Literatura Nacional, Vamos conhecer?





Olá, tudo bem com você ? 

Hoje tem autor novo na área e tenho o prazer de apresentar a você Hugo Dalmon que resolveu escrever uma história para homenagear a Amy Winehouse vamos conferir ? 




Ela gosta de coisas do espaço e de outras dimensões, ele curte tirar um som com o violão. Ela gosta de pintar telas, ele, de pintar peles. Ela gosta de ler livros ruins, ele gosta de bebidas baratas. Ela ama Amy Winehouse, ele, venera! A grande amizade de duas pessoas com subjetividades tão diferentes e, ao mesmo tempo, tão complementares ocorreu graças a alguém que nunca soubera da existência de ambos, Amy Winehouse!


 Conheça agora um bate papo que tive com o autor : 

 Foto tirada pelo fotógrafo: Thales Estefani.

Nome: Hugo Dalmon
 
Idade: 26 anos

Cidade Onde Mora: Volta Redonda - RJ

Como surgiu a ideia de escrever "Quero me Lembrar de você, Amy Winehouse" ?
Após a morte de Amy Winehouse eu, muito sensibilizado, tatuei em minha pele um caricatura dela criada por mim. Mas, não achava o suficiente, a influência de Amy Winehouse, não só com suas músicas, sobre a minha vida e minhas reflexões foi tão grande, que quis mostrar isso de alguma forma. Assim, decidi demonstrar através de uma narrativa ficcional o quanto um artista consagrado por modificar e influenciar na vida de alguém.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta?
Eu passo por duas etapas de criação: Primeiro ando pelas ruas criando a história mentalmente. Organizando um roteiro mais solto. Depois, vou para o papel e dou liberdade para esse roteiro, permitindo que ele saia como o previsto, ou com grandes diferenças. Assim, acredito que juntando todo esse tempo, e ainda, juntando o processo da editora para a publicação, ele demorou cerca de nove meses (um filho, né? rs)

O que o leitor pode esperar de "Quero me Lembrar de você, Amy Winehouse" ? 
Se trata de um livro mais voltado para o público juvenil. Porém, as tramas em que Thereza, a personagem narradora, se envolve, são tão comuns na sociedade que muitas pessoas bem mais velhas, muito mais adultas e com maturidade intelectual, me honrou com a leitura e devolveram feedbacks incríveis - olha, que nem tô falando da minha mãe, sequer parentes ou amigos (rsrs).
Assim, o leitor pode esperar o encontro de si mesmo. A coisa mais explorada por Thereza é a reflexão dos fatos e o perigo existente na vida ao nos depararmos com lacunas existentes em diálogos, os quais não são estabelecidos completamente ou por medos, ou por "furos" linguísticos existentes numa conversa. Logo, o leitor pode esperar reflexões sobre os seus atos cotidianos, tudo permeado de um grande humor da simpática Thereza.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever?
Meu autor preferido é Moacyr Scliar. Embora, Clarice Lispector e Renato Russo tenham me inspirado aos onze anos a começar a esboçar textos em diversos gêneros. Digo, com precisão, que Moacyr Scliar potencializou algo que eu trabalhava muito, o humor. Ele, pra mim, é um grande ícone literário.

Se "Quero me Lembrar de você, Amy Winehouse" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria?
Sem dúvida Love is a Losing Game, que, inclusive, tem esse título na epígrafe do livro.


Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão?
Eu sou formado em Letras, turma de 2011, além de escrever, também, atuo como professor de lígnua portuguesa para os anos finais do ensino fundamental e para o ensino médio.

Deixe uma mensagem para nossos leitores
Mesmo que a coisa fique feia e bicho esteja solto, tenha esperança!
 
 
Além de "Quero me Lembrar de você, Amy Winehouse" , o Hugo também escreveu:
 
 "Babilônia Encantada" 
 
 
Uma comédia com um 'Q' de ficção científica, em que um homem, o qual teve uma vida traumática por ser feio e esquizofrênico, decide fazer uma cirurgia plástica para ficar com o rosto igual ao do Elvis Presley, na tentativa de conquistar o seu grande amor. E com uma herança inesperada, o sósia do Elvis fica milionário. Mas, sabemos: tudo tem um preço!
 
 
 Super simpático o  Hugo , adorei o nosso bate-papo e realmente quem nunca fez amizades ou conheceu um amor por um amor em comum seja uma banda ou um cantor. Achei lindo a sinopse e o livro tem tudo para agradar.  E Babilônia Encantada  parece ser divertido e bem diferente!


Agradeço muito ao Hugo pela gentileza de mostrar seu livros aqui no blog e desejo muito sucesso!
 
 
Beijos 
 
Até mais!


