Resenha - 1984


1984
Autor: George Orwell
Editora: Cia das Letras
Gênero: Literatura Estrangeira / Distopia
Páginas: 414
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Olá, tudo bem com você? 

Finalmente consegui ler um livro que queria ler a bastante tempo e já fez imenso sucesso, a história de 1984 foi escrita a muito tempo atrás e no gênero "Distopia" foi praticamente uma das primeiras do gênero a ser lançada em 1949.

Este livro inspirou a famosa trilogia "Jogos Vorazes" e também "1Q84" e como já li essas duas trilogias fiquei bem curiosa com a leitura de 1984. E claro também inspirou o nome do  famoso programa Big Brother.

Winston o protagonista da história vive na Oceania, o mundo de 1984 é composto por Oceania, Eurásia e Lestásia o mundo está em guerra, quem comanda o país é o temido "O Grande Irmão" onde por todos os lugares da cidade tem fotos dele com a mensagem " O GRANDE IRMÃO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ", a cidade de Oceania é coberta de câmeras onde as imagens são transmitidas em teletelas espalhadas pela cidade  e microfones  escondidos e qualquer imagem ou som suspeito o Partido ficará sabendo.

Se você fizer algo que foge das regras você irá sumir e nunca mais alguém irá saber de sua existência, a vida de Winston é pacata, ele trabalha no ministério da verdade, onde sua função é apagar e reescrever tudo que um dia já foi publicado na mídia e além de tudo isso o Partido alterou o significado de algumas palavras e até mesmo a regra ortográfica. 

Winston passa a maioria dos seus dias no trabalho, tomando Gim e fumando seus cigarros, tudo em Oceania é proibido, você ser contra o partido é proibido, você pensar por si só é proibido, fazer manifestação é proibido, amar também é proibido, inclusive fazer sexo por prazer é proibido, a função de fazer sexo só é permitida para procriar, se você casar só pode ter relação para esse fim e caso faça sexo sem ser para procriar você é preso. 

As crianças são criadas para espionar os pais, caso façam algo que seja proibido as crianças devem alertar o partido , inclusive se você falar algo que seja contra "O Partido" mesmo que esteja dormindo, você também é preso. 

Então a rotina e a vida sem graça de que Winston levava é mudada totalmente quando ele conhece Julia, uma moça atraente e que se diz apaixonada por ele, os dois marcam de se encontrar em lugares escondidos, fazem códigos quando se encontram nas ruas e a vida de Wisnton começa a ter um novo significado. 

Winston já não gostava do Partido e muito menos de todas essas regras que fazem todos pensarem que vivem felizes, depois que se apaixona por Julia deseja ficar com ela mais tempo e claro ter o direito de ir e vir sem ser incomodado. 

Então Winston entra para uma associação de um cara chamado O'Brien que aceita pessoas que são contra O Partido, ele precisa fazer promessas, cumprir regras e ler um livro que se chama " Teoria e Prática do Coletivismo Oligárquico". 

A leitura se torna muito parada a partir deste momento, o livro já não tem muita ação, não é feito de diálogos e a narração é feita em terceira pessoa, quando chegou na parte da leitura deste livro que se repetiu em alguns momentos, duas vezes eu fiquei com vontade de abandonar a leitura ou no mínimo pular umas 100 páginas. 

Mas consegui ler até o fim e depois que passa o momento da leitura deste livro "dentro do livro" é que a leitura dá uma avançada e fica mais interessante. 

O Partido acaba descobrindo o relacionamento de Julia e Winston e então ele é preso e torturado, muitas coisas acontecem no presídio e Winston vai aprender como funciona "O Partido" e qual deve ser o comportamento dos cidadãos de Oceania esperado pelo Partido que seja o correto.

A história é muito boa, mas não é um livro fácil de ler, ele pode te fazer refletir sobre várias coisas, é aquele tipo de livro que pode ter inúmeras interpretações e só lendo para saber qual será sua opinião.

