que recebe uma ligação da ONG dizendo: 
- Tenho um cachorro da raça Beagle muito sozinho, você teria interesse em ficar com ele? 

Teresa ama a raça Beagle, (foi a mesma dos seus dois últimos cachorros) então quando ela vai visitar a ONG, não resiste e acaba levando o cachorro para casa. 

Página 19
Considerei pegar outro cachorro, mas havia aprendido a grande maldição cósmica que todos os amantes de cachorro aprendem mais cedo ou mais tarde: você pode ter o amor incondicional, a devoção e a companhia quase perfeita de um cachorro, mas somente por doze ou quinze anos, se você tiver sorte. Então seu coração se parte. Eu não achava que podia aguentar aquela dor novamente.

Depois de um tempo ela percebe algo estranho em Seamus (pronuncia-se Cheymus), o cachorro está com câncer e além da cirurgia será necessário fazer quimioterapia. Teresa gasta tudo o que tem para ver Seamus bem e curado dessa doença terrível. Para a alegria geral de todos, Seamus não sofre nenhum efeito colateral  dos medicamentos que toma e continua comendo e fazendo arte como sempre. 

Pensei que iria sofrer muito nessa parte da leitura mas felizmente foi uma leitura muito agradável que mesmo tratando de uma tema forte, a autora soube conduzir para algo normal, não usou em nenhum momento o lado da emoção, me identifiquei muito afinal como também tenho um  cachorro fica fácil de entender todos os sentimentos que ela sentiu no decorrer do tratamento.

A vida lhe prepara para uma batalha e esse livro é baseado em fatos reais da vida da autora, depois do cachorro estar curado da doença, quem leva uma surpresa é a própria autora que descobre um câncer na mama. 

De uma certa forma ter ficado do lado de seu cachorro ajudou a prepara-la para enfrentar a doença, e mais uma vez a autora relata com bom humor  e leveza muitas das situações em que vive. 

Teresa tem muita sorte de não sofrer tanto com os efeitos colaterais,  e contar com uma equipe médica maravilhosa que conhece  e se preocupa até com o seu cachorro. O namorado Chris foi um parceiro que toda mulher deseja que esteja ao seu lado, ele  a acompanha  em todos os exames e consultas e sempre lhe dá apoio, inclusive quando ela perde seu cabelo. 

O livro é uma leitura muito agradável, as páginas estão amareladas, folhas mais grossas, letras em bom tamanho,não encontrei erros de revisão, a única coisa que não gostei e não entendi foi o título do livro que não tem muito haver com toda a historia, essa capa e esse título dão o foco total no cachorro e no livro ela não comenta apenas do cachorro, ela divide o livro em duas partes, primeiro o cachorro e depois ela, claro que isso é apenas um detalhe, e nada que comprometa a leitura, porém na versão original serial algo como "Meu Cachorro Sobreviveu eu também Sobrevivi".

É um livro que passa uma mensagem muito bonita de amizade e amor, com certeza deve ser lido!

Beijos 

Até mais...

31 comentários :

  1. Olá!
    Confesso que julguei pela capa, quando vi o livro pensei "deve ser ruim", mas me enganei. A capa realmente mostra como se o foco fosse o cachorro e não é.
    Gosto de pensar que os cachorros ajudam na recuperação das pessoas e o livro parece mostrar isso.
    É um livro que eu definitivamente lerei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa.
    Histórias que envolvem cães em sua maioria são tristes e acho muito difícil de fazer, eu sou completamente louca por esses bichinhos e sempre me coloco no lugar desse dono e me imagino passando pela situação, sofro horrores.
    Mas pelo que li aqui, esse livro foge desse lado pesado e dramático e tem uma pegada diferente.
    Gostei da dica.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Oi Dressa!
    Ai meu Deus, preciso ler esse livro!!!
    Não conhecia, mas como amo cães, e livros, e histórias de cães, necessito ler!
    Com certeza entrou para minha listinha!
    Adorei a resenha, principalmente saber que a autora conduz a história de forma leve.
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Gostei muito da resenha e não conecia esse livro.
    Por ter um cachorro (Um filhote de yorkshire terrier lindo e MUITO energético) eu consigoo amor que a autora do livro deve sentir pelo seu Beagle, fiquei interessada pela história; Beijos <3

    Julie,
    feitasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ahh queria muito esse livro. Uma vez na livraria cheguei a pegar, mas pensei melhor e achei que ia sofrer muito..rs Mas hoje vou repensar na leitura, já que a autora leva a história numa boa. Se o nome original é esse, sinal que os dois sobrevivem? rs Mais um motivo para mim ler e não chorar..rs
    Linda resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Que emocionante esse livro!
    Sendo uma história real então...
    Acho que a a autora teve a intenção de nos mostrar à força que teve, e como superou tudo.

