Resenha - O Enigma de Blackthorn

O Enigma de Blackthorn

Autora: Christopher Rowe
Editora: Leya
Gênero: Literatura Estrangeira/ Infanto Juvenil
Páginas: 352
Sinopse: Skoob

Avaliação:





"O Enigma de Blackthorn" é um livro repleto de aventuras e enigmas. A história se passa na Inglaterra, nos anos 1600 e os capítulos são divididos em dias. Benedict Blackthorn é um mestre boticário e tem uma botica com o nome Blackthorn. Christopher Rowe, o protagonista do livro é o aprendiz de Benedict.

Christopher tem um bom relacionamento com o seu mestre. Afinal, Blackthorn não utiliza punições no aprendiz e realmente ensina ao jovem o ofício, além de aprender como descriptografar frases e enigmas. 

Quando boticários começam a ser assassinados por conta de um culto que está atrás de poder, Christopher se vê envolvido em um grande enigma quando um conhecido do seu Mestre é assassinado.

Com as descrições da antiga Londres, cheias de sombras e mistérios, o protagonista leva os leitores a uma viagem inesquecível, cheia de mistérios, aventuras e enigmas!

"Mestre Benedict adorava ocultar coisas dentro de outras coisas. Códigos dentro de códigos, enigmas para abrir cadeados."

Outros personagens são apresentados ao leitor, como Tom, o amigo de Christopher e companheiro de confusões. 

O início do livro é um pouco lento, mas conforme a história se desenvolve, vamos percebendo a complexidade do enredo. A forma como a ambientação foi descrita, a personalidade dos personagens e até mesmo O Culto do Arcanjo e seus objetivos.

Christopher é o protagonista heroico, que tem um passado traumático, sendo órfão e crescendo em um ambiente hostil, até chegar ao presente, onde é um jovem honrado, persistente e idealista. 

"Para ser um boticário, você precisa entender uma coisa: a receita é tudo. As poções, os cremes, as geleias e os pós preparados... exigem um toque incrivelmente delicado. Não é como assar um bolo."



Nenhum comentário :

Postar um comentário