Resenha - O Olhar de Milo

O Olhar de Milo
Autora: Virginia Macgregor
Editora: Leya
Gênero: Literatura Estrangeira /Romance
Páginas: 384
Sinopse: Skoob

Avaliação:

 Olá, tudo bem com você? 

O Olhar de Milo é um livro emocionante, narrado em terceira pessoa conhecemos Milo um 
menino de apenas 9 anos que está com uma doença chamada "Ritinite Pigmentosa"  o que faz ele perder a visão aos poucos, no momento ele enxerga as coisas apenas por uma "fresta" como se estivesse vendo por um buraco de uma agulha.

Página 145
Se todo mundo vê, não é muito especial.Mas o que você vê, isso, sim é importante.
Milo pensou em todas as coisas que havia visto no Não me Esqueças e em como as outras pessoas que tinham olhos melhores do que os seus pareciam nao perceber. Talvez Al estivesse certo, talvez a visão através do buraco de agulha fosse uma espécie de superpoder. 

Sandy a mãe de Milo  está passando por uma situação muito complicada, pois além de seu marido ter abandonado sua família, seu filho ficando cego, a avó de seu marido está com 92 anos e está apresentando sintomas do Mal de Alzheimer, ela sem querer colocou fogo na casa causando quase um acidente mais grave.

Depois que este acidente acontece, Sandy pede para Milo procurar casas de repouso na internet para poder colocar a vovó Lou.

Milo adoro conversar com vovó Lou e seu passatempo preferido é se comunicarem por escrita pois já tem um bom tempo que vovó Lou não fala nada apenas escreve, além de Vovó, Milo tem outra companhia nada convencional o porquinho chamado Hamlet que é muito fofo e que adora ficar o tempo todo ao lado de Milo e Vovó Lou.

O desejo dele é cuidar da própria avó e não abandona-la em uma casa de repouso, porém sua mãe diz que ela precisa trabalhar, e Milo precisa estudar não tem como manter vovó Lou em casa podendo acontecer qualquer acidente novamente.

Então depois de muito relutar os dois colocam vovó Lou na casa de repouso "Não Me Esqueças" e lá conhecem a enfermeira Thornhill que para acolher se torna uma pessoa maravilhosa, diz que Milo pode visitar sua avó sempre que quiser e quando Milo sai da escola todos os dias ele vai visitar a sua avó porém percebe que a enfermeira Thornhill não é aquele amor de pessoa que pensou ser, e nem sempre ele consegue visitar sua avó.

Ele percebe que outros idosos também estão sofrendo maus tratos dentro do lar "Não me Esqueças" e conhece o cozinheiro Tripi um refugiado da Síria onde teve que fugir do seu país por estar em guerra e acabou se perdendo de sua irmã mais nova de apenas 12 anos chamada Ayishah onde ele pretende um dia encontra-la novamente.

pagina 167
Luzinhas e sinos e enfeites
Por que todo mundo parecia tão feliz? Será que não viam o que estava acontecendo?
Ninguém tinha o direito de tratar as pessoas daquele jeito. Coisas ruins estavam sempre acontecendo, e as pessoas não ficavam descontando nos outros.

Então Milo se torna amigo de Tripi e os dois tentam fazer a vida da vovó Lou e de outras senhoras mais agradável, mas sempre quando a enfermeira Thornhill aparece eles fingem que nada está acontecendo.

Sandy mãe de Milo aluga o quarto na casa que era de vovó Lou para um jornalista chamado Cloud e a principio Milo não gosta dele por estar invadindo seu espaço, porém agora com a mãe desempregada ela precisa de alguma renda para bancar a casa e essa é a única alternativa que existe no momento.

Milo precisa encontrar um jeito de convencer sua mãe e os outros parentes dos moradores do lar Não me Esqueças do que realmente acontece lá dentro e conversando com Cloud que é jornalista ele resolve pedir para Milo reunir provas. 

Então Milo e Tripi se juntam para tentar desmascarar a enfermeira Thornhill e o livro então é cheio de aventuras, momentos doces e fofos e dá vontade de abraçar todos os personagens.

