Resenha - A Lista de Brett


A Lista de Brett
Autora: Lori Nelson Spielman
Editora: Verus
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Páginas: 364
Sinopse: Skoob

Avaliação:


Olá, tudo bem com você?

Devido ao blog e a responsabilidade de cumprir os prazos de leitura com as parcerias os livros que compro acabam ficando parados na estante por mais tempo, então esse foi o escolhido da vez que abri uma exceção para ser lido fora de parceria, após fazer uma limpa na estante e lembrar desta preciosidade.

Brett já tem 34 anos, uma vida instável, trabalha como executiva de publicidade na empresa de sua mãe, tem um namoro sério e mora em um Loft bem moderno.

Porém a sua vida muda totalmente depois que sua mãe morre, ao pensar que no dia da leitura do testamento sua mãe lhe daria a presidência da empresa ela é surpreendida não recebendo nada da herança, quem fica com a presidência é sua cunhada Catherine, o advogado Brad diz que antes de sua mãe morrer ela entregou uma lista de desejos de quando Brett tinha apenas 14 anos e sua mãe gostaria muito que sua vida a partir deste momento fosse baseada nesta lista de sonhos.

Quem nunca sonhou quando era criança né, seja com uma profissão, em ter filhos, cuidar dos animais e por aí vai, a lista de Brett no primeiro momento parece ser quase impossível de se realizar mas aos poucos ela vai percebendo que para mudar as coisas na sua vida basta querer.

Minhas Metas de Vida 
*1. Ter um filho, talvez dois.
*6. Ter um cachorro
*9. Continuar amiga da Carrie Newsome para sempre!
*12. Ajudar os pobres
*13. Ter uma casa bem legal
*14. Ter um cavalo
*17. Me apaixonar
*18. Fazer uma apresentação ao vivo em um palco imenso
*19. Ter um bom relacionamento com o meu pai
*20. Ser uma professora maravilhosa

A cada meta alcançada Brett recebe uma carta de sua mãe e ao final de 1 ano se todas as metas forem realizadas ela receberá a herança, o que Brett começa a entender é que sua vida estava bem morna e sem nenhuma emoção.

O namorado é um cara que só pensa em dinheiro e nunca está disponível para ela, o emprego não era o que ela gostava de fazer e então ela começa a colocar sua vida nos eixos novamente.

Primeiro ela vai atrás de seu sonho que sempre foi dar aula e consegue dar aulas para pessoas com problemas, seja familiares ou psicológicos. Depois ela cria coragem e se separa de seu namorado chato.

Nessas aulas ela conhece dois alunos em especial a primeira é uma moça de 18 anos com problemas grave de saúde que quando descobre que está grávida quer continuar com a gravidez pois deseja ter seu filho de qualquer maneira, o outro é uma menino que tem problemas psicológicos  e se torna uma pessoa muito agressiva então Brett faz contato com o psiquiatra de Peter, Dr Taylor para que ela possa saber como se comportar em dar aula para ele sem se sentir mal. 

A leitura flui muito rápido, a narrativa é feita em primeira pessoa, os capítulos são curtos, as letras estão em bom tamanho, não encontrei erros e a edição está simples.

As cartas que Brett recebe de sua mãe foram o ponto alto da leitura é impossível não se emocionar com um amor tão verdadeiro como é o amor de uma mãe com uma filha.

O que me irritou um pouco na história foi a Brett assim que terminar com seu namorado começar a achar que qualquer homem que ela conhecia poderia ser novo amor, como o advogado Brad, o psiquiatra do seu aluno Dr. Taylor, um cara que ela sempre esbarrava na rua, um amigo de seu irmão.

Brett parecia desesperada para casar e ter filhos a qualquer custo, porém o serviço que ela fez com seus alunos a fez crescer muito como pessoa e ela começa a dar esperança para ela e para outras pessoas que um futuro melhor lhe aguarda.

É um livro que apesar de ter uma pegada de Chick Lit ele envolve muitos sentimentos e passa uma mensagem mais profunda que é a de sempre seguir seu coração e ir em busca de seus sonhos.

Quantas de nós mulheres não nos acomodamos seja na questão de carreira, estudos, família e principalmente no amor? 

A Lista de Brett é um livro que liberta, que faz pensar na vida de uma maneira pura e simples e que para mudar basta querer.

"Todos os dias, faça algo de que você tenha medo." Continue se obrigando a fazer coisas que lhe dão medo. querida. Assuma os riscos e veja onde você aterrissa, pois são eles que fazem a jornada valer a pena.

