Resenha - Eu Estive Aqui


Eu Estive Aqui
Autora: Gayle Forman 
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira / Drama
Páginas: 240
Sinopse: Skoob

Avaliação:

 Olá, tudo bem com você? 

Já li todos os livros da Gayle Forman publicados no Brasil, porque normalmente suas sinopses sempre me atraem muito, mas toda vez que leio os livros dela fico com aquela sensação de que poderia ser melhor, e com este também não foi diferente. 

Cody é uma jovem de apenas 19 anos que acaba de perder sua melhor amiga que cometeu suicídio de caso pensado.

Meg também da mesma idade cursava faculdade, era uma boa pessoa porém acaba planejando se matar e deixa sua melhor amiga sem entender nada. 

Cody acha improvável que sua amiga tenha se matado pois nunca deu sinais de que sua vida estava ruim ou ela estava sofrendo com alguma coisa.

Então Cody aceita o pedido dos pais de sua melhor amiga e chegando lá Cody faz amizade com os amigos de Meg, separa todas as coisas e acaba ligando o notebook de Meg para tentar descobrir alguma pista que leve para o motivo de sua morte, e ela encontra alguns e-mails de Ben um garoto que ficou com Meg e deu a entender que foi apenas uma diversão, ele tem uma banda de rock e sempre falava com Meg por e-mails.

Cody apenas lê uma parte deste e-mail e acha que Ben é o culpado da morte de sua amiga, ela vai então atrás dele e quando vê ele percebe que é um cara muito bonito mas apesar da atração que ela sente por ele a primeira vista ela deixa a raiva tomar conta e acaba descontando sua fúria no pobre Ben.

Aos poucos eles vão conversando, Cody volta para sua cidade novamente, ela trabalha como diarista e sua única diversão é ler os livros da biblioteca da pequena cidade onde mora, quando ela volta os pais de Meg resolvem presentear Cody com o notebook de Meg.

Cody então tenta ver o que consegue achar no computador e acaba pedindo ajuda a um dos amigos de Meg para tentar recuperar alguns arquivos deletados do computador e a partir desta deste momento ela começa a descobrir algumas coisas importantes para entender o motivo pelo qual Meg se matou.

A leitura é rápida não demorei muito para ler o livro, gostei da escrita da autora, porém acho que faltou emoção como sempre acho que falta em todos os livros da Gayle Forman e isso me desmotivou um pouco a gostar tanto assim da história.

A edição do livro está simples, letras em bom tamanho, capítulos separados e curtos e a narrativa é feita em primeira pessoa pela Cody, achei a Cody muito fria não consegui sentir ela triste com a morte de sua amiga e o envolvimento dela com Ben apesar de fofo no final achei que foi muito rápido e muito frio, faltou sentimento.

Cody também tem um problema de relacionamento com sua mãe que não foi abordado o motivo e achei que deveria ser mais explorado.

A justificativa da autora do motivo pelo qual ela escreveu o livro foi mais emocionante do que toda a história, não é um livro que vai marcar sua vida, mas passa uma mensagem importante e tenta ajudar a entender as pessoas que sofrem de depressão e porque cometem o suicídio. A história é baseado em fatos reais porém a autora não chegou a conhecer a pessoa que se inspirou para contar a história, os direitos do livro para virar filme já foram comprados e em breve veremos nas telonas o que acredito que irá emocionar mais assim como aconteceu no livro dela "Se Eu Ficar".

Se você gosta de livros que passem uma mensagem importante mas com uma história leve que não te faça sofrer recomendo que leia Eu Estive Aqui.

Beijos

Até mais!


32 comentários :

  1. A resenha ficou ótima, mas acho que o livro não é tão bom. Apenas porque não me cativou nem um pouquinho. Parece mais que ela vai passar o livro inteiro investigando o porque que a sua amiga se matou e depois irá se apaixonar pelo menino que ajuda ela nas investigações.
    Achei o livro simples demais, poderia ter mais emoções, com certeza não vou lê-lo, tem outros melhores da autora.
    Beijos ♥ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não pode julgar um livro por uma sinopse que leu na internet este e o melhor livro que eu já li na minha vida já li ele umas 06 vezes então leia e depois julgue e não ela não passa o livro todo investigando

