[Resenha] No Escuro


No Escuro
Autora: Elizabeth Haynes 
Editora: Intrínseca
Gênero:  Thriller Psicológico / Suspense Terror
Páginas: 336
Sinopse:  Skoob

Avaliação: 
  
Olá, tudo bem com você? 
Quem me conhece melhor ou sempre visita o blog sabe que aqui quase nunca tem resenha de livros de terror ou algo do gênero mas como estou participando da Maratona Literária de Inverno 2015, um dos gêneros que me desafiei a ler foi esse e confesso que fiquei mega surpreendida com as reações que este livro me causou. 

No Escuro é um livro que não pode ser lido a noite se você for medroso como eu e muito menos se você já sofreu algum tipo de trauma pois a história é forte, com uma narrativa feita em primeira pessoa a história já te conquista nas primeiras páginas. 

Eu que já sou medrosa por natureza fiquei tremendo em muitas horas porém a curiosidade era tanta que eu não conseguia largar o livro, eu parava um pouco de ler para respirar um pouco e depois voltava a ler e não parava mais. 

Catherine é uma jovem que perdeu seus pais ainda muito cedo e agora sozinha no mundo vive uma vida sem regras, sai com qualquer cara e ainda passa a maior parte de seus dias bebendo, porém este comportamento é mudado da água para o vinho quando ela conhece Lee um homem com uma ótima aparência , corpo atlético e olhos claros.

Aos poucos eles vão se envolvendo e rapidamente Lee toma posse da casa de Catherine, ele já tem uma cópia da chave, aparece quando quer e some por alguns dias, ele trabalha com algo muito secreto que não pode revelar para ninguém qual é a sua profissão. 

Catherine começa a sair com suas amigas e a chamar Lee para que a acompanhe, as vezes quando  ele a acompanha ele tenta mudar as roupas que ela veste, e sempre a manipula com suas atitudes.

Página 223
Certa vez fui convocada para uma reunião com a diretoria que durou várias horas; quando liguei de volta para Lee, esperava que ele estivesse furioso comigo, mas não; como vim a descobrir mais tarde, ele foi até o meu trabalho, viu meu carro no estacionamento, abriu-o com sua cópia da chave (ele agora tem cópias de todas as minhas chaves; não que eu tenha dado, mas mesmo assim ele tem) e conferiu a quilometragem, vendo, assim, que eu não fora a  lugar algum sem lhe avisar. Ele sabe exatamente quantos quilômetros meu carro está marcando e qual distância da minha casa para o meu trabalho e vice-versa. Não posso me desviar do meu itinerário.

O livro é dividido em capítulos no passado e no presente, essa Catherine que relatei até agora é a do passado, a do presente mora sozinha, sabemos que Lee está preso mas não sabemos o que de fato ele fez com ela. 

A Catherine que hoje é Cathy mora em um prédio com apenas mais dois moradores, uma senhora no térreo e um psicólogo no terceiro andar. 

Catherine sofre de TOC  e precisa conferir as fechaduras das portas inúmeras vezes, ela tem crises de pânico e só sai aos fins de semana para comprar alguma coisa para sua casa se o dia for par , se for ímpar ela nem sai de casa. 

E é justo em um dia que ela não pode sair que ela vai no apartamento de cima e conhece Stuart o psicólogo que tenta ajudar a enfrentar seus maiores medos, ela é viciada em tomar chá e vai pedir para o seu vizinho.

Então acompanhamos o dia a dia de Cathy hoje em dia, e também ficamos sabendo aos poucos o que de fato aconteceu com ela quando estava namorando Lee. 

Lee não é a pessoa maravilhosa que todos pensavam que era, fazia coisas horríveis com Catherine e ela ainda se passou por uma louca pois ele conseguia manipular muito a vida dela e fazia ela acreditar que estava ficando doente.

Página 191
Sempre achei que mulheres que continuavam levando adiante um relacionamento violento e abusivo só podiam ser umas idiotas. Afinal, em algum momento elas deveriam ter percebido que as coisas tinham saído errado e que, de repente, haviam passado a sentir medo do parceiro - e sem dúvida, era este o momento de terminar a relação. Deixá-lo sem pensar duas vezes, foi o que sempre pensei. Que motivo elas teriam para continuar? E eu já vira mulheres na televisão ou em revistas dizendo coisas como " Não é tão simples assim", e eu sempre pensava, claro que é, é simples, sim - apenas vá embora, afaste-se dele.
Somando-se a esse momento de percepção, um momento pelo qual eu já passara, notei que se afastar não era uma alternativa simples, afinal de contas. Eu tentara e fizera a besteira de aceita-lo de volta. O fato de ainda amá-lo, amar aquela parte gentil e vulnerável dele que estava lá dentro em algum lugar, era somente parte do problema; havia também o medo aterrador de como ele poderia reagir caso eu fizesse algo que acabasse provocando-o.
Agora não era mais uma questão de me afastar. Agora era preciso sair correndo. Era preciso fugir.


Catherine tem uma amiga Sylvia que me fez ficar com muita raiva dela, o livro é aquele que tira o seu sono, não é bem terror e sim mais suspense, e além de tudo, é um livro muito real! O que é relatado aqui com toda certeza já aconteceu com muitas mulheres  e acontece até hoje infelizmente.

E o fato de sempre a justiça ser falha e não garantir a segurança de quem é violentado dá ainda mais medo ao ler toda esta história, lá fora ainda se tem melhor assistência do que aqui no Brasil e eu achando que o final seria previsível a autora conseguiu me surpreender pois achei que o final foi muito real e coerente.

No Escuro é um livro assustador mas ao mesmo tempo libertador, você vai sofrer e vai lutar junto com Cathy para garantir a sua segurança física e psicológica. 

Os personagens secundários são ótimos também a autora conseguiu me deixar com muito medo de Lee, me encantar com o psicólogo Stuart e odiar a amiga Sylvia. 

Apenas recomendo este livro para todos, se o seu problema for medo leia de dia mas apenas leia este livro e se deixe surpreender!

Beijos 

Até mais!



33 comentários :

  1. Olá Andressa,
    Amei a resenha!

    Nossa sou máster medrosa, mas a história me interessou.
    Acho que daria um ótimo filme de suspense.

    Beijinhos
    Jessica Correa
    www.blogmodernagem.com.br

    ResponderExcluir
  2. Li No Escuro esse ano e meu estômago se revirou, apesar de ter gostado muito do livro, thrillers psicológicos me causam desconforto e agonia, pois retratam tantas formas de violência que sei que são reais que me fazem pensar que o mundo está perdido.
    No Escuro me fez refletir sobre a violência contra a mulher, pois como Catherine já cheguei a pensar que era fácil escapar de um relacionamento abusivo e violento, mas obviamente estava enganada. Nada é tão fácil, o medo é um carrasco cruel.
    Senti medo e ódio de Lee, Sylvia a mesma coisa e fiquei com medo por Cathy. Infelizmente, tudo retratado no livro é uma realidade assustadora. Quem diria que uma única noite com um cara poderia transformar tanto a vida de uma mulher da pior forma possível... De fato, se tivéssemos plena e total consciência de tudo que pode nos acontecer ao sair de casa, ninguém colocaria um pé além da porta.
    No Escuro foi uma leitura densa, e para quem possui um trauma, independente do que ou como o adquiriu, é fácil se colocar no lugar da protagonista.
    Ótima resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa,

    Ótima dica de livro, eu não conhecia, mas acho bem legal quando lemos um gênero que não estamos acostumados e ele nos surpreende de forma tão positiva. Fiquei curiosa e vou procurar saber um pouco mais sobre ele.

    :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Dressa...
    Sempre quis ler este livro, e não achei que poderia ser tão assustador para falar verdade.
    Eu acho que lendo de dia seria a mesma coisa pra mim, porque eu me conheço, ia ficar pensando o dia inteiro e anoite ia ficar com medo do mesmo jeito..rs Mas acho que ler de noite deve ser pior mesmo. Mas legal saber que você encarrou seu medo e leu, vou encarrar um dia também rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dressa!
    Eu amo esses livros de suspense, e vai ser muito interessante ler uma história que infelizmente sabemos que acontece com muitas pessoas.
    Ah, não sou tããão medrosa! hahahaha Acho que dá pra ler de noite! rs
    Amei a resenha! Bjão <3

    ResponderExcluir
  6. Oi, Andressa! Vou confessar que sentia falta de resenhas com esse gênero rs, curto muito e é um dos meus preferidos. Ainda não tinha lido nenhuma resenha do livro e olhaaa... preciso ler imediatamente rs. A leitura parece ser bem tensa e assustadora, daquelas que, qualquer barulhinho, te faz ficar com o coração acelerado. Já está super anotado na minha listinha.

    ResponderExcluir
  7. Eu sou louca por livros nesse estilo, nem preciso dizer que vou ler, porquê eu sei que vou. ( viciada em Harlan Coben aqui FIA) estou curiosa para entender o que aconteceu para que ela desenvolvesse Toc, se bem que já até da pra ter um ideia. Nunca tinha lido algo dessa escritora, mas estou achando que vou gostar dela, emfim adorei a resenha, beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu conhecia este livro por capa, mas nunca tinha lido uma resenha nem a sinopse, e depois de ler sua resenha adicionei o livro imediatamente em minha lista de leitura, eu estou a algum tempo procurando um livro bom de terror pra ler, e esse parece ser perfeito, que bom que você gostou da leitura, eu pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Sou medrosa como você, apesar da curiosidade e das 5 xícaras, não vou ler.
    Achei td muito interessante, queria saber mais sobre a Cathy, a capa é incrível, pena que é tão angustiante e assustador pra mim.
    Eu adoro ler a noite, não vou conseguir, uma pena rsrs.
    Beijos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Eu sou uma medrosa de plantão! Então se eu ler esse livro vou ficar mais neurada. Mas eu fiquei bastante curiosa sobre o enredo, principalmente por mostrar que essa possessão do homem pode ser muito ruim, e ai fica um alerta paras as meninas/mulheres que acham tão normal esse nível de ciúme e possessão que esses novos livros trazem.
    P.S: Não ler a noite é uma tortura para mim.

    Beijos.

    Adormecidas

    ResponderExcluir
  11. Oi Andressa, gostei muito da resenha, a história parece ser surpreendente, infelizmente é uma realidade o que Cathy passou e não é tão simples se libertar, o medo é o pior inimigo, obrigada pela dica, vai pra minha lista de leitura com certeza.

    ResponderExcluir
  12. Eu não terminei de ler esse livro, acabei deixando de lado, mas pretendo retornar a leitura o quanto antes.
    Quero saber como termina o desfecho, apesar do TOC dela me dar agonia rs

    ótima resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Já anotando o nome do livro pra mim pra depois ver onde consigo comprar ele bem baratinho ^^ Como sou uma medrosa de marca maior com certeza vou ler esse livro de dia porque preciso saber o que o namorado dela aprontou pra ela ficar desse jeito.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Andressa!

    O melhor terror para mim é o psicológico! É aquele terror velado, que é revelado aos poucos, nas pequenas atitudes, nos olhares! Adoro livros assim! Tenho certeza que curtiria muito e agora estou muito curiosa para saber o que Lee fez com Catherine!!!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  15. Não sei se curtiria esse livro, acho que de duas uma: ou ficaria muito envolvida ou acharia meio forçado. Acho muito difícil criar um terror psicológico que me convença, mas definitivamente fiquei curiosa!

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  16. Esse livro com certeza é ótimo, não li, mas só pela resenha já percebi que vou ama-lo ♥, minha curiosidade aumentou a mil com esse livro. Estou lendo um livro de terror agora (meu primeiro de terror) e estou amando. Tenho certeza que vou amar esse também. E é claro que já vou compra-lo ♥.
    Beijinhos e amei a Resenha ♥

    ResponderExcluir
  17. Oi Dessa!!!
    Adoro livros de Thriller psicologico, suspense, terror e tudo nesse estilo haha
    Já conhecia o livro, mas vi poucos comentários positivos mas agora já que você disse que gostou vou por na minha lista.
    Não sou muito medroso mas confesso que esse gênero me dá mais aflição do que medo, desespero pra acabar rápdo e saber o que aconteceu Haha
    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Não tinha lido nem uma resenha desse livro nem sinopse nem nada. Acho que pelo fato da capa e de já ouvir pessoas falarem que é de terror e eu sou muito cagona pra essas coisas que nunca não dei nem a chance de ler a sinopse kk. Mas,depois dessa resenha e por você ter dado ótimo para o livro o que não é tão comum com toda certeza irei ler *-*. Me surpreendeu muito o livro retratar algo tão real,pela capa pensava que era sobre algo sobrenatural por isso nunca tinha lido nem a sinopse. Irei dar uma chance e ótima resenha como sempre :D

