Resenha - Um dia de cada vez

Um dia de cada vez
Autora: Courtney C. Stevens
Editora: Suma de Letras 
Gênero: Literatura Estrangeira / Drama
Páginas: 232
Sinopse: Skoob

Avaliação: 

Olá, tudo bem com você? 

Confesso que comecei o ano com uma promessa de não comprar nenhum livro novo, porém ao ler a sinopse deste livro não resisti e acabei comprando, e para não ficar com aquele peso na consciência de que não iria ler tão rápido resolvi ler voltando para casa. 

Tenho o prazer de apresentar para você minha primeira leitura de 2015 que vale 5 xícaras de Chocolate Quente e me encantou de maneira singular.

Apesar de ter acabado de ler Fale! a resenha saiu ontem aqui, os gêneros são iguais e praticamente falam do mesmo assunto, pensei que isso seria um problema porque afinal não gosto de ler livros do mesmo gênero na sequência e para minha surpresa eu amei a escrita da autora e não conseguia mais parar de ler desde quando comecei. 

O livro nos apresenta Alexi uma garota de 16 anos, que está no enterro de um colega da escola, a mãe de Boodde acaba de morrer e toda a escola está no enterro. 

Boode nunca foi um garoto que tivesse muitos amigos, ele pinta os cabelos cada dia de uma cor e tem o apelido de "Garoto Ki-suco" , agora ele precisa enfrentar sua nova vida que a partir de agora será sem a presença da mãe , e com a culpa de ter presenciado seu pai assassinar sua mãe devido aos vícios com a bebida, ele tem um novo desafio pela frente e precisa ter coragem para denunciar seu pai para a polícia para que ele se mantenha preso. 

Alexi então entra na vida de Boode para tentar dar uma força neste momento tão difícil, porém como ajudar uma pessoa quando você também sofreu um trauma no passado, e além de carregar a culpa deste trauma precisa guardar segredo e não compartilhar com ninguém o que aconteceu em sua vida? 

Alexi para aliviar seu trauma que sempre a assombra cria manias como por exemplo contar sem parar as coisas que tem em seu quarto e se machucar, ela tem uma machucado na nuca que sempre quando as lembranças vem a tona ela prefere se machucar para poder esquecer as lembranças terríveis de um passado nada bom. 

Alexi mora com sua mãe, seu pai e sua irmã , a irmã  Kayla está para casar pois já namora a mais de 10 anos Craig o namorado que se tornou filho também da família pois vivem muito tempo juntos. , ela sempre vai para a escola de carona com suas duas amigas Liz e Heather as quais as duas namoram jogadores de futebol americano.

A única solteira do grupo é Alexi e que demonstra não estar afim de namorar ninguém por enquanto. 

Toda vez que Alexi chega na escola ela senta em uma mesa e começa a escrever partes de letras de música e sempre no dia seguinte alguém completou o que ela escreveu e assim Alexi cria uma paixão platônica por "Capitão Letra de Música" , pois ele conhece o que se passa no coração de Alexi, as músicas são o que de fato Alexi sente e não consegue falar, não consegue se expor, como pode existir alguém que conheça todas as músicas que Alexi escreve ou dar sugestões de outras músicas que tem tudo haver com o que Alexi está passado no momento?

A narrativa do livro é feita em primeira pessoa pela Alexi , as páginas são amareladas, as letras eu achei um pouco pequena, mas a edição está ótima, os capítulos são curtos e separados e a leitura fluiu muito rápido. 

Boode aceita o pedido da mãe de Alexi para ir morar na casa deles um tempo e então Alexi e Boode começam uma grande e linda amizade. 

Boode mal chega em casa e já percebe que Alexi esconde um segredo e este trauma pelo qual ela passou é sério, porém Boode age como um verdadeiro amigo deve agir , não pressiona, não obriga apenas escuta e respeita a opinião de Alexi. 

