Resenha - Neve na Primavera


Neve na Primavera

Neve na Primavera
Autor: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Páginas:336
Sinopse: Skoob

Avaliação: 

Oi gente, tudo bem?

Ainda não tinha lido nada escrito pela Sarah Jio; na minha estante tenho Violetas de Março mas ainda não tive a oportunidade de ler. Então, a escrita da autora foi uma agradável surpresa.

Neve na Primavera conta a história de uma família em Seattle em duas épocas diferentes. Claire Aldridge é uma jornalista dos tempos atuais que está passando por um momento complicado da vida e do casamento. Vera Ray é uma camareira de 1933 que sofre pelo sumiço do filhinho de 3 anos.

Algo de extraordinário aconteceu duas vezes em Seattle em um espaço de tempo de 80 anos: uma grande nevasca atingiu a cidade no mês de maio, bem na primavera do hemisfério norte; algo muito incomum, mas que gerou uma grande matéria para Sarah Aldridge. 

Para escrever a matéria para o jornal, Sarah mergulhou nas histórias de 02 de maio de 1933 e descobriu que, naquela mesma noite, durante a nevasca, o pequeno Daniel Ray sumiu do apartamento onde morava com a sua mãe, Vera Ray e nunca mais foi encontrado. Enfrentando os próprios problemas, mas com um prazo e uma boa história nas mãos, Sarah resolveu investigar o desfecho daquela história.

A autora tem uma forma muito sensível de escrever e eu adorei. O livro tem algo que sempre me atrai: passado e presente. Os capítulos são alternados, ouvimos as vozes de duas grandes mulheres: Vera Ray, em 1933 e Claire Aldridge, nos dias atuais.

A cada capítulo nos aprofundamos ainda mais na história de vida de Vera Ray, como ela encontrou o amor junto a um dos homens mais ricos de Seattle e a ruína com o sumiço de seu filho, o pequeno Daniel Ray. Ao mesmo tempo, acompanhamos os problemas de Claire, que se fechou em seu próprio sofrimento e observava de longe o seu casamento ruir cada vez mais.

O livro é comovente e me fez chorar em muitas oportunidades, ainda não sou mãe, mas posso imaginar como Vera Ray ficou com o coração em pedaços ao retornar de seu trabalho no hotel e não encontrar o seu filho dormindo como deixara ao sair algumas horas antes.

A história de Daniel Ray e sua mãe precisava ser contada e o destino daquele menino de 3 anos perdido na nevasca da primavera de 1933 merecia um desfecho. Enquanto Claire cuidava de narrar os fatos em sua matéria, os ferimentos de seu coração iam, pouco a pouco, se fechando.

Os problemas de Claire também não eram poucos, entendo que ela estava passando por um momento delicado da vida mas, em algumas vezes, ela me irritou um pouco. Não lutava para reestruturar o casamento e o amor próprio, apenas observava o marido cada vez mais distante e nada fazia, o que me fez gostar mais dos capítulos narrados por Vera Ray do que os de Claire Aldridge.

Acabei o livro querendo muito conhecer outras histórias escritas por Sarah Jio que tem uma forma de escrever que me conquistou. A leitura é rápida e flui muito bem. Sei que esse mês a Editora Novo Conceito publicou um novo livro da autora, O Bangalô, e eu não poderia estar mais ansiosa para conhecer mais uma história de Sarah Jio.

Espero que gostem.

Com carinho,  



32 comentários :

  1. Já ouvi diversos elogios a escrita da autora e a esse livro em questão, tanto que ele está na minha lista de leitura.
    Gosto de dramas e a Sarah Jio parece saber escrever um de maneira emocionante, tanto que tenho expectativas um tanto altas com seus livros.
    A narrativa abordando o passado e o presente me interessa muito, gosto de ver como eles se entrelaçam.
    Acredito que gostarei muito de Vera, que aparenta ser uma mulher incrível. Quanto a Claire, não sei ao certo o que tipo de sentimento posso nutrir por ela, mas creio que só terei uma certa ideia quando começar a leitura.
    Neve na Primavera é um livro que espero que me emocione muito, quem sabe, ele seja um dos poucos que me arranca lagrimas.
    Adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari,
    Não tinha escutado falar deste livro ainda, apesar de já ter ouvido falar de "O Bangalô", a história parece ser bem legal, mas prefiro livros que comecem no passado e vai para o presente por quê quando vai intercalando só me deixa mais aflita hahaha.
    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  3. Heey, tudo bem??