      Excluir
  2. Oi,
    Nossa! Estava esperando ansiosamente por sua resenha, tenho todos os livros da Gayle Forman, eu adoro, queria enlouquecidamente este, dai vejo 3 xícaras ... decepção rsrs. Ainda assim vou ler, gosto do enredo, ainda mais sabendo que foi baseado em fatos reais, espero que Cody me emocione assim como as outras protagonistas dela Mia e Allyson.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Dressa...
    Queria ler este livro, pois até hoje não conheço a escrita da autora, então nem posso falar muito. Mas até agora só tinha visto pontos positivos quanto a obra.
    Todos dizem que se emocionam muito, que pena que isso não teve o mesmo efeito em você.
    Nem sabia que ia virar filme.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da Gayle, mas seus livros estão na minha lista e de todos, o que mais me interessou foi Eu Estive Aqui, por abordar um tema que me interessa. Mas sua resenha me preocupou quanto ao desenvolvimento da história, pois criei certas expectativas e essas três xícaras parecem ir contra.
    Apesar dos pontos negativos que ressaltou, ainda pretendo conferir a história e espero ser mais envolvida do que você. Caso não, será uma pena.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha, a capa também está muito bonita, sempre gostei de livros que falem sobre suícidio, quais os motivos, os personagens envolvidos, um tema que gosto muito, gostei da dica, vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha! Quero muito ler Eu Estive Aqui, a história parece ser muito boa, e com mistérios, e a capa está linda demais, pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  7. Amei esse livro, ele é simplesmente perfeito a Cody é muito corajosa se bem que em algumas partes ela faz muita idiotice o que me deixa com raiva como quando ela dispensava o Ben e o ficava culpando. Ben S2.
    E o que falar da capa? É perfeita >.<
    Adorei a resenha, abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi, Dressa!
    Não sabia que era um livro baseado em fatos reais. Uma pena que os livros da autora faltem emoção, mas fiquei com vontade de ler pois quero saber o motivo que levou essa garota a se suicidar.
    Ótima resenha! Bjo <3

    ResponderExcluir
  9. Oi Dessa!!!
    Adoro a escrita da Gayle, por que acho bem leve e de fácil compreensão.
    Fiquei super ansioso quando vi que este seria lançado aqui e até agora não comprei o meu pois só vou fazer compras na Black Friday (promessa antiga haha)
    Só li a "duologia" Se Eu Ficar até agora, ainda não li Apenas um Dia e Apenas um Ano.
    Acho que quero ler esse primeiro, pois não sabia que era sobre fatos reais.
    Não acho que falte emoção na esvrita dela, mas como só li dois livros não sei o
    que se passa nos outros.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Oi Andressa,

    Eu gosto de Gayle e acho os livros dela bem fáceis de se ler, mesmo quando trata de temas importantes, como foi o caso da Duologia Se eu Ficar/Para Onde ela foi. Não é um livro que pretendo ler agora, mas considero ele pro futuro, sua resenha está ótima. ;)

    ResponderExcluir
  11. Oi, Andressa! A premissa do livro é bem interessante e não me recordo de ter lido algo que tivesse o suicídio como tema central, o que acaba me deixando ainda mais curiosa. No entanto, sua resenha me fez ficar com um pé atrás. Mas, acho que vou me arriscar, até porque ainda não li nada da Gayle e tenho vontade de conhecer sua escrita.

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da proposta da obra, o drama deve ser envolvente e tocante, é muito bom fazer leituras de livros assim. Só vejo comentários bons sobre esses livros de Gayle. Ainda não tive oportunidade de ler, mas quando possível, lerei. ;D
    Bjs Andressa!!

    ResponderExcluir
  13. Não li até então nenhum livro da Gayle, por falta de interesse mesmo então,não posso dizer se concordo ou não com você sobre sempre faltar algo nos livros dela. Apesar de que, gosto de livros que tem um tema que não é muito retratado que pelo que entendi é um suicídio devido a uma depressão,por que muitos acham que é frescura e acho a temática legal,porém eu gosto de mais drama e acho que não retrata tanto isso. Só que eu pretendo ler sim acho o tema da história boa e um pouco diferente do que ando lendo e acho uma boa mudança. Ótima resenha como sempre flor :)

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa! Eu gosto muito dessa autora, conheci ela pelo filme de Se eu ficar, má apaixonei completamente pela história e fui procurar saber mais, acabei lendo todos os livros! Gosto bastante da escrita dela, esse eu ainda não li e é uma pegada diferente do que ela escreve. Pelo meu eu tive essa impressão, mas enfim , a história é realmente interessante então quem sabe não entra na minha estante um dia?! Hahaha a resenha ficou otima, parabens. Bjos

    ResponderExcluir
  15. Pouxa, só 3 xícaras? hahaha. Eu quero muito ler esse livro. Não sabia que era baseado em fatos reais nem que ia virar filme, agora só quero ler mais, rsrs. Bom, de acordo com a sua resenha, parece meio superficial né.. Uma pena! Um tema como esse tinha tudo pra ser recheado de muitas emoções, principalmente da melhor amiga. Mas vou ler mesmo assim.

    ResponderExcluir
  16. Mana sua resenha foi boa mas pra mim esse livro se encaixa na classe dos livros medianos e isso me desagrada porque tenho a impressão que li um livro incompleto :( Vou passar essa leitura ate porque dessa autora eu não tenho curiosidade de ler nada.

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de histórias leves, e sim já herói esse livro. Adoro os livros da Gayle e adorei sua resenha, beijos :)

    Vanessa | www.closetdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Andressa, tudo bem?

    Eu não curto os livros da Gayle! Na verdade estou bem cansada dos livros que têm como ponto de partida o suicídio de alguém!
    Eu também acha que falta emoção...e olha que só tentei ler um! Acho tudo muito forçado. Gayle Forman não é pra mim!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  19. Andressa!
    Já outros 3 livros da autora e gostei muito.
    Dá para perceber que aqui o livro é diferente da temática dos outros.
    Falar de suicídio é uma coisa delicada e gostaria de saber qual justificativa ela deu.
    “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  20. Eu pelo contrário não li nadaaaaa ainda dela. A Bruninha me falou tão mal que deu aquela desanimada. Mas esse livro qdo li a sinopse eu até tinha me interessado. Suicídio é um trem difícil ne?pra quem ta perto e passa por isso com alguém próximo a primeira coisa é tentar entender os motivos. Uma pena que o livro não soube passar aquela emoção.. Acho o tema tão forte q poderia abalar a gente.
    Bom, eu leria o livro, mas nao está na lista de urgência. Hehe

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?

    Apesar de ter dois livros dessa autora aqui em casa, eu ainda não li nenhum. Assim que li a sinopse de Eu estive aqui eu fiquei interessada no livro e agora que sei que o livro é bom e passa um mensagem eu quero muito ler.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Gostei de sua resenha, e a partir dela, creio que, não lerei esse livro...

    ResponderExcluir
  23. Oi!
    Desde que vi esse livro fiquei bem interessada, mas depois dessa resenha fiquei meio decepcionada com o livro a historia tinha tudo pra ser uma ótima historia ainda quero ler Eu Estive Aqui principalmente por se baseado em fatos reais mas não vou mais tão empolgada !!!

    ResponderExcluir
  24. Nunca li nenhum livro da autora porque nunca senti vontade mesmo. Acho que prefiro esperar os filmes, por mais que não faça muito sentido. Quem sabe um dia eu leio, né?

    ResponderExcluir
  25. Mesmo não gostando de outros livros da autora eu pretendo dar uma nova chance.. e ler esse livro..

    Eu gosto do tema abordado, no geral são quase sempre livros que mechem bastante comigo..e tem alguma mensagem interessante.

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Uffaaaa....agora entendi que vc não curtiu não foi bem a história mas o jeito que ela foi contada...
    Pois estou louca para ler esse livro...hehehhe
    Então a sinopse é mais envolvente que o livro em si...que pena...mas quero conferir, kkkk
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  27. Acabei de ler o livro e concordo totalmente com a sua resenha. A Cody não me cativou nem um pouco, achei a personagem rasa e bastante egoísta e não gostei do final feliz com o Ben. Sei lá, não parecia que ela estava sofrendo pela morte da amiga mas sim tentando provar que não teve culpa da morte dela, as partes em que ela conta como tratou a Meg, após ela ter ido para a faculdade, me fizeram pensar na Cody como alguém até um pouco invejosa. Enfim, achei o assunto bastante interessante mas a heroína bem fraca.

    ResponderExcluir
  28. Gente esse livro é maravilhoso, eu chorei horrores no final. Poderia ter uma continuação. Cody poderia ter falado com o pai dela. Fora isso a historia é linda e vale sim a pena ler, vocês não vão se arrepender!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo completamente contigo... Quando a autora da resenha diz "Não é um livro que vai marcar sua vida", acho muito equivocado, pois me marcou bastante, o livro traz um sentimento cativante. Enfim... Amei demais e super recomendo pra quem gosta de drama e muitas emoções!!!

      Excluir
  29. Realmente, a explicação da autora sobre a história do livro é muito comovente e me fez entender o livro. Também achei que faltou emoção, tirando a nota da autora a parte que me fez repensar minha vida e que me trouxe um ensinamento, foi o sermão que o reverendo passou sobre o perdão (não vou dar detalhes para não dar spoiler). Achei Cody egoísta e sem personalidade.

    ResponderExcluir