Resenha Atraída por um Highlander


Atraída por um Highlander
Autora: Maya Banks 
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
 Páginas: 336
                                                           Sinopse: Skoob
 
Avaliação:

“Atraída por um highlander” conta a história de Mairin e Ewan. Mairin é a filha bastarda do falecido rei e como tal, recebeu uma herança grandiosa: um território que pode definir uma guerra, pois fica em uma área privilegiada. Sua vida não foi das mais fáceis, pois inúmeras pessoas interessadas em poder estiveram caçando-a. Seu pai a marcou com o brasão real na perna para identificá-la e com isso, ela tornou-se um chamariz ainda maior. A opção que ela teve foi passar sua vida inteira escondida nas sombras, mantendo-se oculta. Então ela vive como noviça em um convento, aprendendo sobre Deus e seus ensinamentos.

Ewan MacCabe é o líder de um clã falido, pois passou por uma grande batalha há oito anos e desde então tem se reestruturado lentamente. Apesar das dificuldades, Ewan é justo e mantêm as mulheres e crianças protegidas, assim como seus soldados. Soldados esses que são diariamente treinados, tornando-se armas letais a serviço dos MacCabes. Ewan tem um filho de oito anos de idade, o Crispin, fruto de seu casamento com sua primeira esposa, que faleceu. Crispin é amado não apenas pelo pai, mas também pelos seus tios Alaric e Caelen, além de todo o clã.

Um dia Crispin é dado como desaparecido e Ewan fica desesperado acreditando que o filho foi sequestrado por um de seus inimigos e dá início a uma busca implacável.

Em paralelo, o convento onde Mairin se encontra é invadido por mercenários que estão a procura dela e que ameaçam a vida das outras mulheres. Mairin, vendo que as demais freiras e noviças podem morrer, entrega-se voluntariamente e é levada ao seu terrível destino. No trajeto o caminho de Mairin e Crispin se cruzam e a jovem, mesmo ferida e sem poder fazer muito, arrisca a própria vida para salvar a vida desse desconhecido garotinho.

Mairin e Crispin não se desgrudam mais a partir daí e quando ela chega ao seu destino, para se casar com um homem vil e violento que só quer a herança dela, Mairin é gravemente ferida. Apesar de tudo, uma chance para escapar surge, e os dois não hesitam em tentar, sendo encontrados no caminho pelo tio de Crispin.

Crispin dá a sua palavra de MacCabe de que Mairin está em segurança, e uma promessa MacCabe é uma promessa justa. Ewan fica abismado quando reencontra o filho acompanhado de uma mulher, mulher que o garotinho defende com unhas e dentes até mesmo de seus familiares.

Quando tudo fica esclarecido, Ewan propõe um casamento pela segurança de Mairin. Um casamento de conveniência que pode se tornar algo mais, pois existe mais do que uma mera atração entre Ewan e Mairin.

Mairin é boa, altruísta e ferozmente protetora. Ewan é justo, honesto e um pouco bruto. Tem uma atitude até mesmo de macho alfa em alguns momentos, mas também consegue ser terno e carinhoso. O relacionamento dos dois vai florescendo pouco a pouco e construindo uma boa base para fazer o leitor se apaixonar perdidamente pelos dois.

Ewan suspirou e balançou a cabeça. Essa confusão toda era suficiente para lhe causar uma enorme dor de cabeça. Que Deus o salvasse de mulheres teimosas e cheias de segredo." (p. 74)

Nenhum comentário :

Postar um comentário