Resenha - Ligeiramente Casados

Ligeiramente Casados
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance de Época
Páginas: 288
Sinopse: Skoob
Onde Comprar: Saraiva

Avaliação: 


Oi pessoal tudo bem? Já estava com saudades! Hoje eu volto para falar sobre o livro Ligeiramente Casados, lançamento da editora Arqueiro. Mas antes de qualquer coisa preciso falar a quão satisfeita e encantada que estou com este universo dos romances de época. É tudo tão detalhado e bem narrado que me deu aquela vontade de ter nascido por lá, usar todos aqueles vestidos lindos e robustos, mesmo que a mulher tivesse certos limites diante à sociedade em 1814.

O que certamente não é o caso da nossa protagonista, Eve Morris, ela é uma mulher independente e determinada, na minha opinião, não se encaixa nestas tais regras do seu tempo, sem contar por possuir um coração tão bondoso.

O pai de Eve faleceu a menos de um ano e agora ela era herdeira e administradora do rico Solar Ringwood. Com ela vivem e trabalham apenas pessoas cuja a sociedade classificaria como incapazes. Dentre eles, uma ex-detenta, um amputado de guerra, sua tia velha galesa, a mãe de um bastardo, um menino com deficiência mental e dois órfãos que Eve adotou como seus filhos. Ahh.. e não poderia esquecer de Muffin um cãozinho que fora abandonado.

Em apenas uma semana, a vida de Eve mudaria da água para o vinho pois as notícias não eram nada boas. O responsável por trazer tal notícia é o Coronel Lorde Aidan Bedwyn, que jurou para o irmão de Eve, Percy Morris em seu último suspiro de vida que daria a notícia de sua morte pessoalmente para a irmã, e que além disso a protegeria, mas do quê? 

Aidan sempre fora um homem digno e mesmo tendo uma patente elevada em seu batalhão resolveu perder alguns dias da sua licença para honrar sua promessa. A notícia chega como um tufão para Eve, seu irmão, a última pessoa que sobrara da sua família estava morta e agora ela estava sozinha. 

Diante uma condição do testamento do seu pai, não é apenas o luto do irmão que assombraria Eve, antes do primeiro aniversário de morte do velho Morris, ela deveria se casar, caso isso não acontecesse, ela perderia toda sua herança e seria despejada. Mas sabem o que era mais desesperador? Isso aconteceria em apenas 4 dias!

O irmão morreu para a guerra, ela iria para o olho da rua, junto com todos seus protegidos, o que seria dela? Eve omite seu destino para Lorde Aidan, afinal, ele já cumprira com sua promessa e ela seria muito grata por isso, mas as últimas palavras de Percy assombravam a consciência dele: Prometa que irá protege-la. Prometa! Custe o que custar! 

Por que tanto desespero em suas palavras? Aidan acaba descobrindo e como o homem integro que é, e sem muito tempo para outra solução, Aidan propõe um acordo à Eve. Eles se casariam, apenas um casamento de conveniência. Se casariam dali dois dias, Eve manteria sua fortuna e seu lar, Aidan voltaria para sua família em Londres e a sua carreira militar e depois nunca mais se veriam.

Porém, Aidan é irmão e herdeiro do Duque de Bewcastle e obviamente que até naquela época existiam os conhecidos fofoqueiros de plantão e como o casamento de Eve e Aidan fora em Londres, rapidamente a notícia chegou aos ouvidos do Duque que acaba exigindo que sua cunhada seja devidamente apresentada como uma dama à sociedade e à Rainha.

Chegará a vez de Eve honrar sua gratidão à Aidan e apoia-lo junto com suas obrigações com a família. O casamento que duraria apenas dois dias teria que ser estendido por mais algumas semanas. Como eles lidariam com isso?

Todo este clima de época e costumes desconhecidos que apenas estes livros nos proporcionam fazem que de jeito nenhum o livro seja clichê para mim, posso dizer que é bom demais acompanhar como tudo acontece com cada personagem e de que maneira eles conseguem ponderar as possibilidades de estarem casados.

Estes dois personagens são o exemplo ideal de independência e liberdade, cada um sabe muito bem o que quer, são totais pés no chão e ver cada um se entregar aos seus desejos mesmo que possam não ser correspondidos é inenarrável.

