Resenha - Turismo Para Cegos

Turismo Para Cegos 
Autora: Tércia Montenegro
Editora: Cia das Letras
Gênero: Literatura Nacional / Ficção
Páginas: 224
Sinopse: Skoob

Avaliação:


Olá, tudo bem com você? 

Mais um livro que entra para a lista dos livros difíceis de se ler e que não entendi muito a história.

Turismo Para Cegos tem a narrativa feita em terceira pessoa e o português utilizado eu diria que seria de difícil compreensão  pois não consegui entender a maneira como a autora conduziu toda a história. 

Laila é cega e meio que por comodismo ela se relaciona com Pierre que por ser feio aceita ficar com Laila pois ela não tem como ver o quanto ele é feio. 

Quem narra a história é a atendente de um Pet Shop que conhece Laila e Pierre quando vão comprar um cão guia e é ela que começa a narrar como os dois vivem, a narrativa é difícil porém consegui ler de maneira bem rápida, os capítulos são curtos a edição do livro está simples, porém de duas páginas que era composto cada capítulo eu compreendia apenas um parágrafo. 

Foi um livro bem complicado, tanto que nem tenho muito o que falar sobre a história, que fala da  vida de Laila com Pierre, Pierre além de levar Laila para morar com ele, ele paga sua natação, paga o seu cão guia e ainda tenta deixar ela feliz com sua nova condição como cega.

Laila entra em um estado depressivo pois só consegue se sentir bem quando está nadando para isso ela precisa de algum voluntário que ajude ela e ela não deu muita sorte com o voluntário escolhido, e também consegue se divertir indo viajar, então Pierre leva Laila para conhecer Minas Gerais e Bahia e Laila fica encantada com essa vida ela deseja muito viver apenas para viajar, já que não pode tirar fotos o que ela carrega para si são os momentos e as lembranças dessas viagens.

Os personagens não me cativaram, a atendente do Pet Shop narrando a história me fez desconfiar dela, Laila sempre estava infeliz e mesmo não tendo condições de se manter ficava com Pierre por comodismo, e Pierre desde o começo da leitura não passou nenhum sentimento, ele tirava muitas fotos de Laila e entregava para seu pai que em troca ajudava a bancar a vida de Laila.

Não consegui entender nenhum dos três personagens e isso me incomodou pois não torcia para ninguém, é um livro que você lê mais no automático ele não consegue te inserir na história que nos é contada.

O final revela alguns mistérios porém foi totalmente inusitado que na minha opinião foi o ponto principal que me fez não entender nada da história.
 
Beijos 

Até mais!



15 comentários :

  1. Que chato, Andressa!
    É muito ruim quando não conseguimos entender, acompanhar ou pelo menos nos conectar com a história de alguma forma :(
    O livro já não me chamou a atenção por causa da capa, depois da resenha que quero passar longe dele!
    O pior é que o título é instigante...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Pelo título achei que o livro poderia ser interessante, mas ao ler a resenha mudei de ideia.
    Não gostei da história nem dos personagens não pareceram bons. E também não gosto quando usam uma linguagem rebuscada.

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, pelo assunto abordado pela autora, até mesmo pelo título, eu esperava mais do livro. Imaginava ser uma história envolvente, cheia de emoção e, lendo sua resenha, não consegui enxergar isso do livro. Tem o fato, também, de conter uma linguagem difícil de ser compreendida, personagens que não me chamaram atenção, enfim... não fiquei nem um pouco afim de ler. Uma pena!

