Resenha: Eu e Esse Meu Coração

 
Eu e Esse Meu Coração
Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Gênero: Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance / Suspense e Mistério
Páginas: 424
 Sinopse: Skoob
Avaliação:
 
Leah é uma jovem de 17 anos de idade que vive com um coração artificial. Após ter contraído um vírus, o seu coração começou a falhar. Por ter um raro tipo sanguíneo a opção foi colocar uma bomba extracorpórea que fica anexada a um tubo em seu corpo para realizar todas as atividades que um coração humano faria. 

Ter uma mochila carregando o seu coração a fez se sentir estranha e Leah achou melhor continuar estudando em casa e se negando a falar com outras pessoas além de seus pais e sua melhor amiga. O olhar de pena que recebia a fez ficar dentro de casa, lendo e cumprindo sua lista de desejos. 

“Não faça nada de que vá se arrepender depois. Mas faça o suficiente para saber exatamente do que se arrependeria e aprenda a se arrepender menos.” (p. 165)

Leah é uma jovem inteligente, que fazia parte do grupo nerd da escola. Fundou o clube do livro, tira notas altas e não é de frequentar festas. Mas desde jovem teve uma paixonite por Matt Kenner.

“Tenho uma queda por Matt desde o sétimo ano. Pode ser só ilusão, mas no primeiro ano do Ensino Médio achei que ele gostava de mim também. Não que alguma vez tenha se declarado. Ele era do time de futebol e eu, do clube do livro. Ele era popular. Eu... não era.” (p. 15)

Matt é astro do time de futebol junto com Eric, seu irmão gêmeo. Enquanto Eric ama e explora a popularidade, Matt prefere ficar mais na sua. Sempre foi assim. Eric gosta do público e da atenção e Matt fica feliz pelo irmão, mas não gosta de ser o centro das atenções. O relacionamento dos gêmeos é único. Eles possuem uma conexão inexplicável, conseguem sentir quando o outro está com problemas ou compreender os sentimentos um do outro antes mesmo de entenderem o que estão sentindo. Foi assim desde criança. Quando o pai deles morre, os dois se juntam para ajudar a mãe, mas uma saída noturna de Eric acaba com ele morto com a arma do pai e a polícia declarando que Eric cometeu suicídio. 

Matt sabe que não foi isso o que aconteceu graças á sua conexão com o irmão, mas ninguém acredita nele. A única pessoa que poderia esclarecer tudo é Cassie Chambers, a ex-namorada de Eric, mas ela se recusa a falar com Matt. Desafiando a polícia e os amigos, Matt começa a investigar por conta própria, com o auxílio dos sonhos do último momento do irmão.

“Quando um membro da sua família sofre, todos sofrem junto.” (p. 32)

Leah, conforme a sinopse explica, recebe o coração de Eric e sua vida muda completamente. Primeiramente, ela começa a ter pesadelos onde se encontra amedrontada na mata em uma noite escura e se dá conta de que não é ela correndo e sim um rapaz. Eric. Além disso, Leah começa a adquirir novos gostos, como comida indiana e a não ter mais papas na língua e deixar o seu jeito quieto e passivo por uma personalidade mais honesta e direta. Será que o coração de Eric está mudando a sua receptora?

Leah e Matt se juntam nessa investigação e tentam desvendar os sonhos que andam tendo. Mas a aproximação dos dois mesclam sentimentos e Leah começa a questionar se Matt está se conectando com ela ou com o irmão.

O livro é um romance juvenil, mas aborda vários temas importantes, como a importância da doação de órgãos e a depressão e o luto. 

“Gêmeos idênticos conhecem os segredos um do outro. É uma conexão estranha.” (p. 30)

Nenhum comentário :

Postar um comentário