A edição está simples, letras em bom tamanho, capítulos separados, páginas amareladas, se fosse mudar alguma coisa eu faria a narrativa ser em primeira pessoa e tiraria fácil pelo menos umas 100 páginas, e justamente por este motivo acabei dando apenas 3 xícaras de chocolate quente. 

Mesmo assim gostei muito da leitura e finalmente pude conhecer uma história famosa e que era tão antiga, e apesar do Winston se apaixonar por Julia em nenhum momento o livro tem passagens românticas, o livro foca no Partido e no totalitarismo em que se vivia o que normalmente já é um ponto forte em distopias.

De acordo com o site Globo está em produção uma versão do filme , claro que de uma maneira mais romântica com a atriz kristen Stewart no papel de Julia, ainda sem previsão de lançamento, mas também já existe uma versão mais antiga do filme que foi gravado em 1956, se ficar curioso vale a pena assistir. 

E para finalizar a resenha George Orwell é apenas um nome fictício para o jornalista Eric Arthur Blair que resolveu usar o pseudônimo em seus livros, além de 1984 o autor escreveu "A Revolução dos Bichos" também muito elogiado pela crítica e que um dia também pretendo ler. 

Beijos 

Até mais... 



29 comentários :

  1. Oi Andressa, ganhei esse livro faz tempooo, mas ainda não li acredita?!
    Adorei a resenha. Não sabia que esse livro tinha inspirado a escrita de Jogos Vorazes, agora fiquei mais curiosa porque amei Jogos Vorazes.
    Segue ai também: http://paulinhabonito.blogspot.com.br/
    bjsss

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Gostei da sua resenha, porque descreveu bem o livro, porém preciso discordar da necessidade de retirar aquelas 100 páginas que são sobre "o livro dentro do livro". Eu acho que é uma das passagens mais importantes da história, justamente porque é o momento em que o autor explica a construção de uma ideologia e como esta sustenta a nação, explica a importância da guerra para a economia e para a manutenção do controle do governo sobre a sociedade etc. É uma parte muito interessante e essencial para que o leitor compreenda como o mundo em que ele vive funciona.

    É um pouco chatinho mesmo, porque é uma parte mais técnica, mas isso não significa que ela está ali somente por capricho.

    Acho que deu para perceber que sou fã de carteirinha desse livro, né?! kkkk

    Enfim, amo de paixão 1984! Estou lendo a trilogia 1Q84 por causa dele, espero que goste tanto dela quanto do livro em que foi baseada.

    Beijos!

    2surrealistas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Dessa!!!
    Gosto bastante de disopias, e sempre quis ler essa porque me disseram que é foi uma das primeiras, ou a que começou a fazer sucesso.
    Mesmo sendo um pouco clássico acho que vou gostar, depois também vou ver se acho o filme na versão antiga haha
    Milagrosamente tem esse livro na biblioteca da minha escola então vou pegá-lo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Quero super ler o livro, mas tenho medo da narrativa, porque é um livro clássico, e tudo mais. Por isso, vou começar a ler George com A Revolução dos Bichos.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é sensacional! No meu caso amei todas as partes, não tiraria nenhuma, achei tudo interligado e as informações passadas no livro deu para me situar ainda mais na histórias, tirando até algumas duvidas que tinha na leitura.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos livros que tem na lista de leitura de todo mundo.. mas que poucos conseguem realmente ler.. eu tenho curiosidade mas até o momento não achei tempo pra ler essa obra..

    ResponderExcluir
  7. Oi Dre,

    obviamente que o Bruno ainda não acabou esse livro, mas beleza huahuahuahua. Tenho curiosidade em ler o livro também, mas não por agora. Mais para frente, quem sabe? E eu não sabia que o livro ia ter um filme. Legal

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa! É sempre bom conhecer novos livros do gênero ''distopia'', principalmente pra mim que adoro! Adorei sua resenha *-*!