O livro é narrado em terceira pessoa com pontos de vista intercalados entre os dois personagens, mas achei a presença de Eve muito mais marcante, como se ela mesma fosse a protagonista principal, mas não, a série da autora Mary Balogh contará a história dos seis irmãos Bedwyn’s e o próximo volume da série se chamará Ligeiramente Maliciosos, onde teremos como protagonista um dos irmãos mais novos de Aidan.

Mesmo depois de terminar a leitura fiquei com uma vontade enorme de continuar lendo sobre a agora Lady Aidan Bedwyn e o Lorde Aidan Bedwyn, mas infelizmente a história dos dois termina aqui. Eu adorei a leitura e indico a todos que gostam de um romance bem construído e romântico.

Aos poucos os personagens vão se deparando com os obstáculos que um relacionamento (real ou não) pode ter, que ao final conseguem perceber que juntos eles podem superá-los, que juntos podem precisar um do outro, aprendendo a lidar com sentimentos que antes não se permitiam sentir, mudando um ao outro, aprendendo e se entregando.


35 comentários :

  1. Gostei do fato da personagem não seguir as leis do seu tempo.
    Acho que o único defeito de romances de época pra quem lê, é que fica querendo mais do casal ao terminar o livro, mas sabendo que não vai ter mais ou muito pouco. rsrsrs
    Amei a resenha! Bjs, Joi <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, alguém faz uma trilogia de época please! Mas acredito que ao longo da historia dos outros irmãos vamos pegando um pouquinho desses personagens, mas não tão focado =/

      Beijos Joi Cardoso

      Excluir
  2. Gente eu sou a única que não tem a mínima paciência com livros de época? Me dá muito sono quando vou ler, não li essa obra, mas sempre que pego esses de época me irritam.. Eve, é um tipo de personagem que eu gosto, por ser forte e determinada. Olha que eu adoro romances, mas os mais atuais, não sou muito de épocas, na maioria das vezes até as resenhas me dão sono.. foi um pouco o caso desta.
    Não penso em ler, mas vai que qualquer dia eu mudo de ideia.
    Beijos Joi, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu adoro romances de época! Mas tu deve ser dorminhoca heim hahah pega no sono tãooo rápido! Mas espero que um dia o gênero de surpreenda!
      Beijos Joi

      Excluir
  3. Adorei a resenha, e assim como você estou apaixonada por romances de época. Se tem uma época o qual gostaria de morar é nessa. Tudo parece tão legal. E realmente as mulheres tem uma regras um tanto inconvencionais para nossa época, porém eu acho super charme. Adorei a história de Ligeiramente Casados, eu já bem sei o que vai acontecer com esse negócio de ir passar mais que uma semana com o "marido". Louca pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaaa leia sim Tamiris tu vai adorar é muito amor <3 é mesmo com a frieza da época é ótimo acompanhar estes dois!

      Beijos Joi

      Excluir
  4. Oie Joi, tudo bom?
    Eu amo romances históricos e Ligeiramente Casados está na minha lista de desejados. Parece ser um romance interessante, principalmente por causa do casamento por conveniência. Eu gostei de saber que o livro é único porque estou meio cansada das séries.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm adoro e odeio séries, é bom por que quando finalizamos uma leitura sabemos que tem mais, mas o fato de ser um livro direto ao ponto sem delongas tbm me agrada!

      Beijos Joi

      Excluir
  5. Com certeza esse livro tem todos os elementos para deixar dona Deebs emocionada, ela adora romances de época! Vou falar para ela dar uma passada aqui e ler a resenha também.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obá! manda ela passar aqui sim Diego! ela vai amar <3

      Beijos Joi

      Excluir
  6. Oi Joi! Este será o primeiro livro da autora que vou ler, vi comparações com a obra de Julia Quinn, tomara que seja algo semelhante, já que os melhores romances de época que li até hoje são dela.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cida! e são parecidos mesmo mas mesmo assim sentimos outra narrativa sabe? minha resenha aqui no L&CQ e no Estante Diagonal saíram no mesmo dia, mas lá eu resenhe O Duque e Eu <3 amoooo!

      Beijos Joi

      Excluir
  7. aiii, quero esse livro! Amo romances de época, e já percebi que vou me apaixonar pelo Aidan.
    Adoro mocinhas fortes e corajosas, afrente de seu tempo, e isso é o Eve me pareceu, principalmente por sua coragem de abrigar e dar trabalho aos excluídos da sociedade. E esses testamentos sacanas me irritam, mas naquela época era assim mesmo, rs

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Bru, você sentiu bem a mensagem! Vai adorar tenho certeza!

