Resenha - Irmãos de Sangue


Irmãos de Sangue
Trilogia A Sina dos Sete # 1 

Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro 
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance/ Fantasia
Páginas: 288
Sinopse: Skoob


Avaliação:



Olha eu aqui novamente! Oie!


Agora vão me ver muito por aqui já que faço parte oficial da equipe, então preparem os forninhos que trarei muitas impressões de leituras para compartilhar com vocês! 
Bom.. Tenho uma relação estranha com Nora Roberts - Literalmente amor e ódio. Alguns livros lidos amei! Outros.. Urgh! Detestei demais da conta! 

Mas não desisto nunca, sou brasileira! rsrs E que bom por isso, pois tive oportunidade de ler Irmãos de Sangue e curti demais!
Eu curto a escrita da autora, mas algumas vezes acho que ela enrola demais; se é que me entendem?!
A autora tem uma escrita que geralmente é impactante quando amamos e logo de cara neste livro ela me ganhou completamente! Irmãos de Sangue traz três amigos Caleb, Fox e Gage. Uma curiosidade que vai além dessa amizade é que todos três nasceram no mesmo dia , mês e ano; estranho ou mera coincidência? 

Os três são meninos bem diferentes, apesar de terem esses fatos em comum. Caleb vem de classe média, enquanto Fox é filho de Hippies e Gage de um bêbado; não sabemos de começo o que os une,  mas  eles se tornam grande amigos. Como forma de desafiar os pais e a magia; no aniversário de dez anos eles vão para a floresta no intuito de acampar e desafiar limites como ver revistas impróprias para a idade, fumar, beber entre outros. Cada qual com seus desejos, personalidade e manias distintas. O trio resolve praticar um ritual, por assim dizer, um ritual de sangue que iria marcar os próximos anos de suas vidas e isso não envolve apenas o plano terreno, pois parece que algo maligno foi solto durante o pacto do trio.

Esse ser maligno atormenta a cidade de Hawkins de sete em sete anos, transformando paz e tranquilidade em caos e devastação. As pessoas surtam nesse período e parecem estar possuídas, além de mortes, entre outros. Os meninos percebem, claro que tentam a todo custo conter o mal que liberaram sem conseguir êxito. Mais tarde, quando adultos as coisas pode ser que mudem, pois Quinn uma jornalista paranormal aparece na cidade no intuito de colher informações sobre as coisas estranhas ocorridas por ali e logo um dos meninos, adulto agora, percebe que a jovem não é comum e consegue ver o demônio entre outros. Outras coisas estranhas continuam a acontecer como o aparecimento de Layla na cidade; ela simplesmente larga sua vida em Nova York e também temos mai uma moça a Cybil, amiga de Quinn que pode trazer as explicações necessárias "ao encontro" desse grupo. 

A história, como sempre (característica da autora) é muito bem ambientada fazendo com que o leitor se sinta "dentro" do enredo, tudo é narrado em terceira pessoa de maneira clara e fluída e o enredo promete muita ação e mistério. 

Eu curti a leitura e recomendo.


Nenhum comentário :

Postar um comentário