Resenha - Concectadas

Conectadas 

Autora: Clara Alves 
Editora: Seguinte
Páginas: 320
Gênero: Romance / LGBT
Sinopse: Skoob

Avaliação:

Olá, tudo bem com vocês? 

Conectadas é um romance brasileiro bem fofinho que desde o começo não conseguir parar de ler de tão envolvida que fiquei com a história. 

Rayssa e Ayla são amigas virtuais que fizeram amizade jogando Feéricos um dos games mais famoso dos últimos tempos. 

A princípio seria apenas uma amizade normal para trocar ideia sobre o jogo nada demais, porém a amizade foi ficando mais forte e aos poucos essa amizade vai se tornando em uma paquera virtual, tudo isso é muito fofo porém temos um problema bem grave nesse romance. 

Rayssa usa um perfil falso e mente sobre sua pessoa, ela usa a identidade de seu melhor amigo chamado Leonardo, então Ayla pensa que está falando com um menino desde sempre o Léo.

Rayssa fez esse perfil masculino para jogar no começo porque era muito descriminada por ser mulher e curtir jogar, então para evitar as cantadas e também o preconceito ela decide criar um perfil masculino para jogar sem ser criticada.

Mesmo falando por chamada de vídeo de vez em quando, Rayssa usa seu amigo para mentir sobre sua identidade e ele como amigo aceita participar dessa grande mentira. 

Cada dia que passa a  amizade das duas vai se fortalecendo, uma acaba precisando da outra e vice versa, Ayla sofre com a pressão familiar, ela teve que mudar de escola porque seu pai traiu sua mãe, e sua mãe para se vingar a coloca em uma escola particular para os valores que o pai dela paga de pensão ser igual ao que paga para o outro filho. 

Então Ayla acaba sofrendo muito com esse problema familiar, Rayssa já é mais descolada com a família, seu pai trabalha com tecnologia e até apoia a filha a jogar.

Rayssa é super amiga de Léo e Gabriela , a história é tão contagiante que me senti inserida na história logo de cara, fica meio impossível não gostar e nem se apegar logo de cara as esses personagens, e também bateu uma sintonia porque já conversei com várias pessoas pela internet, nunca menti sobre quem eu realmente sou mas do contrário me senti bem conectadas com elas de uma certa forma.

O livro é narrado em primeira pessoa, e cada capítulo a gente conhece a versão de cada uma das amigas. 

Então o que era improvável acontecer, acontece,  São Paulo vai fazer um evento do game de Feéricos e a empresa  criadora do game resolve fazer um sorteio para quem for melhor em cosplay e quem ganhar terá acesso livre ao evento e todas as despesas pagas. 

Rayssa ama fazer cosplayers e se dedica ao máximo para ganhar esse desafio, já Ayla tenta participar mas sabe que as suas chances são muito pequenas. 

Então Rayssa acaba ganhando o concurso e leva seu melhor amigo Léo para o evento e para Ayla ela pensa que eles são irmãos não amigos como realmente são. 

A tia da Ayla consegue uma pessoa que trabalha em uma rádio e consegue ingressos do evento para Ayla ir e ela louca de curiosidade para conhecer Léo se joga nesta aventura por São Paulo. 

Mais importante que o encontro é a evolução das duas personagens, elas encaram tudo o que acontecem como um grande aprendizado e mudam muitas coisas em suas vidas pessoais. 

Achei o livro ótimo, confesso que poderia ter também a versão dos amigos principalmente do Léo que é assexuado e pamromântico que até agora não consegui saber o que seria esse termo. 

Mas além da história ser muito fofa, a gente acompanha a evolução das personagens e só posso dizer que Conectadas é aquele livro amorzinho que queremos compartilhar com o mundo e sair abraçada com ele. 

Beijos 

Até mais!


Nenhum comentário :

Postar um comentário