Beijos 

Até mais!





29 comentários :

  1. Olá Andressa!
    Minha nossa! Me apaixonei neste livro! Eu não sou muito chegado em livros assim, mas este me cativou. Está indo para minha wish list neste exato momento. Quero muito ler este livro!
    A mãe de Brett é incrível! O engraçado que quando comecei a ler a resenha achei que Brett fosse um homem kkkkk
    Beijinhos!

    http://cantinhogeeks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dessa...
    Eu gosto de Chick-lit e tenho vontade de ler este livro. E sei que tem essas passagens mais profundas, então fica melhor ainda. Que bom que gostou e recomenda, só vejo elogios mesmo.
    Eu também acabo deixando de ler alguns livros que tenho, para ler os de parceria.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a resenha, o livro pareceu ser muito legal! Gosto de livros desse gênero, quando no decorrer do livro a personagem principal amadurece e aprende a ter uma vida melhor, mais significativa. Creio que as partes do livro que tem as cartas e quando ela dá aula são bem tocantes.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Hi
    O primeiro livro que eu li do genero Chick-lit foi Melancia da marian keyes e simplesmante amo a maioria dos livros do gênero,mas confesso que faz um tempo que eu não leio livros assim...saudade =)
    A Lista de Brett parece ser bem divertido... e a capa e linda!
    Amei a resenha.
    beijinhos
    http://www.leituraseloucuras.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Dessa!!!
    Adoro esse gênero literário, é bom pra tirar da ressaca haha
    Adoro livros com listas, tipo Um Amor de Cinema, que também é muito bom.
    A Lista de Brett já tá na minha listinha de Black Friday haha
    Achei a lista bem profunda, aliás o livro parece ser bem emocionante.
    Tô precisando de um livro assim!!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Eu já tinha visto um vídeo de uma blogueira falando desse livro e fiquei curiosa, a sua resenha me fez ter vontade de compra-lo, valeu a dica, Saraiva agora em 1, 2,3 .... rsrsrs, beijos

    http://www.angelimcosmeticos.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Só vejo elogios em relação a esse livro. Chick lit não é muito o meu forte, mas eu até que gosto de ler de vez em quando. Quero muito ler e saber como Brett vai conseguir organizar a vida dela, se ela vai conseguir fazer todos os itens da lista.
    Adorei o último quote, principalmente a primeira parte, "Todos os dias, faça algo de que você tenha medo.", super concordo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi! Quem nunca teve uma lista assim, na adolescência ou até mesmo infância, era como se fosse uma confissão para si mesma dos seus sonhos mais difíceis ou simples até demais. Gostei da premissa do livro, a atitude da mãe, mesmo no seu leito de morte, foi algo surpreendente, um pedido um tanto fácil, seguir o que está no coração, ou que esteve. Mas fica bem mais difícil quando já seguimos rotas opostas e estamos acomodados. Gostei do livro e a capa é bastante fofa.

    ResponderExcluir
  10. Este livro parece ser um amorzinho.. eu tenho só o marcador de página dele.. mas pretendo adquirir em um futuro próximo..

    Realmente não é legal ela ficar desesperada por encontrar um cara, mas em geral parece uma linda história..


    naovaiternome.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi! ^^
    Nossa, se isso acontecesse comigo eu ficaria louca. Primeiro ficar sem minha mãe, depois ter que colocar em práticas coisas malucas que pensei quando era adolescente. Ainda bem que meu sonhos são só ver neve, publicar um livro e fazer aulas de dança. Sem contar usar meu dinheiro (quando ficar rica), para criar um abrigo para animais abandonados.

    Fiquei curiosa para ler o livro e ver o rumo que a vida dela tomou ao realizar seus sonhos.

