Resenha - Desamparo

Desamparo

Autora: Inês Pedrosa
Editora: Leya
Gênero: Literatura Brasileira / Romance
Páginas: 296
Sinopse: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Avaliação:

Desamparo de Inês Pedrosa é um grande livro apesar de suas poucas páginas. 

O livro retrata a história de uma mulher que aos três anos de idade foi arrancada dos braços da mãe e levada por seu pai para o Brasil. Uma história verdadeira que traz uma mulher em busca de seu passado e conexões cinquenta anos após a separação, e no intuito de conhecer sua mãe ela retorna ao seu lugar de origem tudo isso em meio a traumas e problemas políticos econômicos em Portugal.

Essa foi minha primeira experiência com  autora já tão conhecida pelo mundo a fora e o que percebo em sua escrita é na verdade algo maduro e muito realista que capta o leitor para um mundo insano e cruel e ao mesmo tempo recheado de traições, reencontros, decepções, crimes e etc.

Com uma ambientação incrível e personagens singulares Inês Pedrosa consegue emocionar e ao mesmo tempo nos mostrar um mundo cada vez mais solitário em sem valores, mas ainda assim provoca um sentimento de esperança com sua escrita.

A história tem início com Jacinta - já senhora, tendo um desmaio no pátio de sua residência na aldeia de Arrifes e com isso vários pensamentos lhe vem a mente, como o desejo abrasador de rever seu filho Raul. Alguém que apesar de conhecida, parece cada vez mais invisível. Uma mulher marcada por sua estrada pela moda no Brasil, apaixonada e com três filhos - Rita, Rafael e Raul; filhos que não estão mais ligados ao elo familiar devido a problemas sofridos na relação entre Jacinta e Ramiro, e isso tudo visto a olhos nus. 

Uma história ricamente detalhada por personagens marcantes em suas melhores e piores forma.

Raul é um dos personagens mais intrínsecos e únicos a meu ver, com um aspecto sombrio e ao mesmo tempo realista; uma certa nostalgia e sinistralidade que o rondam desde sempre, incapaz de cuidar de sua mãe com um emprego miserável e sem perspectiva e um desânimo contagioso. 

Aos poucos vamos entendendo o desfalecer lento de Jacinta em um hospital desamparada, porém essa morte que a espreita só vem quando todas as cartas são postas na mesa. A infelicidade de Raul salva às páginas de tal maneira que chego a me comover de fato com toda a situação e ficar arrasada em determinado momentos. Olhar ao redor e perceber tudo que se passa não apenas com sua vida, mas com aqueles que nos cerca, é algo que vem cada dia ficando em baixa, uma vez que valores estão invertidos, que pessoas estão cada vez mais individualistas e egoístas. 

Mas sempre há uma luz no fim do túnel e apesar de todo "desamor" "desamparo" "pessimismo" e "sofrimento" sempre se pode ver um lado bom nas coisas e encontrar seu caminho em meio ao caos e uma crise política devastadora e é exatamente isso que Inês Pedrosa nos traz em seu livro Desamparo e muito mais!

Um comentário :

  1. Eu nunca li nenhum livro da Inês Pedrosa,então conheço sua escrita,mas pelo sua resenha o livro parece ser fantástico.
    Parece baseado em na realidade,por que coisas assim realmente acontecem,famílias realmente tem conflitos que as vezes acabam afastando seus membros.
    Eu vou procurar ler esse livro.

    Esperando para voar

    ResponderExcluir