Resenha - As Tumbas de Atuan (Ciclo Terramar #2)


As Tumbas de Atuan (Ciclo Terramar #2)

Série: Ciclo de Terramar 2
Autor: Ursula K. Le Guin
Editora: Arqueiro
Gênero: 
Literatura Estrangeira / Fantasia
Páginas: 160
Sinopse: Skoob

Avaliação:




As Tumbas de Atuan é o segundo livro do Ciclo de Terramar e nele vamos conhecer as aventuras de Gavião ou Ged um mago poderoso que pouco a pouco vai descobrindo a que veio. Neste segundo volume vamos conhecer uma jovem que foi escolhida desde os seis anos para ser sacerdotisa da Seita dos Inonimados. Sua vida muda radicalmente sem que nem perguntem se ela quer isso para si, seu nome já não é mais o antigo, passando a se chamar Artha se tornando a guardiã das Tumbas de Atuan, lugar sagrado para sua Seita e local de muito misterioso e tesouros inestimáveis.

Em dado momento seu caminho e de Gavião se encontram mas não de maneira positiva, Ged está ali para se apossar de um dos tesouros dos Inonimados quando é pego por Artha tendo uma sentença de morte e sofrimento eternos, seu destino está marcado e não há nada, nem ninguém além de Artha para impedir que o mesmo ocorra. Será possível Ged convencer Artha de que tudo aquilo foi inevitável, mas que não é dessa forma que deve terminar sua jornada?

Artha foi criada para ser a guardiã e suma.sacerdotisa sem escolha e mesmo assim aceitou seu destino; até aparecer Ged para lhe propor algo impensado antes por ela. Seria possível tomar outro rumo e ser dona do próprio destino? Será mesmo que a escolha é sua? Antes de ser Artha, ela era Tenar e deveria ter uma família que sequer se lembra! Seu destino como Sacerdotisa foi traçado e mesmo sabendo que deveria cumprir seu papel matando Ged, ela não consegue é o mantém prisioneiro, suas perguntas para Ged a estão levando a dúvidas sobre si mesma.

Bom, apesar de no primeiro livro o centro de tudo ser Ged, nesse segundo volume temos Artha uma jovem forte, com um destino traçado desde que era criança e que abraçou-o como única opção, dando o melhor de si. Ela foi moldada para ser impiedosa guardando os caminhos do labirinto das Tumbas e seus tesouros, porém uma pessoa limitada pelo destino que ao conhecer Ged, percebe novas perspectivas para sua vida além das que lhe foi apresentada. Ela fica em uma espécie de limbo, entre aquilo que foi criada para fazer e aquilo que gostaria de fazer.

Este volume foi mais devagar do que o anterior, talvez por inserir um novo personagem importante a trama e para de certa maneira nos ambientar ao enredo. A escrita da autora seja acelerada de aventuras ou mais branda com auto descobertas e escolhas importantes não deixa de encantar e prender o leitor, fazendo com que cada parte contada seja apenas um pedacinho de algo muito maior que está por vir.

Esta é uma leitura rápida e que nos deixa com muitas ideias para o próximo livro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário