Resenha - Elo


Elo
Autora: Imogen Howson
Gênero: Literatura Estrangeira / Ficção
Páginas:379
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Olá, tudo bem com você? 

Elo chegou para mim de surpresa, não tinha lido a sinopse e apesar de achar a capa bem diferente ela já remete a uma história bem confusa. 

Elissa uma garota de 17 anos, que há 3 anos está sofrendo com pensamentos confusos, visões de algo que não consegue entender, hematomas que  aparecem do nada em sua pele e fortes dores de cabeça lhe atormentam, ela já foi em diversos especialistas e nenhum consegue resolver o seu problema até que sua mãe lhe diz que encontrou um ótimo médico e que descobriu o problema dela, para ela ser curada será necessário fazer uma operação em uma área do seu cérebro e tudo estará resolvido. 

Elissa fica com receio de fazer esta cirurgia e antes de fato acontecer isso ela acaba tendo uma de suas visões novamente só que desta vez mais clara, e ela vai atrás de pistas e do local onde está vendo em sua mente, e ao chegar ao local ela encontra um moça igual a ela. 

A princípio a moça que é igual a Elissa não lhe revela nenhum nome mas no calor da emoção a moça lhe revela que é sua irmã gêmea e que foi criada em um lugar fechado como se fosse um robô, não lhe deram nenhuma chance de viver como humana assim como Elissa vive. 

Elissa fica muito confusa com essa revelação e sem pensar em outra alternativa para resolver o seu problema ela resolve desabafar com os seus pais, porém os seus pais não tem a reação que Elissa achou que teriam e ficam muito nervosos com ela e acabam prendendo ela no quarto e deixando ela de castigo e marcando a cirurgia imediatamente. 

Porém a moça que é parecida com Elissa volta como o combinado e usa de artifícios que aprendeu quando ficou presa e consegue soltar Elissa do seu quarto e as duas resolvem fugir pois toda a cidade de Secoia está procurando Elissa e a menina misteriosa. 

Secoia é um planeta diferente e toda a história é ambientada em um mundo futurístico onde toda a cidade é composta por esteiras e escadas rolantes, e o seu RG é uma espécie de cartão transmorfo que serve também como cartão de crédito.

Elissa ao fugir encontra seu pai que lhe entrega um desses cartões em branco para que Elissa possa assumir uma nova identidade e então Elissa e seu Elo seguem em busca de abrigo. 

Essa parte da tecnologia, de viagens interplanetárias confundiu muito a leitura não conseguia imaginar tais situações, a personagem principal ao mesmo tempo que é muito humana sensível comete muitos erros que me deixaram irritada e seu Elo era muito mais prática fazendo as coisas mais certas porém sem sentimentos.

Elissa então nomeia seu Elo como Lea e as duas assumem outra identidade, saem para comprar roupas, mudam o visual e recorrem a um amigo antigo que faz uma viagem interplanetária, e então a maior parte da leitura transcorre dentro desta nave espacial chamada Fênix.

Todo o planeta está correndo atrás de Elissa e Lea, elas estão fugindo no espaço porém não podem revelar sua real identidade porque todas pessoas são corretas e se souberem de algo errado denunciam imediatamente a Liga Interplanetária. 

A edição do livro está simples, letras em bom tamanho, narrativa feita em terceira pessoa, capítulos separados mas muito longos, tem capítulos que chegam a ter mais de 30 páginas e isso tornou a leitura ainda mais lenta, fora que a história em si não me convenceu e achei muito chato toda a história.

Não consegui entender de onde surgiu a Lea e como funcionava essa ligação entre elas, elas eram gêmeas mas não nasceram no mesmo dia, é como se Lea fosse uma cobaia e ninguém sabia de sua existência enfim foi um livro bem confuso que tornou a leitura em muitos momentos cansativa e arrastada.

O livro se trata de uma série apesar de ter um final fechado deixa uma ponta solta para um próximo volume.

Se você gosta de livros futurísticos com pitadas de suspense merece dar uma chance a leitura, não funcionou para mim mas pode funcionar para você.

Beijos

Até mais! 




17 comentários :

  1. Olá, eu não sei se funciona pra mim, assim como você achei o enredo chato, não me chamou atenção e nem se quer me interessou. Acho que pelo jeito os personagens não se encaixam bem com a história!
    Abraços
    Gabriela Vidal
    www.estantedepapel.com
    Participe dos nossos sorteios!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Andressa! Nossa, a história parece bem confusa mesmo. Gêmeas e não nasceram no mesmo dia? o.O
    Eu até curto livros com essa pegada futurística, mas esse, realmente, não me interessou. Acho que salva só a capa rsrs. Achei bem bonita!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia o livro e não me interessei.
    Achei a história confusa e também não gostei das personagens principais.
    Também não gostei da capa.