    Dica anotada! ;)

    ResponderExcluir
  7. Oi Andressa, tudo bem? Nossa, quando eu vejo livros de cachorro eu penso que vou me debulhar em lágrimas igual quando eu assisti ao filme "Marley e Eu", mas fico contente que a autora soube conduzir a história com leveza e com humor, mesmo se tratando de algo tão sério. E achei interessante em como ela fala da importância do amor, e da amizade para ela superar as dificuldades da sua vida.

    Gostei bastante da resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Olha já vi na livraria esse livro diversas vezes, mas nunca tive interesse de pegar para dar uma olhada na sinopse e saber um pouco mais da história pelas resenhas no skoob. Resumindo, essa é a primeira resenha dele que leio e sinceramente tenho que confessar que gostei bastante, porque eu gosto desse tipo de história que aborda sobre a experiencia que temos com os animais. Até porque eu já tive um cachorro e que infelizmente tive que sacrificar, por conta disso, eu acho que iria gostar bastante de ler, até porque a gente aprende muito com esses livros. Eu achei linda a capa. O cachorrinho é muito fofo =D

    Olha amiga, eu adorei tudo que você escreveu na sua resenha, principalmente a parte da ONG que achei super interessante. Parabéns viu? Continue assim que eu adoro acompanhar o seu cantinho. bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Esse tema animal pra mim é complicado!Sou uma pessoa extremamente emotiva e ligada a essa causa!Amo de paixão qualquer bichinho,ajudo na medida do possível os animaizinhos de rua e sofro mto quando vejo qualquer coisa relacionada ao mundo animal que seja triste e etc...
    Nunca consegui ler nem ver o filme Marley e eu e nenhum outro que envolva animais.Pra mim é um tema que me abala mto e eu evito ler.
    Mesmo sabendo que ele fica bem no final,eu não conseguiria ler esse livro,embora vc tenha passado a mensagem que o livro não é tão emocional.
    Bjus

    ResponderExcluir
  10. Oiee.
    Eu não curto livros com animais, na vida real eu amo os bichinhos, mas nos livros eu não curto quando eles são os protagonistas, então mesmo você tendo feito elogios eu não irei ler.
    Comigo não rola.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  11. Eu não sabia do enredo desse livro, e fiquei emocionada ao ler a resenha. Eu sei que a autora soube abordar o tema de forma agradável, sem deixar pesado pelo que ela e o cachorro passou. Eu me imaginei no lugar dela, ver alguém que a gente ama sofrendo é um tormento. Aí depois quando tudo se normaliza a própria descobre que vai passar por "isso" de novo. Claro com várias mudanças. Achei incrível essa história. Quero muito ler esse livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Quando vi a capa e o título achei que o livro seria algo parecido com "Grumpy Cat".
    Mas, é totalmente diferente e trata de um assunto um pouco mais sério.
    É diferente até certo ponto, pois nunca vi nenhum livro que tratasse dessa doença num cachorro.
    Não sei se o leria agora.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook Tem promoção de Halloween lá no blog. Não fique fora dessa!

    ResponderExcluir
  13. Nossa que livro super emocionante, amo histórias com animais, gostei muito de saber que apesar de um tema bem triste a autora escreveu uma história leve e com bom humor, passando uma mensagem muito bonita de amizade e amor, quero muito ler!

    ResponderExcluir
  14. Que lindo Dressa adorei a resenha desse livro, eu amo cães e Beagle sempre foi meu sonho, eles tem uma cara tão fofa. E nesse livro conta uma história de superação diferente que me deixou bem curiosa para ler!

