Resenha: A Guerra dos Tronos

A Guerra dos Tronos
 
Série: Crônicas de Gelo e Fogo # 1
Editora: Suma de Letras
Gênero: Aventura / Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Páginas:600
 Sinopse: Skoob
Avaliação:
 
 
Oi gente, tudo bem? Estou sumida daqui, mas voltei com uma resenha de uma série mega aclamada por muitos no mundo inteiro. Série de livros e Série de TV de um dos autores mais sensacionais do gênero, na minha opinião.
Bora saber o que eu achei do livro?

Como todos devem saber, esse livro já teve várias edições, de outras editoras (principalmente da Leya), tendo sido republicado novamente esse ano pela Suma de Letras.  
 
Sobre a edição, ela é simples, brochura e com papel amarelado, que é o que eu prefiro. Honestamente, tendo tido tantas edições desse livro, inclusive uma maravilhosa em capa dura especial, eu esperava que a Suma fosse trazer uma edição em capa dura, especial.. Isso me decepcionou um pouco. Mas só por eu ter achado que seria uma edição especial nesse final de temporada aguardado por todos que assistem ao seriado de tv. O tradutor é o mesmo, Jorge Candeias e pelo informado tiveram alterações pontuais no projeto gráfico, porém se observarem a edição da Leya de 2015, é bem parecida a da Suma de 2019

Bora ao que achei da obra?
 
Sendo bastante sincera eu sempre relutei em ler os livros dessa série, não costumo ter medo do número de páginas, mas a cada lançamento que eu via dessa série, pensava e acabava desistindo, por ser uma série longa e por ter muitas páginas, dá aquela impressão que iremos ler apenas isso para sempre. Não sei se vocês passam por essas impressões as vezes, em meio a tantas leituras que temos disponíveis. Mas finalmente tomei coragem quando veio a edição especial (da outra editora) e agora mais uma vez com esse lançamento da Suma, uma Editora que eu curto demais da conta.
 
Esta é uma das séries de fantasia mais bem escritas e descritas que já li. Além de ter uma ambientação sensacional e personagens críveis no sentido de tão bem construídos que realmente conseguimos nos ver completamente submersos na leitura e suas 600 páginas, passam de maneira rápida e neste volume somos introduzidos a tudo que estará por vir em Guerra dos Tronos. Iremos conhecer as principais casas e tradicionais, que são cada uma respeitada por seu legado, nome e afins.  Aí temos a casa que amo, a casa dos Starks, que é representada por lobos e conheceremos então Winterfell, comandada por um dos homens mais admiráveis, Ned Stark. Ele é casado com Catelyn e os filhos do casal são: Robb, Sansa, Arya, Brann e Rickon. E temos o bastardo de Ned Stark, Jon Snow; todos os bastardos são chamados pelo sobrenome Snow. 

O atual Rei dos Sete Reinos é Robert Baratheon, conquistando a coroa, após Jaime Lannister, seu cunhado, matar o rei louco, que era da casa Targaryen. O rei Robert é casado com Cersei Lannister, uma casa também tradicional e juntos eles tem filhos, mas o destaque aqui vai para Joffrey, que é o primeiro a suceder seu pai no trono. 

Conhecendo um pouco sobre a premissa inicial, então vamos tendo o desenrolar da história quando o Mão do Rei, conhecido como seu principal conselheiro morre e Robert Baratheon, resolve ir a Winterfell com toda sua corte para convocar Ned Stark para a posição de conselheiro do rei. Eu digo convocar, por saber que Ned não teria ali, muita escolha. Robert e Ned tem uma história antiga que os liga, que mais para frente vocês terão conhecimento, ou já o tem, se leram os livros ou assistiram a série de tv (apesar de ter diferenças entre um e outro). E com a ida de Ned Stark e suas filhas Sansa e Arya para a corte acaba revelando uma série de intrigas, incesto, traições assassinatos e coisas que vão bem além do que se possa imaginar, e olhar que estou bem acostumada com as intrigas da corte, mas digo com total certeza que nada supera Guerra dos Tronos para mim.

E em contra partida, também vamos conhecer Daenerys e Viserys Targaryen, os últimos dragões (símbolo de sua casa) e parentes do rei louco assassinado por Jaime Lannister. Os irmãos vivem em uma espécie de exílio, pois eles representam a real linha de sucessão ao trono, que foi tomada pela casa Baratheon. Viserys dá sua irmã de apenas treze anos em casamento em troca de algumas exigências a um Khal, que pode ser considerado rei de seu povo, eles são um tanto quanto bárbaros e possuem um estilo de vida bem diferente do que vimos na corte ou mesmo em Winterfell. Mas não deixando de lado as tradições de que as mulheres não tem escolhas em questões como casamento e outros, a mulher é para procriar, dando filhos que irão manter as tradições de suas famílias, unindo-se em casamentos arranjados e por aí vai. Até aqui nada novo, mas assustador, ver Daenerys sendo entregue a alguém como um Khal. E como Daenerys se casa com um Khalasar (rei de seu povo), ela se torna sua Khaleesi (rainha e rainha de seu povo) e com isso comandante dos mesmos junto ao seu marido. E ela tem total ciência de sua posição como herdeira dos Sete Reinos e isso é sua maior motivação, tomar de volta o que lhe pertence por direito; o Trono de Ferro!

Bom.. A história tem início dessa maneira e além disso, em suas 600 páginas tem muito mais. Eu amo a casa Stark, que irá passar por problemas e situações inimagináveis. Assim como fiquei encantada por toda a força e postura que uma menina, Daenerys, conseguiu desenvolver diante as piores circunstâncias que se possa imaginar. Ela é uma força da natureza, uma comandante, uma rainha.. E todo meu amor do mundo por ver uma mulher sendo tão bem desenvolvida como ela foi neste livro e como sei que ainda será no decorrer da série.

Tem tantos outros personagens interessantes em vários aspectos, desde a maldade, interesses, astúcia, honra, lealdade e outros.. Que se eu fosse falar de todos, eu não iria conseguir terminar essa resenha e obviamente entregaria demais, mesmo achando que bem poucas pessoas hoje não conhecem nada sobre A Guerra dos Tronos. 

Sou fã do autor, e fã incondicional dessa série maravilhosa.. E não esperem por coisas fofas, romances avassaladores e afins.. A história é intrínseca, brutal e mostra as facetas de uma verdadeira guerra e as intrigas e maldade existentes nos seres humanos desde tempos antigos, ainda que estejamos falando em ficção!

Recomendo demais!
 
 


 
 


Um comentário :