    ResponderExcluir
  4. Hello!!
    Nossa, que pena que o livro tem uma estória tão confusa, so de ver a capa eu ja senti um certa confusão. hehe.
    Até que eu gosto de livros futurísticos e com suspense, talvez a autora nao soube amarrar direito os personagens...quem sabe nos próximos livros ela explica melhor ne?
    Eu leria a obra, acho que está dentro do meus gostos literários.
    Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Quando vi esse livro entre os lançamentos, logo me interessei, pois me amarro em livros com essa pegada. Uma pena que vocè não conseguiu se conectar, mas ler algo confuso assim é complicado mesmo. Quero ter a oportunidade de ler e ver se vou gostar.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Meu deus, primeiro eu comecei pensando "nossa, parece ser um livro interessante" e terminei a resenha pensando "que história doida, muito confusa!". Então, não sei o que pensar hahahaha

    Tomara que nos próximos livros venham outras explicações, né? Vou ficar esperando esbarrar com a resenha do segundo livro para ver como a autora se sai.

    Beijos!
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  7. Puxa, que pena a leitura ter sido confusa e tenha esses capítulos tão longos. Mas quem sabe eu não goste? Amo livros futurísticos e com suspense!
    Bjs, Dressa <3

    ResponderExcluir
  8. Andressa!
    Na verdade não é todo mundo que sabe escrever ficção. Fato!
    Achei o mote até interessante, mas realmente sem uma explicação plausível para as viagens planetários e também para como o Elo foi criado, fica difícil, né?
    “A amizade e a lealdade residem numa identidade de almas raramente encontrada.”(Epicuro)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Acho que foi aqui que eu tinha visto a capa do livro, achei bem interessante e tal.
    Também não li a sinopse, mas pela resenha eu acho que gostaria, acredita?
    Por mais que não tenha funcionado pra você, achei o enredo bem interessante. A única coisa que eu realmente não gostei foram esses capítulos enormes :s isso eu realmente odeio!

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  10. Noossa que pena a capa me chamou tanta atenção, mas vou ler para ter minha opinião , vai que eu goste'

    ResponderExcluir
  11. Oi, gosto muito de livros que se passam em mundo futurístico, com suspense. Não sei se vou ler, até achei a proposta de que a protagonista tem uma gêmea ligada a ela e que elas terão que fugir legal, porém acho que a história, passada num futuro, tem que ter detalhes e explicar cada coisa. Bjus.

    ResponderExcluir
  12. Oi, eu já tinha visto sobre esse livro, eu só não sabia que seria uma serie, eu adoro ler livros quando são series, ele antes não estava na minha lista, mas agora já esta, obrigado pela dica

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro histórias de gêmeos e amo histórias futurísticas, mas essa não me chamou atenção :/

    A capa eu achei bem atraente, mas essa história doida de Elissa e Lea não me é convincente, assim como parece não ter sido para você. Não lerei :/

    Bjs!

    Leitura Silenciosa | Blog | FanPage

    ResponderExcluir
  14. Oi Dressa
    Já eu confesso que a sinopse e não curti muito, então não sei se leria.. Ainda mais parecendo ser meio confusa.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Dressa, tudo bem? Achei o livro interessante, acho bem legal esses universos alternativos e a parte da tecnologia iria me interessar bastante. No entanto, acho que faltou explicação e a história se tornou um tanto confusa. Quanto aos capítulos longos, também me desanimam um pouco. Enfim, não sei se leria, mas fico um pouco curiosa.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  16. Oi Dressa, tudo bom?
    Nossa. que história confusa! Não consegui me sentir atraída pela premissa desse livro e não entendi como as duas personagens tinham uma ligação. É muito ruim quando pegamos uma leitura dessa que nos confunde dessa forma.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Acho que sou meio que lerda , entao qualquer coisa nada a ver em uma leitura dá nós em meu cérebro e odeeeeeio ter que ficar voltando páginas e/ou tendo que recomeçar o livro pra tentar entender alguma coisa .. então por hora não sei se leria , já ando bugada sem ler esse tipo de coisa srsrs

    ResponderExcluir