Página 168
Que importância tinha se Jesus nasceu pobre? Com Deus ao lado dele, Jesus conseguiria resolver tudo no final. Mas e a senhora Moseley e Vovó e todas aquelas senhoras do Não me Esqueças? 

A leitura eu fiz em ebook, então não tenho avaliar a edição, mas não encontrei erros, os capítulos são separados e curtos, o que facilita muito a leitura, ela fluiu muito rápido e eu amei muito esta história.

Cada personagem tem um problema a ser enfrentado e na visão de Milo tudo fica mais fácil de ser resolvido basta se unir e querer.

Um livro que passa uma linda mensagem de amor e união, e podem esperar momentos muito engraçados como o namoro da vovó Lou com Petros os dois tem cerca de 92 anos e ao se conhecerem na casa de repouso Não me Esqueças resolvem se casar :)

Página 205
-Sim, Louisa. Eu me caso com você. Mas acho que deveríamos pedir a permissão de Milo primeiro, você não acha?


Um livro que mostra o quanto uma criança pode ensinar e quanto um adulto pode aprender, uma leitura leve, fácil e simplesmente emocionante, eu amei a leitura e minha recomendação é apenas que você leia este livro e se encante.

Beijos

Até mais...

36 comentários :

  1. Oi Dressa...
    Que história mais gostosa, adorei a trama que envolve o livro. É a primeira resenha que vejo do livro.
    Mas leituras assim, de ensinamentos entre os personagens, sempre me agradam.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu amo esse tipo de livro, eles me encantam, mostram o quanto as crianças podem nos ensinar. Não conhecia o livro ainda, mas já quero. Esse desejo do Milo de cuidar da avó é tão lindo. Gosto muito de livros que nos ensinam alguma coisa, e as vezes até mudam nossos pensamentos, nosso jeito de ser.
    Um livro que me mudou foi Extraordinário, e espero que quando eu ler esse livro, eu mude novamente e melhore cada vez mais o meu ser.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a resenha! Parece ser um livro muito bom! Não conhecia o livro e fiquei muito interessada. Gosto muito de livros que a personagem principal é uma criança e ela tem uma participação ativa, muda ou quer mudar o mundo ao seu redor. Tomara que seja lançado em livro físico também, pois não consigo ler livro em ebook.

    ResponderExcluir
  4. Oii Andressa, tudo bem?
    ah meu deus preciso ler esse livro! Sei lá, já peguei a mania em ler livros que pessoas tem doenças e sempre termino em ler com lágrimas dos olhos, já vou colocar esse livro em minha wishlist, sua resenha ficou excelente!!
    Espero sua visita *-*
    http://www.doceliterario.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Andressa.

    Olhando a capa desse livro eu não dava nada para ele. Mas depois de sua resenha fiquei bem interessada. Milo e sua visão deve ser uma jornada bem interessante de se acompanhar. Eu adorei saber do porquinho dele e de sua avó. Adoro livros com dramas e aventuras. Com certeza irei querer ler este livro.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books // Curta: Facebook

    ResponderExcluir
  6. Oi Dessa!!!
    Parece ser uma história super emocionante e que no final deve ter uma mega lição de vida.
    Além do mais que deve ser uma amizade incrível e exemplar e possivelmente se eu ler ele irei chorar hahaha
    Com certeza esse vai pros desejados.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Dressa
    Gosto bastante de livros que tenham crianças como protagonistas e esse parece ser encantador. Eu acredito muito que temos muito a aprender com as crianças, elas carregam em si o pouco de inocência e esperança que resta no mundo. Ficou morrendo de vontade de conhecer a vovó Lou <3
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  8. Oi Dressa!!! Tudo na paz?

    Eu não tinha visto nada ainda sobre este livro e me encantei por ele através de sua resenha, deve mesmo ser cheio de sensibilidade e sentimento... Vou colocar na lista de leitura, com certeza. Parabéns pela resenha, como sempre! :D

    Beijos!!

    www.escrevarte.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Dre!! Fiquei super curiosa com o livro, realmente o que você disse é verdade, a criança tem muito o que ensinar aos adultos! Deve ter sido engraçado acompanhar o namoro da vovó com o senhorzinho de 92 anos. Por outro lado, eu ficaria de coração partido com a leitura de que os idosos não estavam sendo tratados como deveriam na casa de repouso! :(

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito de livros nesse estilo, quero muito ver o que o Milo tem pra me ensinar! A vida dele não é mesmo das mais fáceis ein?! Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Andressa, tudo bem?
    Vi o livro O Olhar de Milo entre os lançamentos recentes da editora Leya e achei a premissa do livro bem interessante.
    O personagem Milo, me lembra um pouco o August de Extraordinário, mas pelo que li da sua resenha as histórias são bem diferentes.
    Gostei bastante da história pelo que li, o Milo parece ser um ótimo personagem e o livro parece ser muito fofo.

