Resenha - Um Pedido às Estrelas

Um Pedido às Estrelas
Autora: Priscille Sibley
Editora: Benvirá
Gênero: Literatura Estrangeira / Drama
Páginas: 320
Sinopse: Skoob

Avaliação:
Olá, tudo bem com você? 
Fazia tempo que um livro no gênero Drama não me angustiava e prendia minha atenção como esse, eu estava super ansiosa pela leitura desse livro, adoro livros que contém drama e esse é daqueles de fazer qualquer um ficar pensando em que decisão tomar. 

Elle é uma jovem que já passa dos trinta anos e que infelizmente caiu de uma escada fraturando a cabeça ao qual seu diagnóstico foi dado: Morte Cerebral 

Elle não responde a nenhum estímulo, para se manter viva precisa da ajuda dos aparelhos, porém uma notícia abala a todos de sua família, Elle está grávida e todos precisam decidir o que deverá ser feito. 

Manter a criança até nascer e depois desligar os aparelhos de Elle ou apenas desligar os aparelhos de Elle e deixar ela e seu filho morrerem ? 

Para Matt seu marido a decisão está mais do que certa, o sonho de Elle sempre foi ser mãe então com toda certeza ela precisa se manter viva até conseguir ganhar a criança. 

Porém para a mãe de Matt, a sogra de Elle o desejo de Elle sempre foi que em caso de ela viver em estado vegetativo como foi o caso de sua mãe, ela era categórica teria que desligar os aparelhos pois ela não queria sofrer igual sua mãe sofreu em seu leito de morte. 

Um assunto que até então já pensamos com toda certeza que Elle deve se manter viva, o livro é narrado em primeira pessoa por Matt o marido, os capítulos são curtos e alguns falam do momento presente e outros conta todo o passado de Elle e Matt.

Elle conheceu Matt ainda muito jovem moravam um do lado do outro, e Elle sofreu muito quando mais nova pois sua mãe sofreu com o câncer o que a deixou vivendo por muito tempo com dor e sofrimento, logo depois do falecimento de sua mãe, o pai de Elle, Hank acabou se aproximando de bebidas alcoólicas e se tornou um bêbado. 

Matt apareceu na vida de Elle quando ela mais precisava e o amor dos dois é lindo, é algo forte e que durou a vida toda. 

Elle trabalhava como astronauta e Matt como médico, porém pelos dois serem muito jovens Matt acabou traindo Elle e ela não quis mais saber dele, os dois conheceram outras pessoas se relacionaram por um bom tempo e perderam o contato, até que o pai de Matt morre e os dois retomam a amizade novamente, e então percebem que o amor continua igual e resolvem ficar juntos novamente. 

Os dois tentaram ter filhos diversas vezes e todas as vezes a criança acabou morrendo, então sabemos desde o começo da leitura que o sonho de Matt e Elle era construir uma família. 

Porém por um lado também vemos todo o sofrimento que Elle já passou na vida, e sua vontade explícita do que deveria ser feito caso ela ficasse em estado vegetativo ela não queria mais viver. 

Então Matt e sua mãe entram na justiça para saber o que deve ser feito manter a criança viva ou desligar os aparelhos. 

A narrativa da autora é maravilhosa, dá para sentir toda a aflição dos personagens e o cansaço mental e físico que o Matt sente com tudo isso em sua vida. 

Os detalhes médicos em toda a história é de tirar o chapéu de tanto que dá para perceber o quanto a escritora pesquisou sobre o assunto e trouxe termos para sua leitura, um livro que faz você ficar do lado da mãe, um livro que faz você ficar do lado de Matt o filho  e principalmente um livro que faz você refletir sobre o peso que é tomar uma decisão que envolva uma vida. 

Se você gosta de drama esse livro é o indicado no momento, e com certeza impossível não se emocionar com toda essa história de amor e superação. 

Beijos 

Até mais...



32 comentários :

  1. Olá!
    Nossa esse livro parece ser bem carregado de emoções, e o fato de a Elle ter tido morte cerebral já me deixa bastante triste; parece ser um livro bem realístico (sem maquiagem para um final feliz) como a vida, Fiquei bem interessada!

    Adorei a resenha,
    Beijos, Julie.

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa!
    Nunca li nada desse gênero... Pelo menos não dessa forma... Achei pelo que você descreveu um livro tocante, com um tema atual e uma decisão "difícil" pela frente... Acho que a escolha seria logica mesmo com tanto sofrimento... Mas gostaria mesmo de ver como o autor iria desenvolver esse tema. Com certeza é um bom livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que drama lindo! Eu tenho que ler! Uma história sobre uma mulher estar grávida e com morte cerebral e um marido ter fazer uma escolha tão grande só pode ser ótima.
    Amei a resenha! Bjs, Andressa <3

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa, como vai?