O livro é lindo , eu amei o personagem do Boode e devo dizer que apesar de ter amado o livro senti raiva algumas vezes de Alexi, ela consegue dizer algumas coisas para suas amigas e até sua família porém para homens ela não tem reação nenhuma, então sempre me sentia nervosa quando tinha este tipo de situação na leitura.

O livro mostra a importância de você falar o que sente, e que seja qual for o seu sofrimento sempre vai existir um personagem na vida real parecido com o Boode para te ajudar a se libertar de seus traumas.

No final do livro temos a própria autora dando dicas de como pedir ajuda quando se tem um problema de violência dentro de casa, e o quanto é importante desabafar para uma pessoa em quem confiamos. 

Uma leitura densa, forte porém muito emocionante, não cheguei a chorar no livro pois achei a forma como a autora abordou o tema bem leve e gostei muito do final que me fez rir e me sentir aliviada. 

Gostaria muito que a autora continuasse a escrever mais livros pois a narrativa dela é muito boa e este é seu primeiro livro, se você gosta de livros que passam uma lição de vida , gosta de um drama e que tenha uma leitura fluida eu recomendo de olhos fechados que você leia "Um dia de cada vez" e se emocione assim como eu.

Beijos 

Até mais... 


20 comentários :

  1. OI, Andressa.

    Amei ter visto a sua nota para este livro. Tenho lido resenhas com opiniões variadas de Um dia de cada vez, mas mesmo assim não desanimei da sua leitura. Quero demais conhecer o Boode. Espero gostar tanto da leitura quanto você. Gosto de livros que me despertem emoções em mim, mesmo que seja birra da protagonista. kkkkk'

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Instagram

    ResponderExcluir
  2. Oi Dessa!
    Nossa, parece ser um livro tenso ne? Tratando de violencia domestica deve ser. Pessoalmente não me senti atraido pela obra. Não gostei nem da capa, e a sinopse não me inspirou curiosidade. Mas que bom que uma das primeiras compra garantiu uma leitura tão boa.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii Andressa, tudo bem??

    Parece também ser um daqueles livros que no final você recolher uma lição de vida importante dele né?! Falo isso porque concordo com isso de que temos mesmo de falar o que sentimos, independente de qual for o sentimento, pode ser que um apoio moral de um amigo seja bom nessas horas!. Enfim, obrigado pela dica!

    Abraços =)

    http://blogcorujaporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa, tudo bom?

    Bom, eu gostei bastante da sua resenha, e apesar de o livro não ser bem meu tipo, pois é bem pesado e tudo mais, eu o leria. Eu gosto de ler livros cujo os temas não são muito abordados, e com certeza esse é um livro que mesmo não sendo agradado pelo gênero eu leria, pois tem uma premissa bem interessante.

    Beijos
    Ummundochamadolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oiii!
    Estou interessada em ler este livro, a história realmente parece ser boa...
    Beijinhos e tenha um bom final de semana

    www.carinapontesss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Dessa!!!
    Dois livros com temas de traumas ou problemas lidos em seguida... você é forte hein haha
    Gosto bastante de livros desse gênero, mas não consigo ler em sequencia.
    Acho que gostei mais da trama desse livro do que de Fale!, porque parece ter mais participação por parte a personagem principal...
    E melhor ainda que você gostou da escrita, porque em Fale! são páginas praticamente desperdiadas...
    Vou troar ele com Fale! na minha lista haha
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Dressa..
    Nunca parei para prestar muito atenção nesse livro. Mas gostei da resenha, deve ser linda a história.
    Gostaria de conhecer a narrativa da autora e fiquei curiosa com o final.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse livro me lembrou um pouco "Um caso perdido", sabe? Daquele estilo que os personagens tem seus próprios traumas e que se apoiam um no outro pra aprender a lidar com os próprios demônios. Gostei, não sabia que esse livro falava sobre isso, puxado mais pro drama, fiquei curiosa pra ler!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O presente do meu grande amor", vem ver!

    ResponderExcluir
  9. Hey, Andressa!
    Gostei da história do livro! Eu já havia lido a resenha em outro blog e não tinha entendido o porquê do apelido "kisuco" no garoto. Achei as histórias bem impactantes e com certeza irão prender muitos leitores.

    Abs

    ResponderExcluir
  10. Oi Andressa,
    Sabe que eu tbm n curto ler dois livros do mesmo genero em sequencia?
    A proposta do livro parece ser bem pesada, e fiquei impressionado em saber que a autora conseguiu abordar o tema de forma leve.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Dressa, tudo bom?
    Adorei a resenha, eu já tinha ouvido falar do livro, mas não sentia muito interesse em ler ele, porém a historia pelo livros é ótimo, gostei do enredo, e tenho certeza de que podemos aprender muito com ele, espero ter a oportunidade de ler ele em breve.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  12. A capa deste livro é bem bonita. Andei vendo ela por ai e também a sinopse me interessou. Com a classificação =}, é joia! KKKKK, promessas, promessas! Livros são irresistíveis como Lee Pace ♥! Alexi parece uma protagonista de personalidade da qual eu gosto. É bem triste logo de início... Boode parece muito fofo, eu adoro garotos de cabelos coloridos, parecem anjos *-*. Ki-suco combinou perfeitamente. Que graça, essa de completar a música :o. Preciso ler sim. Por não chorar e ser leve, fiquei ainda mais ansiosa para poder conhecer.
    Beijos Andressa,
    ThayQ.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Parece ser um livro e tanto, já quero! *-* E 5 xícaras? Realmente parece ser um ótimo livro, com certeza entrou para minha lista.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  14. Acho ótimo quando os autores abordam temas bem densos e complicados, mas narram de uma maneira leve e fluida. O livro me parece muito bom mesmo, pois mesmo você tendo lido um livro do mesmo tema há pouquíssimo tempo, você conseguiu gostar desse, ao ponto de classifica-lo com cinco xícaras.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  15. Oi Dressa. Tenho muita vontade de ler esse livro, acho o tema muito pra ser abordado nos livros e acho que todo adolescente devia ler livros com esse tema pra poder ficar preparado. O livro parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  16. Nossa!
    Já tinha visto esse livro, mas, não sabia do que se tratava.
    Fiquei muito interessada pelo que li na sua resenha. E, claro, pelas 5 xícaras. =)
    Muito importante a temática do livro.
    Adorei a resenha!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  17. Ainda bem que quebrar a promessa foi bem recompensador pra você, né? Imagina se o livro fosse ruim... um motivo pra ficar com raiva. Bom, é a primeira resenha que tô lendo desse livro e fiquei fascinada pra saber um pouco mais. Livros em que você dá nota máxima, sempre vão pra minha listinha. ♥




    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Já tinha lido resenhas desse livro e ele e um dos que quero ler esse ano esse livro me deixou bem chocada só pela historia do Boode e ainda tem a Alexi e também adorei a mensagens que passa quando tiver oportunidade com certeza irei ler esse livro !!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Dessa,
    Não sou a maior fã de dramas, mas a cada dia estou aprendendo a gostar desse gênero. Embora pareça ser bem densa a história acho que a leitura fluida ajuda bastante, vou procurar lê-lo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  20. Esse foi um dos melhores livros que já li, e está no top 5 de melhores leituras de 2014, talvez esteja até em primeiro lugar, quem sabe...
    Boode é simplesmente perfeito, mesmo com suas imperfeições.
    Eu me identifico com personagens assim, com histórias assim, mas esse, em específico, me cativou de uma forma sem igual, comecei a ler por volta das 20 horas (acho) e terminei 6 da manhã, não consegui parar, nem para dormir.
    Vale essas cinco xícaras, com toda certeza <3.
    Além de encantador, é surpreendente (sei que você me entende).
    "Boode","Garoto Ki-suco", "Capitão letra de música", todas as pessoas precisam de alguém assim, algumas só precisam mais que outras.

    ResponderExcluir