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  12. Nossa, quanto sofrimento. Pra ler um livro com tantos problemas envolvidos eu preciso estar no clima. E mesmo assim eu vou chorar. rs.
    O enredo é bem interessante. E esse Milo enxerga melhor do que qualquer outra pessoa, né?
    Adorei a resenha e a dica do livro. Realmente não conhecia.

    bjs.

    www.booksandmuchmore.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Dressa!
    Pelo visto esse é daqueles livros com carga emocional intensa. Já tinha me interessado pelo livro quando soube de seu lançamento. E ainda mais agora, após ler sua resenha.
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse livro principalmente porque não leio muito infanto juvenil, mas parece ser o tipo de história que te deixa com um sorriso no rosto haha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre gosto desses livros com crianças.. não sei porque..
    são sempre historias tão lindas.. com crianças fortes e que tem um grande coração..
    eu sinto como se maldade nenhuma pudesse atingir esses pequenos..

    ResponderExcluir
  16. Oi Dessa,
    Encantadora essa história e a Milo uma fofa. Espero ler esse livro em breve.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  17. Oi Dessa, tudo bom?
    Ah, que livro emocionante! Eu fico sempre bem abalada com sick lits ainda mais com crianças pequenas como Milo. Eu até escrevo muito desse gênero, mas não conhecia essa doença, que li rápido e confundi com rinite hahahah. Deve ser um livro bem tocante mesmo e agora vai para minha lista de desejados fortemente.
    Beijão
    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Esses livros que tem crianças como protagonistas sempre tem tanto a nos ensinar, né?!
    Eu não conhecia esse, mas já fiquei super interessada :D

    Beijos
    Colecionando Primaveras
    Fanpage

    ResponderExcluir
  19. Oi, Andressa! Ai, o livro parece ser lindo! Adoro histórias contadas do ponto de vista de crianças, e adoro quando os narradores são garotos. Incrível como essas histórias nos ensinam tanto. é a primeira resenha que leio dele, vou procurar mais algumas para ter uma ideia melhor. Beijos

    litteraturamundi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Dressa, tudo bom?
    Não sabia nada desse livro antes de ler sua resenha e já posso dizer que estou apaixonada. Que história cativante e inspiradora. Milo parece ser uma criança especial e única. Parece ser aquele tipo de narrativa que faz refletir sobre a vida.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Andressa,

    A ideia de um livro onde a "sabedoria infantil" é exaltada me parece muito boa. As crianças têm uma visão boa da vida, porque simplificam as coisas. Os adultos complicam tanto que se perdem no caminho. O coração das crianças é mais puro por não ter receios que os adultos aprendem a acumular durante a vida. E o casal de idosos também parece ser lindo de se ver.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Que bonito isso flor!
    Vi este livro ontem na Nobel e me chamou a atenção pela capa, mas ainda não tinha achado uma resenha sequer. A sua foi a primeira.
    Até trouxe um marcador dele pra não esquecer.

    Adorei a lição passada. Adoro livros com crianças. E toda essa aventura pra cuidar da avó, ♥ muito amorzinho mesmo!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oinnn drama é simplesmente muuuito bom!!!
    Eu ainda nem tinha visto nada sobre este livro, não conhecia mesmo.
    Nossa, deve ser bem angustiante e Milo deve ser um guerreiro. Sem dúvida está na lista de desejados pois, este livro é muito o meu gosto.