    Eu estou louco nesse livro, de verdade. Todos elogiam ele e pelo o que o povo fala (e sua resenha) é bom mesmo. Já tá na lista de compras do ano que vem. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nunca tinha ouvido falar desse livro mas agora estou louca pra ler *-* parece ser um livro tocante! Apesar de eu não ler muitos dramas, os que eu li eu gostei e já adicionei esse na minha lista de livros para ler em 2015, Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Tirei foto da capa daqui do blog pra ir buscar o meu na Saraiva, tenho certeza que vou gostar desse livro, beijos

    http://www.angelimcosmeticos.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não costumo ler muito livros assim, mas achei a historia muito interessante, fala de amor, escolhas, sofrimento...Bom é um livro cheio de emoções que acho que acaba prendendo as pessoas e isso é incrível, o jeito que eles lutam pela criança faz com a historia se torne mais real ( Poderia até ser fatos reais hoje em dia ). Bom gostei muito da resenha...Até com a sinopse deu para refletir um pouco.

    Beijos Andressa

    ResponderExcluir
  8. Oi Dressa. Adorei a resenha!
    Deve ser uma situação muito complicada para a família ter que decidir isso, fico imaginando se isso fosse comigo e não consigo chegar a uma conclusão. Parece ser um livro bonito, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro me angustiar com os livros, me fazer sofrer.
    Mas achei meio que bem drama mesmo e bem profundo, logo a protagonista tendo algo grave como Morte.
    E o pior de tudo é que está em coma. Achei bem profundo por que também tem um filho no ventre dela, e isso complica a situação de escolha.
    Deve ser ótimo ler a narrativa com o marido de Elle. O amor que ele nutre por ela é bem envolvente e profundo, mesmo ele tendo sido sacana com ela.
    Achei o trabalho dela meio "what"? astronauta?.
    Achei bem envolvente só pela resenha, parece que é bem profundo o enredo e principalmente as escolhas.
    Me interessei e queria sim ler.
    Beijos Andressa,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  10. Oi Dre, tudo bem? Tem tempo que não leio um drama e fiquei com vontade de ler Um pedido às Estrelas. O tema realmente não é dos mais fáceis de ser enfrentado e nem queremos pensar muito no que faríamos se estivéssemos na situação. Sua resenha me deixou intrigada e com certeza colocarei o livro na lista de futuras leituras!

    beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Adorei a sua resenha sobre esse livro. Eu já vi ele em algumas lojas virtuais e apesar de achar a capa bonita nunca peguei para ler a sinopse - o que agora me deixou arrependida.
    Fiquei muito curiosa para saber se eles vão mante-la viva até dar a luz ou não. Fico me imaginando em uma situação como essa, caso fosse alguma irmã ou sei lá, até mesmo minha filha e ter que tomar uma decisão assim. :(

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  12. Nossa, que situação complicada, pelo visto não dá para fazer escolher um lado tão facilmente, que dó desta moça, uma queda colocou fim em sua vida e em seu sonho, fiquei triste só lendo a resenha, imagina lendo o livro?

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Que luta! Espero realmente não ficar de frente com um problema deste. Já fiquei com lágrimas nos olhos só me imaginando.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas pelo o que pude perceber, vou adorar ler ele, então ele acabou de entrar na minha wishlist! Deve ser aquele tipico livro que faz você refletir sobre certos aspectos da vida! E com certeza vocÊ deve chorar em algum momento.

    Beijos, Carol.
    (cappuccinowithlove.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  15. Eu gosto de dramas, mas não são todos que me deixam emocionada. Mas esse já me deixou pela resenha, e estou até agora tentando escolher minha opinião sobre o que seria de Elle, já fui a favor dos dois, e quero saber como termina a história e já estou com muita pena do Matt. Além de drama deve ser um romance muito lindo. Com certeza vou procurar esse livro e na primeira oportunidade vou ler.

    ResponderExcluir
  16. Ola!
    Drama e realmente um genero que me chama muito a atenção. Esse então.. Esse fiquei muito curiosa para ler, com certeza está na minha lista. Não tinha visto nada sobre esse livro, gostei muito da resenha. E uma decisão muito dificil de se tomar.. Desligar ou não os aparelhos?
    Vou achar esse livro e ler a curiosidade me pegou!

