Com Sangue - Stephen King

 
 
 
Com Sangue
 
Autor: Stephen King
Editora: Suma
Gênero: Terror
Páginas: 400
Sinopse: Skoob
 
Avaliação:

 

Quem me conhece sabe que amo os livros do King, e fiquei muito empolgada com esse livro, que é uma coletânea de quatro contos e a notícia é que em breve teremos uma adaptação. Nem todas as adaptações do mestre eu gostei, mas tiveram algumas ótimas.

King nos presenteia com quatro contos distintos, e eles nos faz refletir de certa maneira, já que aborda temas como amizade, maldade e outros... sempre com a assinatura característica do autor em mostrar tudo da maneira mais degenerada possíveis. 

O telefone do Sr. Harringan é o primeiro conto e trás a história de amizade entre Craig, que é apenas um garoto, com o Sr. Harrigan, um idoso que se mudou para Harlow. Esse Sr. parece ter tudo, afinal é milionário e vive em uma mansão.. Mas ele é bem solitário..

O jovem menino acaba sendo contratado para ler para o Sr. Harringan todos os dias. O Sr. Harringan sempre envia uma carta em datas especiais para seus conhecidos, contendo uma raspadinha, e Craig é premiado e como um menino de bom coração, ele usa parte do dinheiro para presentear o Sr. Harrigan com um smartphone e explica ao Sr. as maravilhas da tecnologia, como obter informações em tempo real e o Sr.Harrigan acaba tendo lucro com isso e então acaba sendo bem generoso com Craig.. Essa amizade entre os dois dura anos, Craig se torna adulto e o fato de Craig ter tido o gesto de presentear o Sr.Harrigan desencadeou várias situações importantes em sua vida. 

Mas vc deve estar aí se perguntando, "é isso?" 
Calma migues! Não posso dizer o que acontece se não estrago a surpresa, mas saibam que neste conto teremos momentos sombrios e fica para nós, leitores, o questionamento, de até onde iríamos para obter justiça? Existe uma linha tênue, entre justiça, vingança e crueldade! 

O próximo conto é entitulado: A vida de Chuck, este conto achei bem interessante a construção, ele é dividido em três partes e já começamos de trás para frente, onde está instaurado o caos, quando tudo parece desmoronar; onde pessoas que se amam, parece esquecer disso e acabam se virando uns contra os outros. 

Na segunda parte temos Chuck, um homem aparentemente comum, trabalhador e familiar, que em dado momento, algo lhe acontece trazendo um momento de felicidade, onde todos ao redor de Chuck também se beneficiam..

Na terceira parte temos Chuck ainda criança e que foi morar com seus avós após a perda de seus pais e a parte em que king dá seu toque todo especial entra em cena, quando no sótão de seus avós tem um mistério e que une tudo que lemos nas três partes e as coisas passam a fazer completo sentido, e precisei pegar fôlego, pois essa história me fez refletir sobre as pequenas coisas da vida. As vezes reclamamos tanto ou estamos insatisfeitos com quase tudo ao nosso redor.. Mas a alegria mora nas pequenas coisas, nos pequenos momentos e jamais devemos nos esquecer disso! Tudo isso com uma pegada sobrenatural.. 

O próximo conto se chama Com sangue e já começa balançando tudo.. Uma escola primária sofre um ataque a bomba, com muitos sendo mortos e vários gravemente feridos. A detetive Holly Gibney vê a notícia pela TV e algo lhe chama atenção, com isso resolve investigar por conta, pois o detetive Half Anderson que poderia lhe ajudar, está viajando em família. 

Uma pausa aqui!! Genteeeeee eu amo demais ambos os personagens.. Half é protagonista em Outsider (leiam o livro, vejam a adaptação!) e Holly também está em Outsider e na trilogia Bill Hodges. Essa personagem é interessante, peculiar, diferente, incrível!! Se ela aparece, tem alguma coisa macabra e sobrenatural, acreditem!

Holly estará em perigo mais uma vez na tentativa de entender o que está acontecendo e além disso tem de lidar com questões familiares. 

Esse conto é maravilhoso! Bem escrito, trás reflexões sobre a maldade que habita no homem e como absorvemos notícias ruins o tempo todo, além de mesmo que de forma mais breve também levante a bandeira sobre o racismo.

Esse conto é para ninguém por defeitos. Li rapidamente e queria mais!! 

O último conto de nome Rato, nos apresenta Bill Larson, um escritor fracassado, que só conseguiu publicar um conto em uma revista e cuja tentativa de escrever um livro resultou em um surto mental. 

Mas ele não desiste, e após ter uma nova luz, se isola de todos em uma cabana na esperança de escrever um novo livro; no começo parece que a história jorra de sua mente para as páginas, mas logo após escrever vários capítulos, as ideias vão sumindo.. e ele se vê mais uma vez travado e aí surge a oportunidade de ser bem sucedido em seu livro, mas nada é de graça e ele terá de pagar um alto preço por isso.

Esse conto me lembrou bastante as histórias de Supernatural, quem aí já assistiu, vai entender o que quero dizer.. Não esqueço os diversos pactos que eram realizados naquela série e muito menos que o preço a ser pago era sempre devastador e no fim, não compensava ter feito os acordos. 

Bom é isso, contei até demais sobre essa leitura. Meu ano não foi tão produtivo em leituras, por motivos pessoais e voltar a ler com gosto um livro do King não tem preço! 

Um dos meus livros favoritos já! Vai para o lugar de honra na minha estante. 

Leiam!!


2 comentários :

  1. Olá,
    Gostei muito da sua resenha e de conhecer um pouco mais desses contos. Eu tenho muita vontade de ler algo do King, tive uma única experiência e não foi muito boa, por isso quero mudar isso. Pensando na ideia dos contos, pode ser uma boa.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  2. No dia que comemoramos o nascimento de Cristo, desejo que no seu coração renasçam a esperança, a fé e a paz. Feliz Natal! Que você possa viver esta época natalina em plena alegria, e na companhia da sua família. Que o amor e todos os bons sentimentos prevaleçam sobre o materialismo dos presentes. E que Deus conceda a você e toda sua família muita felicidade e saúde o ano todo. Tenha um Natal abençoado!

    ResponderExcluir