Resenha - O Aprendiz de Assassino

O Aprendiz de Assassino

Série: A Saga do Assassino #1
Autora: Robin Hobb
Editora: Suma
Gênero: Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira
  Páginas: 376
Sinopse: Skoob

Avaliação:

 


Olá queridos leitores, como estão? 

Hoje trouxe a resenha de um livro que estava me deixando bastante curiosa. Ele pertencia a outra editora e recentemente sofreu uma repaginada, sendo publicado pelo Grupo Cia das Letras, selo Suma. 
Já ouvi falar muito desse livro e iniciei a leitura com grandes expectativas, e elas foram todas elevadas; apesar de uma parte do público não gostar do mesmo. A autora possui uma escrita maravilhosa, ambienta bem seu enredo e trás personagens críveis e memoráveis! Além disso, a autora não se perde na forma de escrita, que é dividida em duas partes, onde temos o desenvolvimento do protagonista com tudo que o cerca e consigo mesmo e depois temos um foco maior nas intrigas que se formam! 

O Reino dos Antigos, possui uma grandeza em detalhes e a autora conseguiu passar bem sobre esse mundo que ela cria para nós leitores e seus personagens, além disso o Reino também trás culturas diferentes com detalhes críveis e bem delineados e claro, muitos prefeitos que iremos descobrir no decorrer das páginas! 

Com uma narrativa em primeira pessoa Robin Hobb consegue passar todos os detalhes da sua mente criativa em primeira mão e nos deleitamos em um mundo fantasioso e completamente interessante! A forma como ela constrói seus personagens foi algo que eu amei demais, justamente por trazer personagens muito palpáveis em uma fantasia, com falhas, defeitos, qualidades, dilemas morais e muito mais! Não gosto de personagens perfeitos, gosto de ver o crescimento ou queda dos mesmos de acordo com suas escolhas, tal qual é na vida! Entendem? 

Fitz, nosso protagonista, possui a Manhã, uma forma de  permitindo a conexão com animais, só que sua magia não é bem vista, ela é toda como perigosa! Além da Manhã, temos também o , outro tipo de magia, mas que está ligado a  e controle mental. Essa magia era ensinada aos nobres selecionados e vem enfraquecendo, pois a muito jovens não são mais treinados nessa magia! 

Nosso protagonista passa anos sendo rejeitado e vivendo em estábulos, quando finalmente é aceito pela família real, ele precisa reaprender muitas coisas, abandonar seus  e viver de acordo com o que se espera, na sombra de um rei, o Rei Sagaz. Tido como bastardo, que não é também uma posição respeitosa, Fitz recebe treino em , escrita, luta e a tal magia do Talento. Só que o que ninguém sabe é que Fitz, na verdade está desenvolvendo um talento ou sei lá qual a palavra mais adequada, que é a arte de matar silenciosamente a serviço do Rei, tendo um tutor bem misterioso! 

Lembra que eu disse que o livro consistia em duas partes? Pois bem, em uma delas vamos saber mais a  de umas tradições que  consiste em dar aos filhos da realeza  que sugerem  ou habilidades. E com isso acredita-se que o nome dado a uma criança que será treinada em um Talento, O Talento acaba por ser parte daquela criança e a mesma não tem como fugir de praticar seu Talento, como virtude pelo nome que recebeu! Essa tradição leva a outra e que leva aos Seis  e resumidamente a realiza espera que o povo acredite em determinadas coisas e situações, pois seus interesses permanecem garantidos! Vamos dizer assim! 

Em determinado momento Os Seis Ducados sofre com o ataque de bárbaros sendo Fitz enviado em uma missão que não permite falhas! Ele está cada dia mais envolvidos por intrigas e seus próprios , uns crêem que Fitz é uma ameaça ao trono, outros não o notam e com isso ele vai traçando seus destino em meio a tantas intrigas e ameaças. 

O livro é cheio de reviravoltas e muita adrenalina. Sou apaixonada por este tipo de enredo e não poderia estar mais feliz por ter tido a oportunidade de ler esse livro! 
Encantada com esse universo incrível criado pela Hobb! Quero muito mais desse universo maravilhoso! Espero que não demore muito para vermos mais lançamentos! 

5 comentários :

  1. Olá..
    Adorei a sua resenha!
    Ainda não conhecia a obra em questão, mas pelos seus comentários pude perceber que com certeza é um livro que me agradaria. A premissa é bem legal e, é claro, já anotei a sua dica!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, bom saber que curtiu a leitura. Eu já tinha ouvido falar nesse livro mas não sabia exatamente do que se tratava, então foi ótimo poder ler sua resenha, espero ter uma oportunidade de conferir essa história.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia o livro nem a autora, embora o título não me seja estranho (talvez já tenha esbarrado na história). Estou apostando mais no gênero fantasia, mas esse livro não chegou a me empolgar, sobretudo pela questão de ele estar sendo preparado para matar a serviço do Rei. Não gosto de tramas que envolvam protagonistas assassinos, isso me incomoda.

    Fico feliz que você tenha gostado bastante da história! É maravilhoso quando um livro nos envolve assim!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de sagas que vêm assim... deixando a gente no gás, e cheio de aventuras.
    Pode ser que eu esteja tentada a deixar que ele entre pra minha TBR da vida!!!
    Ótima resenha e percepções. Abraços;

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  5. Esse livro eu leria de boa, curto muito uma saga repleta de aventura e surpresas. Excelente indicação, anotei a dica.

    ResponderExcluir