Resenha - O Lado Feio do Amor

O Lado Feio do Amor

Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance / Drama
Páginas: 336
Sinopse: Skoob

Avaliação:


Olá, tudo bem com você?

Normalmente livros da Collen Hoover são muito fáceis e gostosos de ler, ela sempre escreve romances com uma carga dramática bem pesada e eu adoro livros assim, depois de ler alguns livros bons resolvi escolher esse na estante.

Tate Collins é nossa protagonista e quem narra a história em primeira pessoa, ela acaba de se mudar para o apartamento do seu irmão mais velho que é piloto de avião, e mora em uma cidade mais próxima para ela fazer um curso de especialização em enfermagem.

Assim que ela chega no apartamento do irmão se depara com um cara totalmente embriagado na porta do apartamento e tenta sair dessa situação mega constrangedora, mas ao ligar para seu irmão percebe que o único amigo de confiança é exatamente Miles Archer o bêbado parado na porta errada.

Tate então se sente na obrigação de ajudar Miles, tenta colocar ele no sofá para ficar mais confortável e Miles começa a chorar e fala alguns nomes do seu passado como Rachel, e Tate percebe que talvez ele tenha sofrido por amor e por isso resolveu beber todas. 

A partir daí começa então uma amizade colorida entre Tate e Miles, Miles não gosta de falar do seu passado e faz um trato com Tate de nunca falar nada sobre sua vida e dela nunca criar falsas esperanças achando que poderá ter um relacionamento mais sério com ele. 

O livro tem essa história clichê que já vimos em vários romances onde os caras só querem curtir mas acabam se apaixonando.

Mas a escrita da autora é ótima, e o drama familiar que envolve Miles é muito forte, é de ficar literalmente com o coração partido, mas até quando podemos jogar nossas decepções e frustrações de um relacionamento que não deu certo em pessoas que acabamos de conhecer?

- O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho.

Será que todo mundo é igual? Esse é o diferencial desse romance clichê que eu gostei muito!

Miles também é piloto de avião e assim que se relaciona com Tate acaba indo trabalhar por mais de 5 dias e essa falta de rotina deixa ele bem confuso, e até com saudades de Tate.

O irmão de Tate achava que Miles era gay então nunca se preocupou se eles estavam tendo algum tipo de romance, quando fica sabendo até fica bastante surpreso.

Temos também um personagem muito engraçado que é o ascensorista do prédio onde eles moram, Senhor Cap que tem 80 anos e trabalha por prazer. 

O livro me conquistou e com certeza irá conquistar você também! 
 
A diferença do lado bonito e lado feio do amor é que o lado bonito é bem mais leve . A pessoa se sente como se estivesse flutuando. Ele ergue a pessoa. Carrega-a consigo.
As partes bonitas do amor fazem você ficar acima do resto do mundo. Elas deixam a pessoa muito acima das coisas ruins, e a fazem olhar para o resto lá embaixo e pensar: Caramba, que bom que eu estou aqui em cima. 
Às vezes, as partes feias do amor são pesadas demais para se mudarem de volta para Phoenix. As partes feias do amor não são capazes de erguer uma pessoa. 
Elas puxam você para BAIXO.

Beijos 

Até mais!

Nenhum comentário :

Postar um comentário