Resenha - Crueldade - The Cruelty

Crueldade
 The Cruelty # 1

Autor: Scott Bergstrom  
Editora: Seguinte
Gênero: 
Literatura Estrangeira /Jovem Adulto

Páginas: 256
Sinopse: Skoob

Avaliação:

 




Oie, olha ela heim" rsrs 

Li Crueldade já faz um tempinho, desde o lançamento, mas somente agora vim falar com vocês sobre esta história que me ganhou total.
 
"Parte da feirua dos adultos, aos olhos de uma criança, é que ela em geral olha para cima, e poucos rostos parecem melhores quando vistos de baixo."
George Orwell

Scott Bergstrom traz Gwendolyn Bloom, uma jovem adolescente de dezessete anos que vive com seu padrasto que é funcionário do governo de assuntos burocráticos. Sua mãe morreu assassinada quando ela ainda era uma criança e ela estava lá e além de ter presenciado a morte de sua mãe também quase perdeu sua vida. Os anos passaram e Gwen hoje é uma jovem normal, apesar de tudo e vive bem com seu padrasto a quem ama como a um pai, aliás, o único que conheceu com tal título já que em sua certidão não diz quem de fato é seu pai biológico, não que isso importe. 

Como seu pai é um funcionário do governo, diplomata, eles vivem se mudando e com isso Gwen não chega a criar laços ou vínculos em nenhum lugar onde vai. A história começa inicialmente com Gwen e seu pai vivendo em Nova York, onde mais uma vez a jovem tem de enfrentar tudo pela primeira vez; como ir a escola e conhecer novas pessoas, se socializar e interagir em um meio diferente do anterior. Ela estuda em uma boa escola onde tem muitos jovens ricos e mimados e essa é uma regalia não do dinheiro de seu pai, mas de sua profissão que lhe dá acesso a melhor educação onde quer que vá. Ela é bolsista e em meio a jovens filhos de pais ricos e metidos sofre bullying, porém em dado momento revida uma provocação o que a coloca de certa forma em maus lençóis. Mas até aí temos apenas uma história de uma jovem órfã que enfrenta dificuldades de se encaixar em seu novo meio.

O aniversário de seu pai está próximo e Gwen e ele mantém uma espécie de ritual nessa data. Ela lhe dá uma linda caneta de presente e as coisas pareciam caminha como todos os anos, porém seu pai não parece um tanto quanto disperso e desatento e logo comunica que irá se ausentar em uma viagem a trabalho por pouco tempo, coisas comuns de diplomata como ele insinua. Porém nessa viagem seu pai desaparece sem deixar rastros e a partir daí o pouco de familiaridade e normalidade que Gwen possuía vira de ponta cabeça; logo ela tem agentes do governo revirando seu apartamento e sua vida, dando a entender que o sumiço do pai de Gwen não foi algo relacionado a um alguém mafioso ou poderoso. Eles dão a entender que ele sumiu porque ele mesmo quis, talvez por dinheiro ou outras razões. Óbvio que isso não se encaixa com o pai que Gwen conhece, que é sua única família desde sempre e quem sempre a protegeu. Uma tia é chamada para tomar conta de Gwen, irmã de sua mãe, uma total desconhecida, já que ela nunca foi criada com nenhum familiar, além de seu pai adotivo. Gwen conhece um garoto pelo qual se interessa da escola e até cogita a possibilidade de ir com sua tia e ter uma vida "supostamente normal" até que seu pai seja encontrado, porém ela descobre pistas deixadas por seu pai, que a direcionam a tomar a decisão mais difícil de sua vida que é seguir tais pistas e tentar encontrar seu pai, já que o governo parece não estar nem um pouco interessado nisso.
 
Em sua busca por seu pai, Gwen se torna uma mulher forte e destemida, capaz de qualquer coisa para vingar seu pai e descobrir o que aconteceu com ele. Em seu caminho se depara com uma rede de corrupção e crimes hediondos e embarca em vários papéis se transformando em uma pessoa oposta ao seu eu verdadeiro, se transformando em alguém que vai até o final e capaz de cruzar várias linhas tênues que a colocarão não apenas em perigo, mas irão traçar seu futuro para sempre! 


A história é contada pelo ponto de vista da nossa protagonista o que nos faz adentrar junto com ela um mundo de muito perigo e coisas fúteis e sem beleza; um mundo cruel que vence o mais esperto e quem tem maior poder e aquisição para comandar com requintes de crueldade.
Pouco a pouco vemos a transformação de Gwen de uma menina para uma mulher que irá infernizar todos aqueles que acabaram com sua zona de conforto e com isso acaba sendo caçada não apenas pelo governo, mas pela máfia de crimes organizados. Um caminho sem volta.. Um destino incerto a espera. 

A história tem começo, meio e fim; porém deixa uma margem para um futuro livro. 

O que será que Gwen irá encontrar? Seu pai vivo ou morto? 
Quem ela terá de enfrentar e o que isso irá lhe custar além de sua inocência?

Uma história eletrizante e impossível de largar!


Nenhum comentário :

Postar um comentário