    ResponderExcluir
  17. Ainnn Dressa faz comigo isso nao mulher! hahhaa agora to mega curiosa o que ficou decidido, se prevaleceu a vontade do marido ou da sogra =x

    Preciso ler =/

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  18. Nossa, adorei a história. Deve ser um drama e tanto, e entendo porque gostou tanto.
    Fiquei curiosa com o final. É uma decisão difícil. Eu escolheria deixar a criança nascer.
    Conseguiu me convencer a anotar o livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Eu não sou muito de fazer planos de leitura, mais esse vai ter que entrar
    Fiquei muitoooooo curiosa com esse livro e saber qual sera o desfecho *-*

    ResponderExcluir
  20. Oi Dressa, tudo bom?
    Que história emocionante e eu nem imaginava que esse livro falava sobre esse assunto. Parece ser uma leitura bastante interessante e vai entrar na lista de desejados. Me lembrou um pouco de Como eu era antes de você.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Adoro um bom drama que nos prende e nos conquista.
    A narração em primeira pessoa contribuiu bastante para sentirmos na pele o que o personagem sente.
    Fiquei curiosa para saber como irá ser o desfecho dessa trama.
    Me interessou mais ainda, ao saber que o livro é bem desenvolvido e que a autora pesquisou bastante para criar a história.
    Com certeza quero lê-lo.
    Beijos

    >>Tem promoção de Natal e Final de Ano lá no blog. São livros, marcadores e vale presente. Não fique fora dessa!<<
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  22. Oi, Andressa.

    Drama é o meu tema preferido. Adoro livros assim.
    Amei a premissa do livro e fiquei bem curiosa quanto a decisão que eles irão tomar a respeito de Elle. Na minha opinião seria deixar ela com os aparelhos até chegar o momento do bebê nascer, mas nem todos concordam, certo?
    Vejo poucos livros narrados por homens e pra mim isso é um ponto positivo. Quero muito saber agora o final desse livro. >.< Espero ler em breve.

    Paradise Books BR

    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Oi Dessa,
    A autora parece escrever maravilhosamente bem e ser muito intenso, mas eu não sou apaixonada por dramas então não pretendo lê-lo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  24. Amei a resenha!
    A incerteza da família, deve ser certamente comovente para Matt já que a própria mãe não que o neto nasça.Sou super atraída por dramas.

    ResponderExcluir
  25. Eu adoro drama, é um dos tipos de livro que mais me envolve. Confesso que só de você resenhar, eu já fui imaginando o livro.
    Coloquei na wishlist já, preciso saber o fim dessa história.

    Blog

    ResponderExcluir
  26. Ultimamente venho saturada de dramas, para falar a verdade, comprei Se Eu Fica e até hoje não consegui terminar. Acho que, para esse tipo de leitura, é preciso que o leitor esteja disposto a se envolver, e no momento não estou no clima de histórias profundas e reflexivas assim. Quem sabe, mais para o fim das férias eu me anime, então, por esse motivo, vou deixar anotado. Além do mais, fiquei curiosa em saber qual decisão Matt decide tomar no fim das contas!
    Adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  27. Olá ... pela descrição do livro pode-se perceber que é uma história muito emocionante ... um belo drama ... com certeza um ótimo livro para leitura.

    ResponderExcluir
  28. Já vi essa capa por ai algumas vez, mas nunca tinha parado para ler a sinopse no livro e nem lido uma resenha sobre ele.
    Parece ser realmente muito bom e fiquei curiosa para ler um dia, quando tiver com vontade de pegar um bom drama e me acabar de chorar..rsrs

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi, tudo bem?

    Eu já me senti tensa só de ler a resenha então imagina lendo este livro. Acho que o tema é interessante. As vezes temos uma opinião formada, mas conhecer histórias assim, ficção ou não é bom para entender outras opiniões.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Hey, Andressa!
    Livros que nos deixam "entrar" e participar da história deixam a leitura muito melhor! Sua resenha fez isso comigo. Fiquei aflita só em ler! Rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Puxa, não imaginava que o livro fosse tão carregado de drama assim. Traz, além de um belo romance, um tema bem delicado. Afinal, desligar os aparelhos seria matar mãe e filho, mas será justo deixá-los ligados e prolongar o sofrimento de Elle? Acho que não saberia de que lado ficar, mas dar uma chance ao filho de Elle é ter um pedacinho dela, né? Com certeza é um ótimo drama.

    ResponderExcluir
  32. Nossa! Me senti aflita apenas lendo sua resenha.
    Morte cerebral é um assunto muito polemico mesmo!
    Gostei muito do livro!!
    Adoro quando percebemos que o autor se esforçou para entender o assunto e passar informações coerentes e precisas. Isso demonstra um grande comprometimento.
    Já fiquei louca pra ler esse livro.
    Parabéns pela resenha. Você escreve muito bem! =)

    ResponderExcluir