    ResponderExcluir
  4. Hello!
    Nossa, uma pena quando um livro decepciona ne?! Eu ja passei por isso e no final me senti perdendo meu tempo, sei la. E a gente fica tentando ler, mas como vc disse, ler no automático e nao entendemos nada.
    Mas gostei da sua resenha sincera, é sempre bom conhecer a opinião de outras pessoas.
    Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Dressa, você não tá dando sorte com suas últimas leituras, hein? rs
    Não me interessei pelo livro, isso de a gente não entender a maior parte do que tá lendo é chato. :/
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. "Laila é cega e meio que por comodismo ela se relaciona com Pierre que por ser feio aceita ficar com Laila pois ela não tem como ver o quanto ele é feio. "

    Como assim gente?! Alguém feio ficando com alguém cego, porque esse alguém é cego e não vai ver a feiura dele. E ela fica com ele porque ela é cega, e precisa de alguém. Valhmedeusquehistóriamaistosca.

    E como a atendente vai saber da história inteira do casal só a partir do momento que eles vão comprar um cão guia?! Ela era pra ser um personagem secundário. Valhe.

    Enfim, gostei não. Nem li e nem lerei.

    ResponderExcluir
  7. Oi, nossa só de ler sua resenha já deu pra perceber que o livro é realmente muito ruim. Com certeza não vou ler. Bjus.

    ResponderExcluir
  8. Olá, confesso que a premissa é engraçada, ela namorar uma pessoa feia, porque não consegue ver o quanto ele é feio, mas isso é algo que chama a atenção por muitas vezes a pessoa não dá uma chance pela aparência da outra.
    Mas mesmo assim o livro não me interessou, pela sua resenha é meio ruim ne?
    Abraços
    Gabriela Vidal
    www.estantedepapel.com
    Participe dos nossos sorteios!

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Que complicado. Vocè deveria receber um prêmio por ter conseguido finalizar esse livro. É difícil se conectar em uma trama em que vocè não simpatiza com nenhuma das personages, e quando não consegue entender o que o autor quis passar, pior ainda.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Andressa!
    Difícil quano não conseguimos entender o real sentido de um livro e o que ele quer transmitir, ainda mais com personagens com que não nos identificamos, fica um livro totalmente sem noção.
    Se pelo menos falasse alguma coisa sobre as viagens de Laila e Pierre e fizesse disso um guia mesmo para cego como propõe o livro...
    “A amizade e a lealdade residem numa identidade de almas raramente encontrada.”(Epicuro)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Esse eu não conhecia e tambem não pretendo ler, ois não gosto de ler livros que são dificeis de compreender então acho que eu iria acabar me irritando com ele, infelizmente tambem não gostei da capa

    ResponderExcluir
  12. Oi! Estou fora de narrativas complicadas. E a história não me chamou atençâo, achei até meio tosco o cara querer namorar com ela só por ela não poder ver sua feiura o.O

    E ainda tem a narradora, que não parece muito convincente, e a capa, que não é nada atraente. Fica pra próxima!

    Bjs!

    Leitura Silenciosa | Blog | FanPage

    ResponderExcluir
  13. Oi Dressa
    Só pelo que você fala na resenha parece já meio confuso. Eu não tinha ouvido falar do livro e não sei se leria por causa dessa confusão rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Dressa, tudo bem? Nossa, esse livro daria tudo para ser um livro bem envolvente pela condição da personagem, mas parece que não foi isso o que aconteceu. Realmente parece ser bem confusa, a começar pela narradora... como a mulher do petshop narra a história, sendo que ela não conhece a vida da Laila e do Pierre? Acho que não conseguiria me envolver com os personagens pela baixa auto-estima deles. E por que o pai do Pierre quer as fotos da Laila e o que isso tem a ver com o pai dele bancar as coisas para a Laila?

    Enfim, acho que é um livro que eu não leria, mas que teria um bom potencial se fosse conduzido de outra forma.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  15. Era pra resenha ser engraçada? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Pq morri de rir ...
    Comecei odiando desde o ponto :Laila é cega e meio que por comodismo ela se relaciona com Pierre que por ser feio aceita ficar com Laila pois ela não tem como ver o quanto ele é feio.
    Prefiro ler coisas mais interessantes e mais elaboradas que um tipo de livro que foque nisso..

    ResponderExcluir