    Beijussss;
    https://facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Andressa! Eu gostei deste livro, acho que daria um ótimo filme, quanto a Brett e seus pretendentes, eu nem sabia mais com quem ela ia ficar, a autora deu um nó na minha cabeça com tantos homens, eu apostava no advogado e passei longe.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também achei que seria o advogado! heheh

      Excluir
  13. Estou doida pra ler esse, pelo que li ai em cima acho que vou amar! *--*
    Adicionado a minha lista rsrs!

    http://minhapaixao-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá
    Já li esse livro, inclusive também já resenhei ele no blog, é realmente muito legal e trás muitas reflexões pessoais, para mim foi bem bacana a leitura, e a autora escreve muito bem também!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  15. Eu já tinha visto algumas coisas sobre esse livro, principalmente isso dele fazer o leitor refletir. Parece ser uma leitura cativante e interessante, mas por enquanto ele não me atrai. Acho que estou mais noutra fase, por assim dizer. Mas a resenha está ótima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Dressa, realmente, para que possamos mudar, precisamos querer e muito e não ficar sentada esperando o tempo passar e quando se dá conta... já é tarde...eu tenho um sonho frustrado... queria muito ser dançarina, mas o rumo de minha vida fi totalmente alterado e de maneira inesperada... então voltei a fazer dança... não da mesma maneira que antigamente, mas pelo menos eu me sinto bem... sobre a resenha.. eu gostei... não sei se eu leria o livro no momento... mas eu gostei da mensagem que vem por trás dele... parabéns... sua resenha ficou ótima... xero!!

    ResponderExcluir
  17. Ei Dressa, tudo bem?
    Esse livro parece ser ótimo mesmo. Fiquei aqui tentando lembrar dos meus sonhos aos 14 anos, e já identifiquei alguns que ficaram perdidos com o tempo.
    Acho que também me emocionaria com as cartas da mãe dela, deve ter sido lindas mesmo.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Sou louca para ler esse livro, mas nunca acho para comprar. O livro parece ser ótimo e parece trazer uma leveza sem igual após a leitura.

    ResponderExcluir
  19. A falta de tempo tem sido uma inimiga ferrenha dos leitores, não é?!?! kkkk Mas ainda bem que você conseguiu uma brechinha e leu esse livro que já estava na sua listinha há muito tempo. Confesso que esse livro não chamou muito a minha atenção. Não sei dizer o porquê. Depois de ler sua resenha, até que passei a ficar com uma pontinha (bem pequenininha mesmo) de lê-lo. Mas vai demorar um pouquinho mais.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. Já havia ouvido falar deste livro, e achei ele um pouco estranho, mas lendo sua resenha eu percebi que não é nada disso. Talvez o que a gente precise é de um empurrãozinho mesmo para realizar aquilo que sempre queremos!
    Eu adoraria ler esse livro!

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Dressa sabia que vc ia gostar, eu amei a história desse livro e quero ler novamente ela emocina a gente!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  22. Oi Andressa, tudo bem?
    Eu já tinha visto essa capa, mas não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Não querendo comparar, mas já comparando me lembrou o livro da Rissi em que o avô faz isso com a protagonista ajudando-a aprender uma lição. E livros que passam emoção
    sempre me mostram interessante. Se formos analisar o mundo está ficando assim como a protagonista, com uma vida morna, esperando as coisas acontecerem, e os livros estão retratando isso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. quero muito ler esse livro , acho que sou a unica pessoa que ainda nao fez uma lista kkkkk , mais daqui um tempo eu faço , talvez por eu ainda ser nova , nao tenho feito ainda ! e estou interessada para saber oque acontece no decorrer da historia !

    ResponderExcluir
  24. Oi Dressa, tudo bom?
    Você sabe que amo chick-lit e ganhei esse livro no meu aniversário e até hoje não li justamente pela falta de tempo. Gostei da premissa dessa história porque tem uma lição por trás da lista que a mãe deixou para ela. E se você, que não curte o gênero, gostou, há grandes chances de a leitura ser maravilhosa.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Andressa!
    Achei esse livro a maior viagem...
    Como uma mãe pode fazer isso com a filha após tantos anos?
    Deve ser bem interessante a leitura e deve trazer boas risadas, porque ele me parece bem hilário.
    Gostaria de lê-lo.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Estou louca para ler esse livro! Parece ser mesmo ótimo! Morro de curiosidade para saber quais os itens da lista de Brett e se ela realmente conseguiu cumprir todos eles.
    Beijos,
    Deia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  27. Oi Dre,

    comprei esse livro na Bienal e desde lá to doida pra ler, mas acabo deixando outras leituras entrarem na frente. O livro parece ser super fofo. Acho que nessa leitura, vamos concordar de que é um bom livro =P.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  28. Lindaa História, Me apaixonei. Li em três dias Risos, viciei. A unica coisa que senti falta foi da história de alguns personagens secundários e também a relação dos irmão, deixou a desejar. Mas Brett é uma mulher brilhante, que tudo que teve no final da história foi mais que merecido.

    ResponderExcluir