    Abraços =)

    http://blogcorujaporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dressa, tudo bem?
    Fiquei até em dúvida se escolheria este livro, mas acabei optando pelo outro..rs
    Gostei da descrição da história, e nem sabia que teria filme.
    Querer tirar tantas páginas assim do livro, não é bom sinal..rss Quem sabe um dia eu leia e goste. Mas vou prestar atenção nesses pontos negativos.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. tenho preguiça de ler estes clássicos hahaa
    Mas esse eu leria com certeza
    Li toda trilogia de The Hunger Games e adorei
    espero conhecer esta obra distópica

    ResponderExcluir
  11. Caramba realmente parece ser muito legal. Necessito desse livro, ainda mais depois do sucesso de jogos vorazes né. Arraso com certeza. Beijocas baby.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre fui doida pra ler esse livro!Só ouvia coisas maravilhosas a respeito!
    Mas compreendo perfeitamente seu ponto de vista pra achar maçante algumas partes,eu particularmente me identifiquei bastante com seu modo de pensar.Acho que não gostaria das mesmas coisas que vc,não gosto de escritas paradas e enrolação.E um diálogo sempre ajuda a não cair na monotonia né.
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. O BBB é uma M.... mas pelo menos ele foi inspirado num livro de sucesso, é o que salva o programa, hehe. Nçao gosto de distopias, mas este livro (talvez por ser pioneiro), me chama muuuito a atenção. Tenho ele só falta ler.

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. O BBB é uma M.... mas pelo menos ele foi inspirado num livro de sucesso, é o que salva o programa, hehe. Nçao gosto de distopias, mas este livro (talvez por ser pioneiro), me chama muuuito a atenção. Tenho ele só falta ler.

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Realmente, esse não é um livro de fácil leitura. É pesado e passivel de várias interpretações, eu acho até que é daqueles que se você ler em outro momento da vida pode pensar de forma diferente sobre a história!

    Faz algum tempo que li ele, estou com vontade de reler... afinal é um livro que continua influenciando gerações de escritores mundo a fora!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Já ouvi falar muito desse livro e tenho muita vontade de ler. Nele como você falou, podemos ter várias interpretações, e pelo que já ouvi pode-se fazer uma relação com a sociedade em que vivemos. Não sabia que o livro era tão antigo. Pena que não gosto muito de livros narrados em terceira pessoa.

    ResponderExcluir
  17. 1984 é um clássico mesmo, Andressa. E acho que se encaixa bem no momento que estamos vivendo.
    A leitura é densa, muitas vezes maçante, justamente por retratar uma realidade nada romantizada, nada disfarçada.
    Custei um pouco a pegar esse livro para ler pois não gosto muito de distopias, mas gostei de ter lido e acho que todos deveriam investir um tempo nele. Antes que o Grande Irmão proiba! Rsrs... :)
    Parabéns pela resenha!
    []'s

    ResponderExcluir
  18. Jura que é uma distopia? Já vi esse livro diversas vezes, no skoob, em blogs e nas livrarias e nunca parei para ler de fato sobre o que ele fala, acho que parte disso tem a ver com a capa que não chama nenhuma atenção, admito eu vou pela capa na maioria das vezes... No começo da sua resenha eu me empolguei, mas foi só no começo mesmo rs, acho que eu não iria curtir o livro, então ele não vai entrar para minha listinha.

    Ps. Você escreve muito bem!

    Beijão,
    Raiza Varella

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li nenhum livro do autor, tenho que criar vergonha na cara e ler logo, haha.
    Não sabia que Jogos Vorazes tinha sido inspirada nesse livro, agora fiquei mais curiosa para ler, gostei de Jogos Vorazes e acho que adoraria ler esse livro.
    É ruim quando a leitura fica um pouco parada, dá vontade de pular várias páginas mesmo, ou até mesmo desistir do livro, se bem que o livro tem de ser bem morgado ou eu não estar no clima, para poder lagar um livro assim.
    Desejo muito arriscar essa leitura, e tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Olá Andressa,
    fez e faz bastante sucesso, já ouvi falar muito desse livro!
    Sua resenha trouxe várias curiosidades que eu não sabia: que inspirou "Jogos Vorazes", o nome do Big Brother e "1Q84" ("1Q84" eu nem conhecia) e que George Orwell é na verdade um nome fictício...
    Nossa, crianças que espionam os pais?! Praticamente tudo é proibido, até amar?! :o
    Achei a história bem diferente e legal, quero ler... Espero que eu não fique com vontade de abandonar o livro ou pular páginas por causa do livro "dentro do livro". :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Eu não fazia ideia que o BBB tinha sido 'inspirado' nesse livro kkk
    Enfim, sempre ouvi falar bem desse livro, embora nunca tenha parado pra ler uma resenha. Mas gostei bastante do enredo, pretendo lê-lo.

    Beijos
    Colecionando Primaveras
    Fanpage

    ResponderExcluir
  22. Hey
    Não sabia que o livro inspirou jogos vorazes e muito menos o Big Brother! :o Mas, a história não me surpreendeu muito. Gosto da Kristen, espero que ela possa fazer uma Julia ótima.

    Abs

    ResponderExcluir
  23. Tenho vontade de ler esse livro mas sei lá, parece ser tão parado que me desanima. Tenho conhecimento de que é tipo um clássico, que faz a gente refletir muito mas se você tiraria 100 páginas fácil imagina eu? kkkk

    ResponderExcluir
  24. Oi Andressa, tudo bem? :)

    Sempre vejo ótimas resenhas sobre esse livro, mas na hora de ler... sempre desanimo! ;/

    Embora eu ame distopias, o fato de ter me alertado de que em alguns pontos a leitura simplesmente estaciona, me deixou com um grande pé atrás... não sei se vou conferir =P

    Beijos! ;*
    ||Letras Eternas||

    ResponderExcluir
  25. Ei Andressa, já ouvi falar muito desse livro mas é a primeira vez que vejo uma resenha dele. Tem certas coisas que você disse que eu não sabia, principalmente sobre o protagonista, já que quando falam desse livro focam bem mais na parte política. Gostei bastante e ainda pretendo ler esse livro e os outros do autor. Beijos
    Gabi, www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Tenho esse livro há algum tempo embora não seja essa edição que eu acho linda <3
    É um daqueles clássicos que todo mundo fala e recomenda então minhas expectativas estão MUITO altas. Espero acabar não me decepcionando por em algumas partes ser parado demais.

    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Nossa, fiquei muito interessada pelo livro.
    É uma historia que envolve muitos coisas.
    Hoje não dá pra imaginar uma pessoa "vivendo" assim, sem poder fazer suas próprias escolhas, ter uma família, ter uma relação normal e sem ter liberdade. Definitivamente isso não é viver e sobreviver, preso à regras e sendo vigiado.

    Interessante saber que esse livro inspirou tantas outras obras e o programa Big Brother.

    ResponderExcluir
  28. Eu não sabia que este livro tinha inspirado Jogos Vorazes e mesmo não tendo gostado dos livros isso não afeta a minha vontade de ler 1984. Eu ainda não li por falta de tempo mesmo e porque sempre acabo lendo outro na frente, mas depois de ler essa resenha a minha vontade de ler foi renovada, vou tirar esse livro da estante :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Esse livro pode ser considerado um dos grandes clássicos distópicos. Como sou fã do gênero, esse livro deve ser considerado por mim como um obrigatório. Que bom que o ganhei aqui no blog. Mas é uma pena que ele não tenha chegado às 5 xícaras de chocolate quente. Mesmo assim, reflexões interessantes foram o que não faltaram nele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir