Resenha - De Repente, Ana


De Repente Ana
Autor: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito
Gênero: Literatura Nacional / Romance 
Páginas: 293 
Sinopse: Skoob

Avaliação:


Oie, tudo bom?

De Repente, Ana é um livro que eu estava curiosa para ler porque gostei bastante do primeiro livro escrito pela Marina Carvalho. Como aqui no Livros e Chocolate Quente não tem resenha de Simplesmente Ana, vou fazer um breve comentário sobre o primeiro livro para quem ainda não conhece a história.

Uma coisa que eu gosto são leituras do gênero chick-lit e ao comprar Simplesmente Ana na Bienal do Rio 2013, fiquei louca para conhecer a narrativa que lembrava muito a história do Diário da Princesa. O primeiro livro conta a história da Ana Carina, uma estudante de direito que mora em Belo Horizonte com a mãe. Certo dia ela recebe uma mensagem pelo Facebook de um cara que supostamente é seu pai. Além de conhecer seu pai Andrej Markov, Ana descobre que ele é rei de um pequeno país europeu chamado Krósvia. 

De um dia para outro, Ana se torna uma princesa e decide passar um semestre na Krósvia para conhecer seu pai melhor e o país também. Chegando na Krósvia, ela conhece Alexander, enteado de Andrej que odeia a Ana desde o primeiro momento porque pensa que ela é uma golpista. O que dizer do Alex? É aquele tipo de personagem masculino que todas as leitoras amam.

"Alexander tem sido meu porto seguro, minha âncora nas terras do meu pai. Afinal, não foi fácil me descobrir princesa da noite para o dia, a única herdeira da coroa de Krósvia, uma pequena e bem resolvida nação do leste europeu."

A Ana é uma protagonista divertida, vaidosa e amorosa. A autora soube explorar a relação da personagem com seu pai sem deixar a narrativa mais pesada por causa disso. No início ela fica perdida com tantos luxos e privilégios, mas depois começa a adaptar as coisas no palácio do jeito que gosta. Simplesmente Ana é um livro bem redondinho, com aqueles momentos de tensão, romance, drama, diversão e um desfecho coerente.

Bom, antes de falar de De Repente, Ana preciso dizer que não fiquei tão animada quando a autora disse que lançaria esse segundo livro. Simplesmente Ana terminou de uma forma tão certinha, que eu não vi necessidade para prolongar a história, pois ela ficou muito boa em um livro único.

Minhas expectativas não estavam tão altas e mesmo assim a leitura não foi tão boa quanto eu esperava. Dois anos se passaram desde o primeiro livro e agora Ana já terminou sua  faculdade, vive na Krósvia e realiza alguns trabalhos sociais da realeza. A relação com Alex e seu pai não poderia estar melhor, porém um grave acidente de helicóptero deixa Andrej entre a vida e a morte e ela é obrigada a assumir as funções do rei durante esse período.

Depois disso, a vida dela passa por muitos momentos em que tem que provar seu lugar no trono. Foi interessante acompanhar esse crescimento da personagem, pois mesmo depois de tantos anos, a Ana ainda parece um pouco ingênua demais em algumas situações e ainda tem dificuldade para lidar com as especulações e fofocas dos jornalistas.

Um aspecto que me fez tirar pontos desse livro foi a tentativa da Marina Carvalho de criar uma narrativa mais adulta. Os personagens estão com uma linguagem diferente, com a inclusão de alguns palavrões. Nada contra palavrões, pois acredito que isso faça parte do crescimento dos personagens. No entanto, eles soaram falsos dentro da história e muitas vezes eram desnecessários dentro do contexto.

Os personagens secundários voltaram a aparecer nesse livro: Irina, Tia Marieva, Estela e a mãe da Ana protagonizaram alguns momentos bacanas ao lado da personagem principal. Um personagem novo é o Ivan, o assessor de Andrej que ajuda Ana nessa nova fase.

Quem também reaparece é a Laika (mais conhecida como cara de cachorro) que tenta minar o relacionamento da Ana com o Alex. Além disso, outro personagem conhecido mostra suas verdadeiras garras no decorrer desse livro.

O personagem mais interessante, em relação ao primeiro livro, foi o Alexander, que nesse livro também narrou alguns capítulos. Os trechos narrados por ele foram os que eu mais gostei e foi interessante ler os dois lados de uma mesma história. Os momentos em que ele se emociona ou demonstra vulnerabilidade foram de cortar o coração. Alex continua um cara sério, bonito, instigante e de coração bom.

De Repente, Ana é um romance que consegue entreter e divertir, mas durante a leitura fica claro que a série foi criada para mostrar ao leitor o que aconteceu na vida da personagem principal. Apesar disso, a escrita da Marina continua fluida, leve e dinâmica. É o livro ideal para quem curte romances e chick-lit.

Beijos!


19 comentários :

  1. Eu tenho só De Repente, Ana, e agora depois de saber que é uma leitura divertida vou comprar Simplesmente Ana logo!
    Uma pena esses palavrões inseridos. :/
    Amei a resenha! Bjs, Aline <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline,
    Sou apaixonada com a escrita da Marina Carvalho, mas dessa série eu li apenas Simplesmente Ana, o Alex é uma graça (ainda mais com as botas combate rsrs). Achei bacana ter capítulos narrados pelo ponto de vista do Alex. Quero muuuuito esse livro rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline..
    Achava que esse livro era mais um romance do que chick-lit. Tenho muita curiosidade em ler ele, mas antes preciso ler o primeiro.
    GOstei muito de saber sua opinião. O livro é sempre muito elogiado.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei este livro e agora estou ansiosa pra começar a ler a continuação. Achei bem legal a autora ter pego uma personagem brasileira, estou tão acostumada a ler livros com personagens que não moram por aqui, que quando vejo algum personagem brasileiro eu acho o máximo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Aline, tudo bem???