    Gostei muito do enredo e principalmente da forma como o livro é narrado... essa alternância entre épocas e personagens me cativou bastante. A história parece ser linda!

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oii... ainda não li nada dessa autora, mas essa resenha me deixou encantada, duas mulheres, com suas lutas pessoais, seus dramas, passado e presente, confesso, que fiquei curiosa com o desfecho da história.A capa está muito bonita, e também fiquei interessada nos outros livros da autora.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Nossa, amei essa resenha, quero muito ler.
    Ainda não li nada dessa autora, mas só leio resenhas maravilhosas dela.
    Espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Ja ouvi falar da autora mais nunca li nada dela. Adorei o enredo da história
    com certeza vai para minha lista de leitura
    obg pela resenha


    http://floresecencia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari!!!
    Se fosse pra ler um livro da autora seria Violetas de Março, pois só vi comentários positivos até hoje...
    O problema é que não estou conseguindo ler romances, não sei porque...
    Quando esse bloqueio sair com certeza vou lê-lo.
    Talvez até leia Neve na Primavera, já que você gostou.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari :) Eu não conhecia a autora e nem o livro, mas gostei bastante! Já li um livro onde acontecia a mesma coisa, duas personagens em tempos distintos, mas por algum motivo eram interligadas em algum assunto, no meu caso, por pessoas e sentimentos. Desde que li esse livro nunca achei outro com a mesma ideia que tanto gostei, então foi uma surpresa boa ler essa resenha! Amei a recomendação!

    ResponderExcluir
  9. Oi!Nunca tinha lido nada da autora,mas depois de ler a resenha me interessei bastante.Gosto bastante de livros com essa pegada,de personagens em tempos diferentes.Vai entra na lista!

    ResponderExcluir
  10. Sarah Jio,não a conheço.
    Essa mistura de passado e presente quando bem entrelaçados fica emocionante,o livro Jardim de Ossos também tem essa técnica e é um dos meus favoritos.
    O foco no relacionamento maternal não é uma leitura que procuro no momento,apesar de ter um toque de suspense que gosto.Fui atrás da sinopse de O Bangalô,espero que leia,quero ver suas impressões sobre esse.

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari, tudo bem?

    Nunca li nada da autora, mas quando saiu esse livro, fiquei bastante interessada, entretanto, ainda não tive a oportunidade. Mas adoro esse tipo de livro que tem diferentes vozes narrativas, ainda intercaladas, e com tempos distintos. Achei interessante a Claire querer contar a história da Vera Ray e do Daniel, e parece ser bastante emocionante. E nossa, só posso imaginar a dor de uma mãe ao perder um filho.

    Quanto a Claire, entendo essa sensação que você teve, e acho que me sentiria da mesma forma.

    Também estou bastante interessada em "O Bangalô" e espero ver sua resenha, e também espero poder logo ler algo da autora.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não conhecia o livro, apenas a autora. Pois me lembro de ter lido uma resenha elogiando bastante Violetas de Março.
    Pela resenha, esse livro pareceu ser bem legal!
    Também gosto de histórias que se passam em duas épocas diferentes.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre a história e sobre a Vera, ela pareceu ser uma ótima personagem.

    ResponderExcluir
  13. Oii,
    Já ouvi falar deste livro e me interessei bastante, mas depois da sua resenha fiquei louca para ler, parece ser um livro muito bom, quero ler em breve.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. Oii, adoreii o post e agora quero muito ler...

    Por favor, visitem o meu blog: derepentegeek.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Que delícia ser apresentada ao livro através de sua resenha. Sabia bem pouco sobre ele, quase nada, na verdade rs. Gostei muito da sinopse de Neve na Primavera, esse clima de mistério em torno do desaparecimento de Daniel. Amo livros com essa pegada, fico louca para descobrir o final rs. O modo como a autora optou por narrar a história, intercalando o presente com o passado, isso me agrada bastante. Bom, pontos positivos tem de sobra, né? Já estão na minha listinha.

    ResponderExcluir
  16. Eu também tenho Violetas de Março na estante, mas até hoje não li ainda. Fiquei com bastante vontade de ler esse livro da autora, a história dele parece ser muito linda. Também não sou mãe ainda, mas imagino como deve ter sido para a Vera Ray. Acho que vou ler o livro que tenho da autora e se eu também gostar da escrita dela, eu compro esse livro :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Mari.
    Esse também foi meu primeiro contato com a autora e adorei o que li. Gosto muito de histórias que alternam entre o passado e o presente e a autora soube fazer isso muito bem, sempre trocando o narrador no momento exato para nos prender. Eu também achei que a Claire estava deixando acontecer e não reagia na situação. Claro que vou querer ler outros livros da autora.

    ResponderExcluir
  18. Pela resenha fiquei bem curiosa para ler o livro.
    Soninha228@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, eu não conhecia a autora e fiquei curiosa depois de ler a sua resenha. Com certeza, irá para a minha lista de leitura. Abraços

    www.estantedaana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Mari!
    Adorei a leitura desse livro, a autora gosta de misturar passado e presente e é um artifício que gosto muito na leitura.
    Esse foi o segundo livro dela que li e adorei!
    Tem novo lançamento dela saindo esse mês pela NC, espero poder ler.
    “Aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  21. ainda não li nada da autora, mas só vejo elogios.
    esse tipo de livro com duas histórias aparentemente sem conexão que vão se desenrolando eu acho bastante interessante e ainda por cima no caso que a autora vai intercalando passado e presente!
    mas um na minha lista do: preciso ler ;)

    ResponderExcluir
  22. Lindo livro. O final parece ser emocionante.Agora fiquei curiosa pra saber o que aconteceu com o menininho.

    ResponderExcluir
  23. Lindo livro. O final parece ser emocionante.Agora fiquei curiosa pra saber o que aconteceu com o menininho.

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Eu não li nada dessa autora, mas desde que eu vi essa capa linda...me apaixonei...o título um amor...li a sinopse e quis muito ler!
    E sua resenha só aumentou a minha vontade...
    Parece um livro maravilhoso...e estou super curiosa para saber sobre o Daniel...imagino a aflição, já que eu tenho um filhinho de 3 anos...
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  25. Eu não sou mto fã quando o livro fica alternando os capítulos.. pq sempre tem aquela parte da história q vc demora mais pra ler por nao gostar tanto.. é claro q tem exceções, como na trilogia Legend, por exemplo. Nao sei sobre Neve na Primavera, por que nao li, mas esse é um ponto q me deixa com um pé pra trás... mas ainda assim a história em geral me deixou mto curiosa... com certeza já adicionei na minha lista!!

    ResponderExcluir
  26. Hello!
    Comprei ontem o livro Neve na Primavera!!! Sempre quis ler e acho a capa mto linda.
    Tb nunca li nada da Sarah Jio e pretendo começar com esse livro que ja tinha me interessado qdo li a sinopse na epoca.
    Com certeza o livro é desses que a gente se poe no lugar, nao tem como imaginar ter o filho roubado, quero mto saber oq aconteceu com a Vera Ray.
    Não sabia que tinha livro novo da autora, O Bangalô, assim que terminar de ler esse da Neve, vou tentar ler o outro.
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  27. Nunca li nada das Sarah Jio, eu ja lembrava de seus livros mas nunca senti uma atração pelos enredos de seus livros e nesse caso nao foi diferente, mas que bom que curtiu o livro, mas esse livro não vai entrar na minha lista desejados.

    ResponderExcluir
  28. Eu ainda não li nem um livro da autora Sarah Jio, mas pretendo ler esse livro, desde que vi ele entre os lançamentos fiquei interessada e curiosa em relação a história que por sinal parece ser muito boa, sua resenha está muito boa e pretendo ler Neve na Primavera em breve.

    ResponderExcluir
  29. Gosto muito quando vai alternando passado e presente e os fatos vão se encaixando até tudo fazer sentido.
    Deve dar um aperto no coração essa história da criancinha que sumiu...

    ResponderExcluir
  30. Eu adorei a capa desse livro, ela por si só já é extremamente comovente e linda. Fiquei encantada com a forma como a autora mistura passado e presente e entrelaça os dois de maneira tão precisa. Acredito que os personagens sejam bastante marcantes, apesar de a mocinha ter te irritado em alguns momentos. Com certeza um livro que nos emociona e nos ensina ao mesmo tempo!

    ResponderExcluir
  31. Olá Mari! Estou no início de Neve na Primavera, já estou envolvida na estória é agora com a sua resenha vejo que vai ser uma leitura emocionante. Li desta mesma autora O Bangalô, fiquei maravilhada, foi um dos melhores livros que já li. A escritora é fantástica,super recomendo. Abraço!

    ResponderExcluir
  32. Olá Mari! Estou no início de Neve na Primavera, já estou envolvida na estória é agora com a sua resenha vejo que vai ser uma leitura emocionante. Li desta mesma autora O Bangalô, fiquei maravilhada, foi um dos melhores livros que já li. A escritora é fantástica,super recomendo. Abraço!

    ResponderExcluir