      Beijos Joi

      Excluir
  8. Oi Joi...
    Quero este livro mais do que Chocolate quente..rsrs
    Que linda resenha..os personagens parecem ter um relação maravilhosa. É isso que sinto em todas as resenhas.
    Só me empolguei mais.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Joi. Tudo bem?
    A capa desse livro é linda!
    Eu nunca imaginei que a história fosse assim depois de ver essa capa. Imaginei a protagonista como sendo mimada e egocêntrica. Fico feliz de saber que o enredo é diferente! *-*
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei lindíssima tbm Rô! Espero que a leitura te surpreenda quando tiver a oportunidade de ler! Beijos Joi

      Excluir
  10. Oi Joi, não li com devida atenção sua resenha, pois pretendo começar o livro esta semana, e não queria ter nada dele na cabeça.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo Rose! Evito pequenos spoilers tbm quando vou ler algum livro! Mas depois que ler volta aqui tá?! Beijos Joi

      Excluir
  11. Oi Joi. Ta na moda fazer série de romance de época contando a história de varios irmãos né? Acredita que eu nunca li um romance histórico? Mas tenho muita vontade de ler e Ligeiramente Casados me atraiu muito, principalmente por conta dos personagens que parecem ser pessoas muto boas e a frente de sua época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que na verdade as editoras resolvera investir nisso, principalmente a Arqueiro! E eu estou amando! hahaha Beijos

      Excluir
  12. Não li mtos romances de época,mas os li amei!
    A Arqueiro está apostando nesse seguimento né,já conseguiu me falir com os Hatways e com os Bridgrtons,e agora vou ter que acompanhar os Bedwyn´s kkkk
    Eu adorei a premissa desse livro e estou doidinha pra ler.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas Suelen, mas compro com gosto, por que é muitooooo bom!

      Excluir
  13. amo romances e ainda mais quando sao antigos, parece mais emocionante, sei lá hushashua gostei da capa e da resenha, rezando para ganhar dinheiro de natal ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainnn parece que tem um encanto a mais, não se explicar =D

      Excluir
  14. Oi Joi adorei a resenha, só ouço coisas positivas a respeito desse livro e estou morrendo de vontade de lê-lo mas provavelmente vou demorar um pouco para lê-lo pois lerei os 2 primeiros livros dessa série Bedwyn "Noite de amor" e "Momentos inesquecíveis", que aliás não sei porque a editora arqueiro não os publicou, mas em fim quando pego para ler uma serie eu gosto de começar do começo então me contentarei com o e-book dos 2 primeiros. E a capa dele é linda mesmo, as dos livros publicado em Portugal também são lindas.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Primeiro adorei a resenha
    Ainda não li nada da autora mais to com muita vontade, esse livro não era minha primeira escolha para ler da autora mais depois da resenha parece ser um livro bem legal acho que vou começar com este ;)
    Adorei essa capa
    *-*

    ResponderExcluir
  16. Oi Joi tudo bem, quero muito ler esse livro, me apaixonei pela capa! E a história com esse romance de época eu amo, parabéns pela resenha!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  17. Essa é a segunda resenha que leio deste livro e só fico mais apaixonada pela história. Parece ser uma linda história de amor com personagens cativantes. Espero ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Amo romance de época e esse parece ser ótimo mesmo, a série promete, cada resenha que leio desse livro me deixa ainda mais ansiosa pra conferi essa história.

    ResponderExcluir
  19. Sou louca pra ler esse livro, ainda mais que é romance de época e sério, queria ter lá. Podia ser até mesmo no contexto dessa história, que confesso me prendeu. Já pensou eu com esses vestidos abafo?! Ia arrasar miga kk

    ResponderExcluir
  20. Joi, livro de época é tuuuuuuudo de bom. Simplesmente adoro e esse livro parece envolvente e cativante. Sem contar que a capa está perfeita.

    ResponderExcluir
  21. Não sou a maior fã de livros sobre romances de época, mas gostei bastante desse. Vou tentar dar uma chance mais para frente ^^
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  22. Oi,esse livro é muito bom,a Eve é super corajosa e muita personalidade,e Aidan é um encanto,fiquei super curiosa para ler sobre os outros irmãos.
    Bjs.

    ResponderExcluir