    Beijo, Van Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Que história mais linda! Nunca tinha dado muita bola pra esse livro, nem se quer tive vontade de ler resenhas ou sinopse dele rsss
    Mas agora quero muito! Até a capa que eu tinha achado meio feinha já estou achando mais bonita kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Nossa, esse livro parece ser legal. Já tinha me conquistado no início da resenha, ao falar da relação entre Milo e a avó, e fiquei ainda mais interessada ao ver que fala sobre maus tratos de idosos.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi amiga, tudo bem???

    Esse tipo de leitura não me chama muito atenção, mas valeu pra mim a leitura de sua resenha... gostei muito.... a história parece ser muito bonita... onde um garotinho pode transforma as vida de outras pessoas e emocioná-las.... achei bem legal e interessante... Falar da vovó me fez lembrar da minha que já foi e virou um anjinho, mas eu era bem apegada a ela... e em Junho fará um ano que ela resolveu viver outras experiências... Xero!!!

    ResponderExcluir
  27. Oi Andessa, tudo bem?

    Em uma primeira olhada na sinopse do livro e na capa eu não tinha me interessado, mas adorei a sua resenha. Milo parece ser um menino especial e carinhoso e estou ansiosa para ler um pouco sobre a sua jornada. O engraçado é que apesar de estar doente, na sua resenha você só falou sobre as coisas que ele fez pelas outras pessoas e não tocou no assunto da sua doença e eu fiquei curiosa para saber o que acontece.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    Participem do -- Top Comentarista de Fevereiro--

    ResponderExcluir
  28. Oie Andressa, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia este livro, achei a história bem encantadora, deve ser bem emocionante. Tive a impressão que deve se parecer um pouco com Extraordinário, mas posso estar beeeem enganada. Espero que eu tenha a oportunidade de ler este livro, gosto de leituras leves assim.
    Bjos!

    luadeneonblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Esse parece ser aquele tipo de livro que com certeza me emocionaria. Acho bacana quando o protagonista é uma criança, porque vemos a história de uma maneira diferente. Adoro livros de aventura, mistérios, e emocionantes, com certeza não me arrependerei de ler esse livro. Beijos
    Gabi, www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Adorei o livro, mesmo com essa capa feinha kkkk
    Parece ser bem emocionante, mas esse não será umas das minhas prioridades na hora da compra
    Quem sabe um dia eu leio,

    ResponderExcluir
  31. Oi Andressa, como está? :)

    Tinha ouvido falar desse livro por uma amiga que está louca pra ler, mas não sabia que a história tinha essa atmosfera tocante assim. O tema se bem abordado, com certeza vai me encantar!

    Beijos! ;*

    ResponderExcluir
  32. Que historia linda, não conhecia.

    Achei interessante como o livro fala de vários assuntos em uma historia, como a amizade e os maus tratos.
    Pode ser um livro fofo, mas parece ensinar muito também.

    O persongen Milo é encantador, fiquei curiosa pra conher mais e aprender com ele.
    Gostei do livro destacar como os adultos aprendem com as crianças e como elas tem visão muito melhor das coisas ao redor.

    Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  33. Oi Andressa!
    Realmente muito complicada a situação de Sandy. E da avó de Milo também! Esse menino parece ser muito adorável, ao contrário da enfermeira Thornhill.
    O primeiro quote transmite o que parece ser a história: As pessoas com olhos melhores não enxergando o que Milo vê.
    Sério que tem momentos engraçados também? É, tem: se casar com 92 anos já é um, haha. Vou me apaixonar por esse livro! :D.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Eita que a vida dessa mão não deve ser fácil mesmo, hein?!?! E o que me encanta em personagens crianças é a inocência delas. Achei bem interessante a autora abordar esse tema de maus tratos aos idosos. É cruel e real, infelizmente. Fiquei super curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  35. Confesso que a capa é muito estranha, eu achei feia demais. O enredo por si tem um drama interessante e dá para ver que o envolvimento com o leitor será grande, principalmente por conta das provações vividas pelos personagens, ainda tenho dúvidas se de fato leria, até curto um bom drama, mas O Olhar de Milo ainda não me convenceu.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  36. Oi Dre, tudo bem?

    Engraçado porque esse é aquele livro que eu não daria nada huahuahua. Mas que bom que você gostou da leitura. Gosto de livros com mensagens bonitas e, apesar dos livros da Leya não fazerem o meu estilo, acho que eu daria uma chance para esse

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir