Resenha - Ases nas Alturas (Wild Cards #2)

Ases nas Alturas

Série: Wild Cards #2
 Autor: George R. R. Martin

Editora: Leya

Gênero: Aventura / Fantasia

Páginas: 400

 Sinopse:  Skoob 



Avaliação: 




Wild Cards 2 se passa algumas décadas depois da história do primeiro livro.  O grande problema agora não é exatamente os Ases e os Curingas e sim uma entidade alienígena conhecida como Tiamat.



“— Tem mais uma parte. A coisa que está por trás da moeda de Balsam é uma divindade suméria chamada TIAMAT. É de onde Lovecraft tirou o Cthulhu. Algum tipo de monstro imenso, amorfo, de além das estrelas. Lovecraft provavelmente criou sua mitologia a partir de documentos secretos do pai. O pai de Lovecraft era maçom.”



Cabe aos Ases combaterem essa ameaça, e eles são bem sucedidos até certo ponto. Apesar de lutarem bravamente, sobraram alguns resquícios de Tiamat na Terra e existe um grupo que fará de tudo para que esse alienígena obtenha sucesso. Essa entidade é apoiada por uma Ordem maçônica que tem como objetivo controlar o planeta. 


Tartaruga e Fortunato são destaques no livro, mas também temos Jube, um personagem que terá um papel crucial. 


Diferentemente do primeiro livro que tinha um enredo mais histórico e era mais realista, esse livro é voltado mais para a aventura e ação, com personagens agindo disfarçados e com uma entidade poderosa em busca da dominação do planeta.



  “— Como eu lhe disse, meu amor... Cães e gatos desaparecendo... vira-latas, cães com dono; pessoas nessas partes não estão preocupadas com as leis da coleira. E pombas. E ratos. E esquilos. Muitos quarteirões estão simplesmente vazios da vida selvagem urbana comum. Tirando as piadas sobre a cozinha oriental, acho que isso poderia ser qualificado como evento estranho. — Entenda isso agora, Mark. Pode não haver nada aqui. Mas, se encontrarmos o que estamos procurando, estaremos enfrentando um monstro parecido com os de filme de horror. Mas é real. É o inimigo de cada organismo vivo deste planeta e ele não tem escrúpulo nenhum.”




Nenhum comentário :

Postar um comentário