Resenha - Mulheres perigosas

Mulheres Perigosas

Autor: George R. R. Martin
Editora: Leya
Gênero: Contos / Crônicas / Fantasia / Literatura Estrangeira
Páginas: 736
Sinopse: Skoob
Avaliação:



"Mulheres perigosas" é um livro composto por 21 contos escritos por autores mundialmente reconhecidos.


Os contos

1. Fora da lei, de Joe Abercrombie
2. Ou meu coração está partido, de Megan Abbott
3. A canção de Nora, de Cecelia Holland
4. As mãos que não estão lá, de Melinda M. Snodgrass
5. Explosivas, de Jim Butcher
6. Raisa Stepanova, de Carrie Vaughn
7. Lutando com Jesus, de Joe R. Lansdale
8. Vizinhos, de Megan Lindholm
9. Eu sei escolhê-las, de Lawrence Block
10. Sombras nas Florestas do Inferno, de Brandon Sanderson
11. Uma rainha no exílio, de Sharon Kay Penman
12. A garota no espelho, de Lev Grossman
13. Segundo arabesque, muito lentamente, de Nancy Kress
14. Cidade Lázaro, de Diana Rowland
15. Virgens, de Diana Gabaldon
16. O inferno não tem fúria, de Sherilynn Kenyon
17. Anunciando a pena, de S.M. Stirling
18. O nome da fera, de Samuel Sykes
19. Cuidadores, de Pat Cadigan
20. Mentiras que minha mãe me contou, de Caroline Spector
21. A princesa e a rainha, de George R.R. Martin

Como vocês podem perceber pela lista acima, é difícil falar de cada um dos contos desse livro, mas posso citar alguns dos meus preferidos: Fora da Lei, do Joe Abercrombie, Uma rainha no exílio, de Lev Grossman, Virgens da Diana Gabaldon e a A princesa e a rainha, do George R. R. Martin são apenas alguns dos contos que me emocionaram.

Apesar das histórias serem completamente diferentes, se passarem em universos distintos, épocas diferentes e enredos distintos, cada uma dessas histórias traz pelo menos uma mulher excepcionalmente forte, capaz de realizar importantes mudanças ao seu redor.

Shy, por exemplo, é uma fora da lei que está fugindo do próprio grupo de bandidos e que precisa usar todas as suas habilidades para sobreviver. Observamos que Shy é uma personagem muito forte, primeiramente porque sua “profissão” é quase que exclusivamente masculina e ela conseguiu se integrar bem ao bando. Depois, quando está em fuga, ela conta apenas com um cavalo e muito poucos elementos.

No conto da autora Carrie Vaughn, a protagonista (que dá o nome ao conto) é um piloto em meio da segunda guerra mundial. Ou seja, outra profissão extremamente voltada aos homens em uma época perigosíssima.

Além de ser uma obra extraordinária por si só, “Mulheres perigosas” é uma ótima dica para aqueles leitores que não conhecem a escrita de determinados autores e que querem descobrir se vão ou não gostar delas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário