Resenha: Outsider

Outsider
 
Autora: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério
Página: 528
 Sinopse: Skoob

Avaliação:




Olá meus amores! Tudo bem? Hoje a resenha é do mestre!
Meu amor literário, o melhor escritor do gênero forever!

King nos faz entrar em Flint City e conhecer sua infeliz história, onde o corpo do menino Frankie Peterson de apenas onze anos é encontrado no parque, tendo sido assassinado de maneira cruel. Um crime que chocou a todos, inclusive os  policiais experientes, acostumado com todo tipo de atrocidade. Esse crime mexe com todos e cria uma imensa comoção e revolta na população local.

Ralph Anderson é o responsável na investigação e as testemunhas ouvidas, dizem sempre o mesmo, apontando o dedo para Terry (treinador de beisebal e professor de inglês) que está ligado a comunidade infantil no esporte e quem supostamente foi visto dando carona ao menino em uma van. Tudo indica que seja verdade, pois a van, e um outro carro, contém dna, impressões digitais e afins colocando o treinador como um suspeito incontestável. Porém algo não bate, ele sempre foi pacato, querido, pai de duas filhas, casado e um cidadão exemplar. 

Ralph executa a prisão de Terry durante um jogo com muitos espectadores, que inclui não "apenas" a cidade, mas sua família que fica absolutamente chocada com o que está acontecendo. Só que algo não bate, quando interrogado sobre o motivo de ser detido, Terry não apenas diz ser inocente como apresenta provas de que nem mesmo na cidade estava, quando o crime ocorreu. Será um engano todas as provas que põe Terry no local do crime? Afinal, as provas apresentadas por ele e seu advogado são conclusivas. O caso é complicado e cabe a justiça achar o criminoso ou descobrir como Terry pode estar ou não mentindo sobre o assassinato do menino.

Uma história intrincada e que deixa o leitor com os nervos à flor da pele. Uma das melhores obras do autor a meu ver. 
Logo eu, apaixonada pelo mestre. Ao terminar essa leitura só fiquei com a sensação de quero mais!






Nenhum comentário :

Postar um comentário