    Eu tinha vontade de ler Simplesmente Ana, mas perdi a vontade com o tempo... achei mesmo sem ter lido o livro que esse segundo não precisava ser escrito... vejo várias pessoas dizendo que o primeiro livro terminou amarradinho assim como você, mas enfim vai entender... parece um romance gostoso de ler em uma tarde... mas acho que dessa vez eu vou passar ele. Xero!!!1

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de ler essa série, adoro histórias de princesas desse tipo. Uma pena o segundo não ser tão bom quanto o primeiro, algumas continuações não deveriam existir mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Aline.

    Não li nenhum dos dois livros, apesar de ter um grande interesse nos livros nacionais me pergunto porque ainda não li nada da Marina. Mas espero em breve mudar isso. Estou começando agora a ler os Chick-lit e esse com certeza irei conferir.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li o primeiro livro, mas os dois já estão na minha lista de leitura, curto muito chick-lit e cada resenha que leio sobre eles me deixa ainda mais ansiosa pra conferia a história de Ana.

    ResponderExcluir
  9. Sempre tive vontade de conhecer também, a capa é uma fofura e parece ser bem com humor. Também gosto de chick-lit e não li ainda este. Andrej me irritou um tanto kkkk, ter este tipo de pensamento, quais motivos. Gostei do Alex também. Por a protagonista ser divertida, eu já gostei, e não ser tão clichê pelo visto. Tem uma boa história, o enredo é simples, mas é ótimo. Mas foi uma pena a autora querer madurecer os personagens deste modo, eu nem ligo para palavrões, é a personalidade dos personagens criados. Mas enfim, por ser divertido e ter romance eu quero ler, e ser fluida rápido.
    Abraços Aline,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  10. Tenho o livro aqui em casa, o primeiro volume mas até agora nada de surgir aquela vontade sabe? Já me falaram que tem o clima de princesas da Seleção, bem se tiver acho que vou curtir =D

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  11. Oi Aline, gostei muito de Simplesmente Ana e assim como você estou curiosa com este volume. Gosto da escrita da Marina, e apesar de não ter sido um livro ótimo como você diz, bom saber que continua com uma leitura gostosa.
    Bjs,Rose

    ResponderExcluir
  12. A escrita da Marina Carvalho é uma delicia.
    Posso dizer que gostei mais do primeiro livro do que desse segundo, mas mesmo assim foi uma ótima leitura.
    Estou curiosa agora pela continuação que a autora irá lançar pela Galera Record agora em 2015.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  13. Hey, Aline!
    Amei a capa deste livro!! Super menininha... huiahuihaia. Realmente, a história do livro lembra bem o "Diário da princesa", que inclusive estou lendo. Sua resenha me fez ter um interesse bem grandinho nesse livro.

    Abs

    ResponderExcluir
  14. Oi, Aline!
    Que legal ser sua resenha hoje tendo concluído minha leitura de Simplesmente Ana ontem! A semelhança com o diário da princesa é bem evidente, mas ainda assim achei a história original e gostei da escrita da Marina. O Alex é um dos personagens mais autênticos e de quem mais gostei! No entanto, não foi o que eu esperava... sei lá, algo me deixou insatisfeita com o livro. Achei que o relacionamento da Ana e do Alex não foi tão bem construído. Em um momento o Alex a odiava e sem mais nem menos passa a amá-la. Não sei, acho que poderia ter tido um desenrolar melhor, sabe? Concordo com você que não teria muita necessidade de uma continuação, mas vou conferir com certeza. :) Uma pena ela ter forçado um pouco nesse segundo volume. Palavrões no meio da história sem tanta necessidade acaba estragando mesmo... bom, só lendo mesmo pra saber se vou gostar um pouco mais do que do primeiro livro.

    ResponderExcluir
  15. Eu curto romances bastante, porém não estava tão curiosa como você para ler o livro.
    Talvez De repente Ana seja bem legal, vou experimentar esse estilo chick-lit

    ResponderExcluir
  16. Oi Aline!
    Acho que a gente sempre acaba comprando simplesmente ana com o diário da princesa, mas eu gosto dos dois de forma diferente, até mesmo pq as protagonistas tem idades diferentes. Achei que o livro fechou super bem e tbm não vi a necessidade de uma continuação, apesar de ter gostado muito da mesma. Ainda prefiro o primeiro livro. Mais tbm gostei muito mais das partes narradas pelo mocinho :P
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Faz um tempo que ja observo esses livros e quero compra-los mas não sei porque ainda não tinha dado aquela coisa. Mas depois de ler sua resenha me empolguei, sou apaixonada por livros assim que de certa forma se demonstram leves.
    E também amo quando o livro não é só narrado pela moça mas sim pelo rapaz - não sei porque mas parece que tudo se intensifica quando é o cara rsrs -
    Otima resenha, parabéns
    http://livrosimaginarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Aline, esse livro foi um daqueles que eu li sem saber do que se tratava e me conquistou. Adorei os personagens, principalmente o Alex, você está certa em dizer que não tem como não se apaixonar por ele. Espero ler a continuação :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Não li Simplesmente Ana, mas, pelo o que você escrever, De Repente Ana parece ter sido bem desnecessário mesmo.
    Já li outras resenhas e não me interessei nem um pouco.
    Me pareceu mais do mesmo.
    Enfim, mesmo assim, achei interessante essa relação com o pai dela.
    Beijos!!

    ResponderExcluir