21 comentários :

  1. Eu fiquei encantado com toda a beleza visual do blog e mais encantado ainda com o carisma e simpatida de Andressa. Me senti muito bem recebido aqui. Aconchegante. Espero que todo o público do "Livros e Chocolate Quente" gostem e se interessem pelo meu trabalho, que visa prestar um serviço de reflexão sociológica, comportamental e humorístico à todos que se interessarem.

    Um beijo enorme! E tenham todos bons sonhos.

    ResponderExcluir
  2. Oiii Andressa *__*
    Quanto tempo!!
    mas agora estou voltando em \O/
    HAUAHAUAHHA
    Aiin não conhecia esse autor mas sempre gostei de Amy, então já marquei ele aqui na minha lista *__*
    Amei a entrevista tbm!
    Bjoos sua linda <33

    ResponderExcluir
  3. Oi Dessa!!!
    Adorei conhecer esse autor...
    Principalmente porque ainda gosto bastante das músicas da Amy, e acho bem legal que ele tenha feito uma homenagem.
    Gostei bastante do outro livro dele também, por ser uma ficção científica.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante de encontrar um blog que promove a literatura nacional (de pessoas que ainda são vivas, faça-me o favor!!)

    Leria ambos os livros, mas confesso que o que mais me interessou foi o segundo, Babilônia Encantada. Me parece o tipo te livro inusitado que eu tanto gosto.

    Ávida por conhecer novos autores nacionais,

    Mariana Machado
    (http://lentedeleitura.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  5. Apesar de eu não gostar muito da Amy, achei bem legal a iniciativa do autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi! Não era muito fã da cantora, talvez seja por isso que o livro não me agrada, mas é interessante, já fiquei amiga de muitas pessoas com gosto como ao meu e é sempre melhor ter alguém pra conversar sobre isso. Gosto muito de saber como surgiu a ideia do livro, percebo que o livro foi criado em um momento de fragilização, quando a cantora morreu.

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu não era super fã da Amy, mas sempre me encontrei nas músicas dela e entendo certas atitudes que ela tinha, o livro pareceu bem interessante, inicialmente achei que falaria diretamente sobre a amy, mas acho que é melhor assim, ver a visão de fãs sobre ela!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Dressa...
    Quando vi a capa achei que seria mais um biografia da cantora. Mas achei legal a sinopse, e a entrevista, e sendo assim leria este livro. Fiquei curiosa na verdade. Deve ser bem legal.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Andressa!
    Não curto muito livros assim. Mas apoio muito esta iniciativa. Onde você consegue contato com esses autores? Eles que pedem ou você que sugere?
    Beijinhos!
    http://cantinhogeeks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Tive que vir ver a entrevista do Hugo, ele é realmente muito simpático. Eu já li "Babilônia Encantada" e o livro é muito bom! Ainda tenho que ler "Quero me Lembrar de você, Amy Winehouse" .

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Bem interessante a homenagem que o autor fez à Amy Winehouse. Não acompanhei muito a carreira dela, mas gostava de algumas músicas. Não li o outro livro do autor, mas acho que parece ser mais o tipo de leitura que eu gostaria de ter.
    Sucesso ao autor!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não conhecia nenhum dos dois livros e ambos pareceram ser bem legais e com histórias originais.
    Não era fã da Amy Winehouse, mas conhecia e escutava algumas de suas músicas. Muito bonito fazer essa homenagem para ela.

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia nem o autor, nem suas obras. Geralmente, não sou muito fã de livros que trazem referências a pessoas famosas, mas até que achei esse interessante pelo fato de ser uma ficção, e não uma fanfic. Já esse "Babilônia Encantada" faz mais o meu estilo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Nossa, gostei da premissa dos dois livros do autor! Com certeza leria! :)

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  15. Adorei a sinopse do livro que aborda o amor dos dois pela Amy, hoje em dia é tão comum termos gostos distintos, saber que ela uniu os dois parece ser ótimo! haha

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Babilônia Encantada me atrai porque não me lembra nenhum outro tipo de livro que já li. O da Amy, entretanto, não faz o meu estilo, já que nunca gostei das músicas dela, então esse eu passo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. O Hugo é um cara incrivelmente talentoso e sei o que estou falando porque acompanho o crescimento dele desde a juventude.
    Fico muito orgulhoso do trabalho dele e tenho certeza que virão muitos outros livros! O Blog dele também é uma boa pedida pra ler o que ele tem escrito, o endereço é http://justinzero.blogspot.com.br/
    Indico!!!

    ResponderExcluir
  18. Babilônia Encantada me interessou muito ! O livro da Amy nao me interesso muito de fato , porque nao gosto das musicas dela !

    ResponderExcluir
  19. Andressa!
    Muuito bom ver um fã escrever de forma ardorosa uma homenagem para seu ídolo e melhor ainda que não é um livro de ficção.
    Fico cada vez mais orgulhosa de nossos autores nacionais.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir