Resenha - A Mulher na Janela


A Mulher na Janela 
Autor: A.J Finn
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira / Suspense
Páginas: 352
Sinopse: Skoob 

Avaliação:

Olá, tudo bem com você?
A Mulher na Janela é um livro de suspense que me deixou completamente envolvida com a trama, é aquele tipo de livro que vai tirar seu sono pois vai deixar você pensando na história o tempo inteiro, enquanto não terminar a leitura você não vai conseguir ficar quieto.

Anna Fox é protagonista da história e quem narra todo o livro em primeira pessoa, ela já foi casada e tem uma filha Olívia, porém hoje em dia ela mora sozinha, ela sofre de uma doença que se chama Agorafobia, ela tem pânico de sair de sua casa, graça a tecnologia ela consegue pedir tudo por telefone ou internet e entregar em casa. 

Sem ter muito o que fazer durante o dia todo ela se diverte vendo filmes antigos, tomando suas taças de vinho todos os dias, e também acaba misturando bebida com remédios fortes para controlar sua depressão, síndrome do pânico e agorafobia.

Ela também fica vendo tudo que acontece em sua vizinhança pela janela de sua casa, o que faz ela imaginar diversas situações olhando os vizinhos pela janela.

Particularmente ela se encanta pelos seus mais novos vizinhos os Russells – pai, mãe e o filho adolescente que se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita e começa a olhar pela janela o tempo inteiro a família e a criar teorias. 

Aos poucos ela consegue fazer amizade com Ethan que é o filho adolescente do casal, ela percebe que o menino é muito tímido e que tem dificuldades em falar sobre ele mesmo e sua vida.

Anna trabalhou como psicóloga no passado e gosta de analisar as pessoas com quem ela conversa, ela também frequenta um grupo na internet com problemas parecidos com o seu e tenta resolver e a ajudar as pessoas a saírem e serem curadas. 

Em um determinado momento depois de tomar várias taças de vinho e também seus remédios controlados ela avista da janela de seu quarto um possível assassinato na casa dos Russels e ao tentar sair de casa para ajudar ela tem uma crise de pânico e acorda já no hospital.

Depois desse dia ela percebe que ninguém acredita no que ela falou e ela mesmo então decide investigar por conta própria, porém claro ela mesma fica na dúvida se criou isso em sua cabeça ou se de fato aconteceu.

O tempo inteiro ficamos imaginando os possíveis acontecimentos do livro, a gente cria várias teorias e também fica agoniado com as manias de Anna. Aos poucos vamos entendendo o que ela vive para chegar nesse ponto de sua vida com tantos traumas.

Eu poderia ter dado 5 estrelas porque o autor me fez devorar o livro em poucos dias e confesso que fiquei perturbada com o livro, ele tirou o meu sossego por uns dias. 

Mas achei sinceramente que o final foi meio que nada haver, não me surpreendeu e não deu uma explicação plausível para a história toda, achei que viajaram demais no final do livro por isso não tive como dar nota máxima.

Agora você vai precisar ler o livro e tirar suas conclusões. Mas de qualquer maneira é um livro que tira da zona de conforto e faz você ficar na dúvida o tempo inteiro.

Beijos 

Até mais!

Nenhum comentário :

Postar um comentário