    ResponderExcluir
  19. Oi Andressa! Sou igualzinha a você, sou muito medrosa então prefiro não ler terror ou thrillers, acho que na verdade eu nunca li nenhum (Mentirosos conta?! Hahaha) enfim, prefiro continuar não lendo, sua resenha ficou ótima e a história me parece bem interessante, se você ficou com medo então o livro comprou o seu propósito não é mesmo?! Hahaha, corajosa. Bjos

    ResponderExcluir
  20. Oi Andressa! Sou igualzinha a você, sou muito medrosa então prefiro não ler terror ou thrillers, acho que na verdade eu nunca li nenhum (Mentirosos conta?! Hahaha) enfim, prefiro continuar não lendo, sua resenha ficou ótima e a história me parece bem interessante, se você ficou com medo então o livro comprou o seu propósito não é mesmo?! Hahaha, corajosa. Bjos

    ResponderExcluir
  21. Oi Andressa! Sou igualzinha a você, sou muito medrosa então prefiro não ler terror ou thrillers, acho que na verdade eu nunca li nenhum (Mentirosos conta?! Hahaha) enfim, prefiro continuar não lendo, sua resenha ficou ótima e a história me parece bem interessante, se você ficou com medo então o livro comprou o seu propósito não é mesmo?! Hahaha, corajosa. Bjos

    ResponderExcluir
  22. Parece um livro forte e impactante. Esse é um livro que acho que iria adorar! Sabe…gosto de história sombrias e tudo mais e sei que perderei minhas unhas quando for ler, mas tenha certeza que lerei kkkk

    ResponderExcluir
  23. Mulher, que resenha maravilhosa!!!!
    Eu apenas PRECISO ler esse livro pq fui tomada pela sua resenha. Nem conhecia, não sabia história, nada. Mas olha, já estou apavorada com o tal de Lee. Que parada é essa de copiar todas as chaves sem permissão e invadir carro pra conferir quilometragem? To chocada! E muuuuuito curiosa. Vou ler com certeza!!!! E eu adoooro suspense rsrs
    Obrigada pela resenha, Andressa! ;)

    ResponderExcluir
  24. Andressa!
    Não tenho medo e amo os livros de terror.
    Aqui me parece que o terror é algo mais psicológico, ligado ao passado e ao TOC da protagonista que acaba senso ajudada por seu vizinho.
    Quero muito ler esse livro.
    “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?

    No Escuro se tornou um dos meus livros favoritos. A história é tão assustadora e quando você para e pensa que existem histórias assim na vida real, que existem pessoas assim na vida real, tudo fica ainda mais assustador. E o final? Gente foi um final genial.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Eitaaaa! Namoro assim é puro terror!
    Li outra resenha sobre o livro e foi positivo tb... Eu confesso que sou mtooo medrosa, mas gostaria de ler pra conhecer o livro. Gosto de um suspense, mas nada de ficar tomando susto.. Hehe
    Vc falando q o final foi bom me animou mais de conhecer.
    Ótimo dica.

    ResponderExcluir
  27. Tbm quero fazer resenhas e as suas estao me ajudando bastante,... Obrigado..
    Esse livro é foda...

    ResponderExcluir
  28. Oi!
    O livro parece legal mais não gosto muito desse gênero mais de terror, mas pra quem gosta parece uma ótima leitura !!!

    ResponderExcluir
  29. Oi Andressa!
    Eu amo, amo, AMO No Escuro. Lembro que o devorei em menos de um dia, tamanha foi a minha curiosidade de saber o que aconteceu com a personagem principal. Livro maravilhoso!

    ResponderExcluir
  30. Eu sou um pouco medrosa.. mas gosto de livros de suspense... tem uns que lhe da a sensação de que está sendo vigiado... ou você escuta algum barulho.. rsrsrsr
    Esse parece ser muito bom... eu fiquei curiosa.. principalmente pelas mudanças que aconteceram com a personagem depois de Lee... na certa ele não é nada bom...

    ResponderExcluir
  31. É o meu gênero literário favorito e eu não conhecia, vou colocar na minha lista de prioridades neste instante, fiquei muito curiosa!

    Beijo,
    http://portaoazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Adoro um suspense!!!!!
    E a sua resenha me deixou aqui hiper curiosa para saber de tudo!!! hehehehe

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  33. Livro muito bom, fazia algum tempo que eu estava precisando de uma boa leitura. Li tudo em dois dias. Não irão se arrepender se ler, e se preparem pro suspense hehe

    ResponderExcluir