    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  15. Oii!
    Gostei da resenha e acho mt fofo livros que são sobre animais.E esse também conta a história de vida da dona deste animal.
    Achei bem bacana =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. História bonita com certeza, achei que seria um drama forte, mas pelo visto a leveza foi a caracterista marcante. Achei interessante a jogada da autora, gostei do enredo.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  17. Sinceramente eu não gosto muito de ler livros sobre animais, principalmente cachorros. A maioria deles retrata sobre morte, e eu odeio pensar que a minha já está velhinha. Adorei sua resenha, a história parece ser muito boa mesmo, ainda mais por a autora tratar a situação de forma leve e descontraída, mas seria bom também ter livros divertidos e calmos com cachorros saudáveis e tal D:

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "A Lista Negra" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  18. olha não sou muito fã deste estilo de livro apesar de ser apaixonada por cães não tenho vontade de ler mas a resenha ficou linda e esta capa é tão fofa né? quem sabe uma hora eu leio.

    http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Este livro é lindo, eu me emocionei muito com a história desta mulher e seu cachorrinho, nem aparecia real, parecia ficção, mas tudo aconteceu de verdade e fiquei feliz em ver um amor tão grande como o dela e seu cãozinho e também o dela com o namorado.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  20. Oi Dre,

    se tem cachorro na capa já é o suficiente para eu não ler at all!!! Gente, eles sempre acabam sofrendo nos livros e meu coração fica devastado!!!! Cachorro é um amor tão sincero, que queria que eles fossem eternos.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi, Andressa.

    Já tive um cachorro que ficou comigo por 11 anos e depois que ele se foi não tive mais coragem de ter outro. Não sei se leria esse livro, pois falar de animais é muito complicado pra mim. O meu cachorro era um membro da família como qualquer outro e perdê-lo foi complicado. Esse livro me lembra muito superação e no momento acho que pra mim não rola.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dressa, tudo bom?
      Eu também gosto de ler histórias desse tipo. Durante a leitura da resenha eu também achei que o título não tinha muita relação com a história, mas achei a narrativa bem tocante. Eu gosto muito de cachorros e eles acabam se tornando especiais em nossa vida com a convivência.
      Beijos!
      http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

      Excluir
  22. ei Dressa,
    estou doida para ler esse livro, parece ser lindo mesmo. Mas eu também tinha essa visão que seria algo triste e bem dramático, gostei de saber que a autora retrata tudo com bom humor.
    Está na minha lista de desejados, com certeza
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Deve ser um livro fofo, mas confesso que não me interessa no momento.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  24. Concordo com livro! O cão e bicho tão maravilhoso, maioria das vezes e melhor conta segredo ele .... que parece que ele vai lhe ajudar. Por lado isso, pois ajudar
    nos pensar e desabafa muuuita vezes!

    ResponderExcluir
  25. Oi Dressa
    Eu normalmente evito livros de cachorro, não aguento ver o animalzinho sofrer e normalmente fico mal por um bom tempo depois de ler um livro ou assistir um filme do tipo mas me interessei por esse, ja que você falou que a autora leva tudo no bom humor e fica gostoso de ler. Parece ser uma história de superação acima de tudo, deve ser uma história muito bonita.

    ResponderExcluir
  26. Oii :)
    Confesso que não tinha dado nenhum valor pro livro pela capa, e a história nos surpreende de tão linda .. Tive uma cachorrinha que morreu a pouco menos de um mês por causa de um câncer, e foi bem difícil ver ela sofrendo .. O que mais adorei na história foi essa ligação de amizade entre a Tereza e o Seamus! Isso é o mais lindo de toda a história .. *.*
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  27. Já adorei a capa. Se tem bichinhos na frente já estou querendo. Não importa se o livro é de superação, sobre o mundo animal e etc.
    Hehe. Adoro cachorros. Acredito ser uma história maravilhosa.

    ResponderExcluir
  28. Oiee
    O título dá a entender que o foco é somente o cachorro mesmo,antes de ler sua resenha eu achava isso.Mesmo adorando um bom drama gostei de como a escritora conduziu a história de uma forma leve e sem muita melancolia.beijos

    ResponderExcluir
  29. Ahh que lindo!!!
    Uma amiga minha está lendo esse livro e eu já falei que assim que ela terminar eu já to na fila pra ler kkkk
    Adorei saber que a autora leva a história de uma forma mais leve, assim não dá aquela sensação de esmagar nosso coração rs
    Estou bem ansiosa com a leitura
    Beijos

    Entrelinhas e Livros
    Facebook

    ResponderExcluir
  30. A história de amor, amizade e superação é, realmente, incrível. Mas confesso que esse não é o tipo de livro que gosto de ler. Não pela história em si, mas pelo gênero mesmo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir